Suplemento Hipercalórico – O Que é, Para Que Serve e Como Tomar

Embora grande parte das atenções no mundo fitness esteja voltada para as dietas e suplementos para emagrecer, não são poucas as pessoas preocupadas com o outro extremo da balança.

Seja pelo metabolismo mais acelerado ou mesmo por falta de tempo para fazer uma refeição adequada, muitas pessoas acabam recorrendo a um suplemento hipercalórico como fonte de energia para os exercícios e também para facilitar o ganho de peso.

O que é?

Um suplemento hipercalórico nada mais é do que um suplemento alimentar com alto valor energético e uma grande concentração de proteínas de alto valor biológico e carboidratos.

Cerca de 60% do suplemento é composto por carboidratos de rápida digestão, sendo o restante formado por proteínas, vitaminas e minerais. Essa composição pode variar de acordo com a marca do produto, sendo que alguns podem apresentar até 80% de carboidratos em sua formulação.

Para que Serve o Suplemento Hipercalórico?

Os suplementos hipercalóricos foram desenvolvidos para pessoas com dificuldade para ganhar massa muscular, como aquelas com biótipo ectomorfo.

Enquanto a maioria da população transforma o excesso de calorias da alimentação em estoques de gordura, há quem utilize esse excesso para manter o metabolismo e não consiga assim transformá-lo em tecido corporal.

Composição

Costuma-se dizer que o suplemento hipercalórico é formado por macro e micronutrientes, ou seja, nutrientes necessários em grandes quantidades, como os carboidratos, proteínas e gorduras, e aqueles de que necessitamos em concentrações menores, como as vitaminas e os minerais.

Como acabamos de ver acima, a composição do suplemento hipercalórico costuma ser de 60-80% de carboidratos, 10-15% de proteínas de fácil absorção e 5-10% de gorduras.

Vitaminas, minerais, creatina e glutamina também podem estar presentes em alguns tipos de hipercalóricos voltados para os praticantes de musculação.

– Carboidratos

O corpo necessita de glicose para poder absorver as proteínas, e duas das melhores fontes do nutriente para quem treina são exatamente a dextrose e a maltodextrina.

Como possuem alto índice glicêmico, ambas são rapidamente assimiladas pelo sistema digestivo (a dextrose é absorvida ainda mais aceleradamente) e podem ser consideradas uma maneira eficiente e barata de obter uma quantidade elevada de calorias em pouco tempo.

– Proteínas

Ainda que o seu objetivo seja ganhar peso, você não vai querer que ele venha na forma de gordura, certo?

Para evitar que isso ocorra, é fundamental que o suplemento hipercalórico de sua escolha também contenha proteínas de alto valor biológico (como o whey protein), a fim de facilitar o controle da glicemia e evitar que a insulina estoque o excesso de energia como lipídios nas células de gordura.

– Gorduras

Depois das proteínas e carboidratos, a gordura é o outro nutriente indispensável ao metabolismo, pois atua nas funções cerebrais e serve também como fonte de energia na ausência dos carboidratos.

Apesar disso, como você já estará obtendo gordura de outras fontes na dieta, não é obrigatório consumir o nutriente através do suplemento hipercalórico.

Por que utilizar um suplemento hipercalórico?

O hipercalórico como suplemento para engordar tem a vantagem de, em apenas algumas colheres, concentrar um alto valor energético que só poderia ser obtido com o consumo de uma grande quantidade de alimentos.

Embora consumir alimentos naturais seja sempre a melhor opção, essa tarefa pode ficar um pouco mais difícil quando seu objetivo é consumir mais de 3 mil calorias ao dia.

Indicação

Os suplementos hipercalóricos são indicados para quem tem metabolismo muito acelerado e não consegue ganhar massa muscular com facilidade, mesmo mantendo uma dieta com alto teor de carboidratos.

Os hipercalóricos também podem ser utilizados por praticantes de atividade física que têm um alto consumo energético ao longo do dia e têm dificuldade para repor essas calorias somente através da alimentação.

Contraindicações

Se você está tentando perder peso ou então precisa controlar atentamente os níveis de açúcar no sangue, o suplemento hipercalórico pode não ser uma boa adição para a sua dieta.

Os carboidratos refinados encontrados neste tipo de suplemento para engordar podem levar ao acúmulo de gordura e também causar variações bruscas nos níveis de glicose na circulação.

Como Tomar

Você pode tomar o suplemento hipercalórico com água, suco de frutas, leite, achocolatado, leite de soja, etc.

A quantidade exata do suplemento irá depender dos seus objetivos e da informação nutricional presente no rótulo do produto, mas em geral uma porção de 80-100 gramas costuma ser a mais indicada. 

Caso seu objetivo seja substituir uma refeição pelo hipercalórico, misture 100-140g do suplemento em um copo grande de leite desnatado, ou outro líquido de sua preferência. Aqueles que não estão habituados ao suplemento devem começar com quantidades menores, a fim de adaptar o corpo e minimizar efeitos colaterais (como os problemas digestivos).

Melhor horário para tomar o suplemento Hipercalórico

Uma dúvida bastante comum entre os esportistas é se devem tomar o hipercalórico antes ou depois do treino, ou então se não tem problema tomar hipercalórico antes de dormir.

Ao contrário do whey protein, que é melhor aproveitado no pós treino, não há um horário ideal para tomar o suplemento hipercalórico, já que seu uso irá depender de fatores como sua alimentação e outros suplementos que já esteja utilizando. Além do que, é claro, é sempre melhor que a maior parte de suas calorias diárias sejam provenientes da alimentação rica em proteínas e carboidratos.

– Pré treino

Muitos profissionais da área sugerem que a melhor opção pode ser tomar o suplemento hipercalórico no pré treino, a fim de aumentar os estoques de glicogênio e garantir energia para todos os exercícios.

Já o pós treino deve ser reservado para o whey protein, que possui um teor muito maior de aminoácidos, sobretudo os BCAAs. Você pode até utilizar o hipercalórico como um complemento ao whey neste momento, mas não sozinho sem outra fonte de proteína de rápida absorção.

– Entre as refeições

Outro horário indicado para tomar o hipercalórico é entre as refeições, principalmente entre o almoço e o jantar. Você pode também tomá-lo ao acordar, como complemento a um café da manhã “verdadeiro”, com alimentos como clara de ovo, batata doce ou pão integral.

– Antes de dormir

Tomar o suplemento hipercalórico antes de dormir de maneira isolada pode não ser uma boa ideia, pois o excesso de carboidratos poderá ser convertido em gordura, e não em massa muscular como você gostaria. E como o baixo teor de proteína do suplemento não é suficiente para evitar o catabolismo, você ainda corre o risco de perder massa muscular.

O ideal é que antes de se deitar você tome uma proteína de digestão mais lenta, como a caseína ou a albumina, a fim de prolongar a oferta de nutrientes para os músculos.

Efeitos Colaterais

Pouco se fala sobre os efeitos colaterais dos suplementos hipercalóricos, mas eles existem – embora sejam pouco frequentes. Confira os principais:

– Alterações na Glicemia

Como havíamos mencionado anteriormente, o suplemento hipercalórico pode causar uma elevação brusca dos níveis de insulina e esta por sua vez retira toda a glicose da circulação, causando hipoglicemia.

Além da falta de energia e do risco de desmaios, com o passar do tempo este quadro pode evoluir para diabetes do tipo 2.

– Problemas renais

Ainda que a concentração de proteínas no suplemento hipercalórico seja baixa quando comparada àquela encontrada no whey protein, é importante lembrar que você já está consumindo proteínas através de outras fontes na dieta.

Quando em excesso, estas proteínas podem aumentar o trabalho de filtragem dos rins, que são os responsáveis pela excreção dos metabólitos resultantes da digestão das proteínas. Por esse motivo, é importante que você não se esqueça de controlar seu consumo diário de proteínas, sejam elas de origem animal ou vegetal.

– Ganho de Peso

Muitas pessoas ainda se confundem e acabam não entendendo exatamente para que serve o suplemento hipercalórico, achando que se trata de apenas mais um suplemento para melhorar o desempenho na academia ou então para auxiliar o ganho de massa muscular.

Como o nome já indica, no entanto, o suplemento contém muitas calorias (são cerca de 550 kcal por porção) e pode facilmente levar ao ganho de peso se o total de calorias que você consumir ao longo do dia for maior do que seu corpo gasta.

Quem está tentando emagrecer ou então tem tendência a engordar deve evitar o uso deste tipo de suplemento para engordar, pois além do alto valor energético, estes também causam variações na glicemia que podem levar a um aumento do apetite ao longo do dia.

– Pressão baixa

O whey protein que está presente em boa parte dos suplementos hipercalóricos pode ser responsável por uma queda da pressão arterial, sobretudo em pessoas que já tomam medicamentos para baixar a pressão.

– Problemas digestivo

Náuseas, gases, vômitos e diarreia são alguns dos efeitos colaterais do suplemento hipercalórico que estão relacionados ao excesso de carboidratos e à lactose do whey protein. 

Suplemento Hipercalórico faz bem?

Em primeiro lugar, nunca é demais lembrar que uma alimentação balanceada e rica em proteínas de alto valor biológico (como aquelas obtidas através do consumo de carnes magras, filé de frango e peixes), carboidratos complexos (arroz e pão integral, batata doce) e gorduras boas (azeite, abacate, óleo de coco) ainda é a melhor opção para ganhar massa muscular e manter a saúde.

O suplemento hipercalórico deve ser visto como um complemento esporádico para aqueles dias em que não é possível atingir a cota energética de que você necessita, e não ser utilizado de maneira regular para substituir refeições mais nutritivas.

No geral, no entanto, quem necessita de um apoio para atingir o consumo diário de calorias planejado ou então para acelerar o ganho de massa muscular pode encontrar no hipercalórico uma alternativa acessível e de baixo custo para complementar a dieta.

Ainda assim, a dica é só utilizar o hipercalórico após uma consulta com um nutricionista ou outro profissional que possa orientá-lo sobre o melhor tipo de suplemento para seus objetivos.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você tem vontade e/ou necessidade de tomar um suplemento hipercalórico? Qual seria o seu motivo? Já experimentou algum e obteve resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (22 votos, média: 4,41 de 5)
Loading...

1 comentário em “Suplemento Hipercalórico – O Que é, Para Que Serve e Como Tomar”

  1. Boa noite eu sou hipertensa d tomo remédio de uso contínuo e tomo p o controle dos batimentos cardíacos eu posso tomar o hipercalorico supermass?
    Pois eu não consigo ganhar peso de jeito nenhum
    Teria algum problema o uso desse suplemento
    Desde já agradeço

Deixe um comentário