Tomar café da manhã ajuda a queimar mais calorias, afirma estudo

Especialista:
atualizado em 15/10/2020

Você provavelmente já deve saber que um bom café da manhã é a refeição mais importante do dia. Afinal, depois de uma noite inteira sem fornecer energia e nutrientes ao organismo é necessário reabastecê-lo, certo?

Mesmo assim, alguns pulam o café da manhã como estratégia para estimular o emagrecimento. O que não sabem é que a tática que pode ser ruim para a saúde e prejudicar até mesmo a diminuição do peso.

Uma pesquisa da Alemanha indicou que tomar um bom café da manhã pode estimular o metabolismo e a queimar mais calorias.

Para chegar a essa conclusão, os autores do estudo selecionaram 16 participantes do sexo masculino no início dos 20 anos. A pesquisa apareceu no The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.

As refeições dos participantes

Moça no café da manhã

Eles formaram dois grupos: um consumiu um café da manhã de altas calorias, enquanto o outro teve um café da manhã de baixas calorias às 9h da manhã, duas horas após acordar, ao longo de três dias.

A neurobiologista e líder do estudo, Juliane Ritcher, detalhou que as refeições de baixas calorias correspondiam a 11% das necessidades pessoais diárias de energia.

Já as refeições de altas calorias correspondiam a 69% dessas necessidades. Cada uma delas foi adaptada individualmente a cada participante do experimento.

Em média, os cafés da manhã de baixas calorias tinham 250 calorias. Eles eram compostos por duas fatias de knäckebröd (um biscoito sueco similar a um pão torrado) com cream cheese, iogurte, um pepino e uma nectarina.

Já os cafés da manhã de altas calorias apresentavam em média 997 calorias. Eles traziam duas fatias de knäckebröd com uma compota de frutos silvestres, creme custard, manteiga, cream cheese, iogurte e pepino.

Então, os participantes almoçaram às 14h e jantaram às 19h – 4,5 horas antes da hora em que deveriam dormir. Antes e depois de cada refeição, os pesquisadores tiraram medidas calorimétricas e amostras de sangue dos voluntários.

O que aconteceu?

Foi aí que os pesquisadores identificaram que os participantes queimaram o dobro de calorias depois do café da manhã, em comparação ao jantar, independente da quantidade de calorias presentes na refeição.

Mas eles também apontaram que os participantes que tiveram cafés da manhã de baixas calorias, sentiram fome mais cedo e tiveram mais desejos por doces.

Entretanto, é necessário ponderar que o estudo foi bem pequeno: o experimento teve curta duração e envolveu poucas pessoas de um grupo populacional específico.

Tanto que Ritcher reconheceu que são necessárias mais pesquisas para que se entenda melhor os resultados obtidos pela pesquisa.

No entanto, sua suspeita é que esses resultados surgiram porque o esvaziamento gástrico e a absorção de carboidratos, gorduras e proteínas pode ser mais rápido pela manhã do que à noite.

Ela acredita que o metabolismo de energia (calorias) parece acompanhar o relógio biológico do organismo.

Outros estudos também já apontaram os benefícios do café da manhã

De acordo com o Centro Médico da Universidade Rush, nos Estados Unidos, quando uma pessoa toma café da manhã ela está sinalizando ao organismo que ele tem muitas calorias para usar ao longo do dia.

Já quando alguém pula o café da manhã, a mensagem que se passa é que ele precisa conservar em vez de queimar as calorias.

A nutricionista clínica da instituição, Christy Tangney, destacou que, embora estudos tenham apontado que as pessoas que pulam o café da manhã consumam um pouco menos de calorias ao longo do dia, elas também costumam ter um Índice de Massa Corporal (IMC) maior.

Tomar café da manhã também pode trazer benefícios como:

  • consumo de menos gorduras no dia;
  • ajudar a atingir as recomendações diárias de ingestão de frutas e vegetais;
  • consumir mais fibras e cálcio diariamente;
  • desempenho melhor de memória e atenção para crianças.

A instituição também apontou que uma série de pesquisas já associou o ato de pular o café da manhã a problemas como:

  • maior propensão a ter excesso de peso;
  • menor tendência de atingir o consumo diário ideal de frutas e vegetais;
  • maior propensão de ingerir comidas que passam longe de ser saudáveis.

A nutricionista explicou que ao começar o dia com uma refeição saudável e satisfatória pela manhã, diminui a tendência de beliscar lanchinhos menos saudáveis ao longo do dia. Algo que se costuma fazer quando a fome aparece.

Tangney alertou ainda que há outro tipo de associação preocupante com a prática de pular o café da manhã. A relação com comportamentos perigosos como fumar e experimentar drogas e bebidas alcoólicas.

Qual é o melhor momento para tomar o café da manhã?

Juliane Ritcher também afirmou não existem evidências científicas acerca do horário ideal para tomar o café da manhã.

A pesquisadora explicou que cada pessoa é diferente: enquanto alguns sentem fome logo depois de acordar, outros só sentem fome depois de duas ou três horas.

Logo, mais importante do que a hora do café da manhã é consumi-lo em algum momento. O conselho de Ritcher é que é melhor escutar ao próprio corpo do que seguir regras difíceis quanto ao horário do café da manhã.

Mas é crucial não esperar até o almoço para fazer a primeira refeição do dia, enfatizou.

Mas não é qualquer tipo de café da manhã

Não deixar de consumir o café da manhã é importante, mas também é fundamental escolher um cardápio saudável para a refeição.

É necessário evitar os produtos industrializados, que são ricos em açúcar. Dê espaço a opções mais saudáveis como frutas frescas, iogurte desnatado, pão integral, queijos magros, aveia, chia e linhaça, por exemplo.

Ainda não sabe muito bem como montar um café da manhã nutritivo? Então dá só uma conferida nas ideias de café da manhã saudável e barato.

Fontes e referências adicionais

Você costuma tomar café da manhã todo dia? Acha que a refeição te ajuda a manter a boa forma ou emagrece? Então, conte sua experiência nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário