Veterano do Exército Com Perna Amputada Ganha Campeonato de Fisiculturismo

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Assim que terminou os estudos, Mark Smith se juntou ao exército britânico e serviu as forças armadas de seu país na Bósnia, no Iraque e no Afeganistão. Entretanto, no ano de 2011, enquanto se preparava para voltar ao Afeganistão, Mark foi atingido por um disparo durante um treinamento, que afetou gravemente a sua artéria femoral e fez com que ele tivesse que amputar a sua perna direita, três dias depois do acidente.

De volta para casa, com o fim de sua carreira militar, Mark ficou um tanto quanto desorientado em relação ao que fazer de sua vida: “Eu fiquei perdido depois de deixar o exército. Minha esposa dizia que eu estava infeliz”, revelou o homem.

Nesse período, não somente a esposa do ex-soldado, Natalie, como também os seus filhos, Ellis e Ethan, de quatro e dois anos respectivamente, o estimulavam a tentar reconstruir sua vida. Ele não queria permanecer no passado e nem que os meninos fizessem isso.

8bboaforma

Mark ao lado dos filhos Ethan e Ellis

“Eu não queria que os meus dois filhos fossem à escola e tivessem que dizer que o pai deles já foi um soldado, vivendo no passado. Eu quero ser um exemplo para eles, quero que eles me vejam trabalhando duro, para que essa atitude se repita neles, conforme eles forem crescendo”, explicou.

Até que certo dia, depois de ter ouvido falar de um campeonato de fisiculturismo para pessoas que possuíam deficiência, Mark encontrou uma nova fonte de inspiração para seguir em frente. Ele sempre teve um certo interesse pelo mundo fitness e depois de ler a respeito do fisiculturismo e da competição para pessoas com deficiência, foi fisgado e se inscreveu no evento, sem pensar muito sobre o que estava fazendo.

Como nunca foi uma pessoa que fazia as coisas pela metade, de qualquer jeito, o ex-soldado decidiu investir pesado na preparação e começou a treinar de cinco a seis vezes por semana. Resultado: em seis meses ele eliminou aproximadamente 20 kg e reduziu o seu percentual de gordura de 17 para 8%.

8aboaforma

Logo, o dia do campeonato chegou e mesmo se perguntando o que estava fazendo ali e tendo se sentido bastante exposto, Mark se apresentou. A maior surpresa foi quando o seu nome foi anunciado como o primeiro lugar e ele foi aplaudido de pé. “Foi incrível”, relatou o agora fisiculturista.

O dirigente da Blesma, uma organização que ajuda militares que perderam seus membros em serviço, Barry Le Grys, elogiou bastante o feito de Mark: “Mark tem se saído maravilhosamente bem e isso demonstra o que pode ser conquistado.”

8cboaforma

Mark e a esposa Natalie

E as mudanças na vida dele não são apenas físicas. Para a sua esposa, a conquista do campeonato de fisiculturismo deixou seu marido tão feliz, como ele nunca havia ficado depois do acidente.

“Eu costumava olhar para trás e me perguntar o que eu estava perdendo da vida no Exército, mas agora eu tenho um propósito e posso olhar para frente”, finalizou, refletindo sobre a sua trajetória.

Você acha que teria a mesma superação e força de vontade de Mark para seguir em frente após o acidente? Conhece alguma história parecida? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário