Vitamina D não melhora casos graves de COVID, diz pesquisa da USP

Especialista:
atualizado em 22/02/2021

Um estudo identificou a falta de vitamina D em boa parte dos pacientes com COVID-19. No entanto, isso não significa necessariamente que a vitamina tenha algum papel no tratamento da doença.

  Continua Depois da Publicidade  

Isso porque uma pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) apontou que a suplementação com vitamina D não gera melhorias expressivas em casos moderados ou graves de COVID-19.

O estudo envolveu 240 pacientes internados em São Paulo. Mais especificamente, no Hospital das Clínicas e no Hospital de Campanha do Ibirapuera, entre 2 de junho a 27 de agosto de 2020.

Os pesquisadores observaram que a vitamina não modificou o tempo médio de internação devido à doença.

Eles também identificaram que a suplementação com a vitamina D não evitou a necessidade de ventilação mecânica, a internação em unidade de terapia intensiva (UTI) e as mortes pelo novo coronavírus.

O estudo em detalhes

Senhor com covid

Os pacientes que participaram da pesquisa tiveram casos moderados ou graves de COVID-19. Metade deles recebeu uma dose única e alta de vitamina D na forma de xarope, enquanto o restante tomou um xarope de placebo (sem efeitos).

Conforme a coordenadora do estudo, a professora da FMUSP, Rosa Maria Pereira, o tempo médio de internação foi o mesmo entre quem tomou a vitamina D e quem tomou placebo. Isto é, sete dias.

Ela ainda destacou que a mortalidade foi de 7,6% no grupo dos que receberam vitamina D e de 5,1% entre o grupo do placebo. Rosa Maria detalhou que o índice de entrada na UTI entre o grupo que tomou vitamina D foi de 16%. Já o do grupo do placebo foi de 21%.

Além disso, a taxa de uso de ventilação mecânica ficou em 7% para o grupo da vitamina D e de 14,4% para os que receberam o placebo, completou a professora.

A coordenadora do estudo explicou que os resultados indicam que a vitamina D não melhorou de modo relevante os casos moderados e graves de COVID-19 que a equipe analisou.

  Continua Depois da Publicidade  

Porém, a professora ressaltou que a pesquisa não avaliou os efeitos do suplemento de vitamina D em casos leves da doença ou como forma de prevenção. Segundo Rosa Maria, outro estudo vai verificar se a vitamina D tem alguma ligação com o desenvolvimento da COVID-19 leve.

Os resultados da pesquisa da USP saíram em um artigo de 17 de fevereiro que saiu no site do Journal of American Association of Medicine (JAMA).

Considerações

De qualquer modo, sabemos que a vitamina D é importante para vários processos do organismo. Assim, é bem importante buscarmos fornecer o nutriente ao corpo. Aprenda então quais fontes têm vitamina D.

Entretanto, como ele não garante vitória ou melhoria em casos de COVID-19, também devemos nos proteger contra a doença.

Ou seja, continuar a lavar bem as mãos ou passar álcool em gel, usar máscaras ao sair na rua, manter o distanciamento de dois metros para outras pessoas e obedecer todas as outras medidas de prevenção contra o novo coronavírus.

A vitamina D não é a cura da COVID-19, mas ter carência do nutriente não é bom para a saúde. A nossa nutricionista apresenta algumas sintomas de falta da vitamina D no vídeo abaixo:

Fontes e Referências Adicionais

Você tem se protegido contra a COVID-19? Então, comente abaixo como tem feito isso!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário