Cãibra

Falta de Magnésio – Sintomas, Causa, Fontes e Dicas

Publicidade

Muitos não sabem, mas o magnésio é um mineral muito importante para o nosso organismo. Ele é o quarto mineral mais abundante no corpo e é fundamental para a saúde humana. Isso tudo se deve ao fato que ele está envolvido em mais de 300 processos metabólicos no nosso corpo. Entre eles, no transporte adequado de cálcio através das membranas celulares.

Ele é requerido por todas as células do corpo, até mesmo as do cérebro. É um dos minerais mais importantes (se não o mais importante) por conta do seu papel e funções essenciais como a síntese de proteínas, utilização de gorduras e caroidratos, produção de enzimas de desintoxicação específica e produção de energia relacionada à desintoxicação de células. A deficiência do magnésio pode afetar praticamente todo o sistema do corpo humano.

O magnésio é um mineral que luta contra certas doenças, como artrite, Alzheimer, problemas de pressão alta, diabetes, problemas respiratórios, entre outros. Além disso, a ingestão de magnésio fornece mais rigidez e flexibilidade aos ossos, aumenta a biodisponibilidade de cálcio, regula e normaliza a pressão arterial, previne e ajuda no combate de pedras nos rins, e por aí vai.

Sintomas da falta de magnésio

Muitos dos sintomas da falta de magnésio são silenciosos, fazendo com que se torne difícil descobrir sua deficiência. Além disso, em exames de rotina, os médicos e laboratórios de exame não incluem detalhes sobre a taxa de magnésio, e quando pedem exame de sangue, é quase impossível detectar essa condição, já que somente 1% de magnésio está presente no sangue, pois a maioria está presente nos ossos e órgãos.

Publicidade

Ou seja, mesmo com inúmeros exames de sangue, dificilmente os resultados determinarão o nível de magnésio no corpo. Por conta disso, a análise é baseada no estilo de vida do paciente.

Os primeiros sintomas envolvem cãibras ou dores musculares, dores no pé e espasmos, perda de apetite, náuseas, vômitos, fadiga e fraqueza.

E os sintomas mais avançados são:

  • Tiques faciais;
  • Insônia;
  • Dores;
  • Deficiência de Cálcio;
  • Fraqueza;
  • Tremores;
  • Ansiedade;
  • Pressão Alta;
  • Diabetes;
  • Problemas Respiratórios;
  • Deficiência de Potássio;
  • Perda de memória;
  • Se sentir confuso;
  • Convulsões;
  • Alteração do humor;
  • Dormência ou formigamento de alguma parte do corpo;
  • Ritmos cardíacos anormais;
  • Depressão;
  • Asma;
  • Vertigem;
  • Dores de estômago;
  • Perda de cabelo.

Outro sintoma muito comum da falta de magnésio é sentir sede mesmo após tomar muita água. A sede pode estar associada à falta de nutrientes e minerais, como o magnésio.

Em outras palavras, a carência de magnésio pode estar ligada a problemas de tireoide, problemas de metabolismo, problemas cardíacos, problemas musculares, problemas gastrointestinais, entre outros.

Vale lembrar, que caso você apresente sintomas dentre os listados acima, nem sempre implica na falta de magnésio. É necessário passar em consultas médicas e fazer exames detalhados para saber a causa de qualquer um deles. Além disso, cada pessoa sente um tipo de sintoma diferente, e você não irá sofrer todos eles.

Outro fato curioso é que descobriu-se em recentes estudos que a maior parte das pessoas não ingerem uma quantidade ideal diária de magnésio.

Causa da falta de magnésio

A principal causa de deficiência de magnésio nos dias de hoje é por conta da busca por alimentos rápidos e processados que incluem fast food e comidas industrializadas, além de açúcar, refrigerantes, bebidas com cafeína e até mesmo carne; com isso, esquecem de se alimentar com alimentos saudáveis, como frutas e legumes que são ricos em magnésio.

Bebidas alcoólicas podem interferir na absorção de vitamina D, que ajuda na absorção de magnésio, ou seja, um problema leva ao outro. Refrigerantes também podem atrapalhar na absorção adequada destes nutrientes.

Além disso, um fator interessante é que a falta de magnésio pode ser influenciada por alimentos que você está ingerindo e não o que você está deixando de ingerir. Um exemplo interessante é o açúcar, pois a cada molécula de açúcar ingerida, nosso corpo usa 54 moléculas de magnésio para processá-la, tornando o açúcar o pior vilão na deficiência de magnésio.

Outra razão que pode causar a carência de magnésio é o PH do interior do intestino, que pode afetar a capacidade da absorção do mineral. Quanto mais alcalino seu intestino, mais pobre é a capacidade de absorção de magnésio.

Acredita-se ainda que o magnésio está menos presente no solo nos dias atuais, devido ao uso constante de pesticidas e à poluição que afeta os campos. Os pesticidas também acabam matando bactérias e fungos que são necessários para que as plantas convertam nutrientes do solo em nutrientes que possam ser utilizados pelo ser humano.

Como repor o magnésio

A reposição para quem é diagnosticado com a falta de magnésio é considerada muito fácil, pois a quantidade requerida diariamente não é muita.

Muitos recorrem primeiramente a suplementos para a reposição do mineral no organismo, mas deve-se levar em consideração que fonte de alimentos são mais saudáveis e melhores para o corpo.

Os suplementos podem até dar um impulso, mas tente primeiramente repor a falta de magnésio com alimentos saudáveis. Além disso, o corpo absorve o mineral de forma diferente em alimentos e suplementos. É necessária a ingestão de suplementos em casos mais avançados ou sob prescrição médica.

Não ultrapasse o valor de 350 miligramas de magnésio por dia, a menos que seu médico prescreva essa quantidade ou mais, pois caso haja excesso na suplementação do mineral, o coração pode sofrer de arritmia, que pode ser fatal, principalmente em pessoas diabéticas.

É possível encontrar magnésio em alguns tipos de alimentos, como:

  • Amêndoas;
  • Abóbora,
  • Sementes de abóbora;
  • Sementes de Girassol;
  • Sementes de Sésamo;
  • Soja;
  • Feijão preto;
  • Castanha de Caju;
  • Espinafre;
  • Quiabo;
  • Farelo de Aveia;
  • Acelga;
  • Arroz integral.

Outro ponto que não podemos esquecer é que é necessário o cálcio para melhor absorção do magnésio. No entanto, o cálcio e o magnésio precisam ser ingeridos de forma equilibrada, pois, se a ingestão for demasiada de cálcio, a ingestão de magnésio será dificultada.

Dicas

Tente incrementar suas receitas com alimentos ricos em magnésio, dessa forma, a ingestão será facilitada.

Uma outra dica diferenciada é comprar óleo de magnésio para passar no corpo, pois a absorção do mesmo é mais fácil através da pele do que internamente.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você acredita que pode estar sofrendo com a falta de magnésio, devido a alguns dos sintomas listados acima que está sentindo? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Publicidade

Um comentário

  1. Tenho Síndrome de Cushing Ectópica de microadenoma de hipófise e faço exames de sangue para regularizar o magnésio, selênio, vitamina D e potássio (vitamina k), falta calcio…que tomo direto como receita médica na forma de remédio manipulado. A síndrome de Cushing Ectópica impede a produção desses nutrientes essenciais e ataca o sistema imunológico ( exame de sangue de Leucograma, coagulograma de protombina e prolactina ). Faço tratamento médico endocrinologico desde os 14 anos.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*