Ácido Alfa Lipóico – O que é, como tomar, efeitos colaterais e qual comprar

Especialista da área:
atualizado em 04/04/2021

O ácido alfa lipóico é uma substância que vem ganhando a atenção de médicos e nutricionistas, e entender o que é este suplemento e como ele funciona se tornou algo muito importante. 

  Continua Depois da Publicidade  

Seus efeitos podem atingir todo o corpo e ele dificilmente causa efeitos colaterais, já que é um ácido graxo que é produzido por nossas células.

Então, vamos conhecer um pouco melhor o ácido alfa lipóico e seus benefícios para a saúde, além de aprender como usar este nutriente e quais as suas fontes naturais.

O que é ácido alfa lipóico?

O ácido alfa lipóico, também é conhecido como ALA, é um ácido graxo com efeito antioxidante, que pode ser produzido naturalmente pelo nosso organismo.

Ele é fundamental para o bom funcionamento de nosso corpo, pois é ele o responsável pela conversão de glicose em fonte energética para podermos realizar nossas atividades.

Além disso, o ALA contribui para evitar os danos causados pelos radicais livres, chamado de estresse oxidativo.

Benefícios do ácido alfa lipóico

O nosso organismo produz o ALA em pequenas quantidades, uma vez que sua principal função nas células é participar da produção de energia.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas, como ele também possui ação antioxidante, o uso de suplementos e de alimentos ricos neste nutriente pode ajudar a combater alguns problemas de saúde, como veremos a seguir.

1. Pode melhorar a saúde do coração

Algumas doenças cardiovasculares, como o infarto do miocárdio, podem responder bem à suplementação com ALA. Esse efeito foi demonstrado por pesquisadores chineses, em um estudo publicado no periódico PLoS One.

Nele foi possível observar que o ALA reduz a área do coração afetada pelo infarto, além de preservar a função cardíaca. Mas, por se tratar de um estudo ainda com modelos animais, novas pesquisas são necessárias para avaliar os efeitos do suplemento em humanos.

2. Pode ajudar pessoas com diabetes

O ALA pode também contribuir para o tratamento de pessoas com diabetes tipo 2. Isso acontece porque ele pode melhorar a sensibilidade à insulina, reduzir a glicemia e ainda melhorar os sintomas da neuropatia diabética, um problema que alguns diabéticos desenvolvem nos nervos periféricos.

Mas, é importante consultar um médico antes de iniciar a suplementação com o ácido alfa lipóico, já que ele pode interagir com alguns medicamentos.

3. Ajuda a manter a pele jovem e saudável

Alguns estudos mostram que o uso tópico, ou seja, direto na pele, de cremes à base de ALA ajuda a reduzir a formação de rugas e de linhas de expressão.

  Continua Depois da Publicidade  

Isso se deve principalmente ao efeito antioxidante do ALA, que ajuda a proteger a pele dos danos causados pelos radicais livres e pela radiação solar.

4. Pode melhorar a neuropatia periférica

O uso de suplementos de ácido alfa lipóico pode melhorar quadros de neuropatia periférica, que é um problema que atinge os nervos das extremidades do corpo, e pode causar dor, dormência e formigamento.

Esse problema pode ser causado por várias doenças, como:

5. Pode melhorar a memória

A perda da memória, seja ela leve ou severa, é algo que ocorre com certa frequência na terceira idade. Por isso, a descoberta de tratamentos que ajudem a lidar com este problema é tão importante.

E, em meio a essas pesquisas, descobriram que o ALA pode ser um bom aliado na manutenção das funções cerebrais de idosos. Isso se deve à sua capacidade antioxidante, que reduz a neuroinflamação e o estresse oxidativo, e pode inclusive ser útil no tratamento do Alzheimer.

  Continua Depois da Publicidade  

6. Tem efeito anti-inflamatório

O efeito antioxidante do ALA contribui para a regulação do sistema imune, e assim ajuda a evitar que ocorram reações exageradas, como no caso das inflamações.

7. Pode atenuar os danos causados pelo glaucoma

Alguns estudos mostram que o estresse oxidativo pode ser um dos fatores que contribuem para o desenvolvimento do glaucoma. Assim, o uso do ALA pode ajudar no tratamento do problema e na prevenção dos danos ao nervo ocular.

Efeitos colaterais

O uso do ALA dificilmente causa efeitos colaterais. Mas, quando o uso do suplemento é feito de forma exagerada, alguns sintomas podem aparecer, como:

  • Câimbras;
  • Dores de cabeça;
  • Formigamentos;
  • Reduções bruscas das taxas de açúcar na corrente sanguínea.

Como tomar?

A quantidade diária recomendada de ácido alfa lipóico pode variar de acordo com as suas necessidades e objetivos para o tratamento. Por isso, apenas um médico ou nutricionista pode definir a dose ideal de ALA para cada caso.

Contraindicações

  • Pessoas com distúrbios e problemas na tireoide devem evitar o consumo de ácido alfa lipóico, pois pode interferir no tratamento;
  • Além disso, não existem estudos o suficiente sobre o uso de suplementos de ALA por gestantes e mulheres em fase de amamentação. Por isso, é importante consultar um médico antes de iniciar o uso do suplemento;
  • E, se você já apresenta baixos níveis de açúcar no sangue, é importante consultar um médico e ficar atendo aos sintomas de hipoglicemia.

Ácido alfa lipóico emagrece?

Alguns efeitos do ácido alfa lipóico podem contribuir para a perda de peso. São eles:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Redução do apetite;
  • Aumento do gasto calórico.

Mas, o ALA sozinho não irá magicamente levar ao emagrecimento, uma vez que esses efeitos só são vistos quando o uso do suplemento está associado à:

  • Dieta balanceada, rica em nutrientes e preferencialmente com restrição de calorias;
  • Prática de exercícios físicos, que irá ajudar o organismo a acelerar o metabolismo e queimar gorduras de forma mais eficiente.

Assim, podemos dizer que o ácido alfa lipóico emagrece, mas que esse efeito não ocorre quando ele é usado isoladamente, sem estar associado a algumas mudanças no estilo de vida.

Suplementos de ácido alfa lipóico

Apesar de o ALA ser um nutriente encontrado em diversos alimentos, ele pode também ser consumido na forma de suplementos alimentares, facilitando assim o uso de doses mais controladas.

Mas, assim como ocorre com medicamentos, existem marcas e distribuidores diferentes, que devem ser analisados antes da compra.

Qual comprar?

Existem diversos distribuidores e fabricantes do ALA no Brasil, e por isso é importante que você leia os rótulos e analise as concentrações oferecidas em cada cápsula.

As doses recomendadas variam de acordo com as indicações médicas ou de suas necessidades, então é importante buscar, dentre os fabricantes, aquele que melhor se adequa ao seu objetivo.

Mas, de forma geral, é possível encontrar versões de cápsulas de ácido alfa lipóico com 150, 200, 300 ou até 600 mg por cápsula.

Preços

Os preços dos suplementos de ácido alfa lipóico podem variar, a depender da marca e da dose. Então, você pode encontrar por valores que vão de R$ 40,00 até R$ 170,00.

Onde comprar?

Você pode adquirir o ALA em farmácias, lojas de suplementos alimentares ou de produtos naturais. Além disso, é possível encontrar este suplemento a venda na internet.

Entretanto, é importante conhecer a qualidade dos fabricantes, para evitar o uso de suplementos de procedência duvidosa ou fabricados sem os devidos cuidados.

Fontes naturais de ALA

Caso você não queira usar os suplementos de ALA, saiba que este nutriente pode ser encontrado em diversos alimentos, como:

Fontes e referências adicionais

Você já consumiu algum suplemento de ácido alfa lipóico? Conhece alguém que já tenha tomado? Como foram os resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (378 votos, média 3,81)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

48 comentários em “Ácido Alfa Lipóico – O que é, como tomar, efeitos colaterais e qual comprar”

  1. Gostaria de saber se aconteceu com alguém, quando tomado o ALA e sentiram fraqueza nas pernas e braços e tremedeiras nos mesmos, se sim o que fizeram para melhorar?

    Responder
  2. Tomo 1800 mg de Ácido Alfa Lipoico por dia, dividido em duas tomadas. Eh o mais potente antioxidante e antiinflamatorio que existe no mundo, totalmente sem efeitos colaterais. Todas minhas dores de diversos problemas graves na coluna, desapareceram. Pre diabetes sumiu. A energia e disposição aumentaram em 200%. Tudo comprovado por exames clínicos e de sangue. Quem tem câncer sugiro combinar com LDN. Vide youtube, Dr. Lair Ribeiro e LDN. SEM EFEITOS COLATERAIS. FUNCIONA.

    Responder
  3. É estranho dizer q o ALA não pode ser consumido por quem faz tratamento da tireoide pq interfere, sendo q ele é benéfico no tratamento de câncer e no de tireoide tbm!!!!
    Fazendo uma pesquisa sobre o ALA e Câncer no Google vc encontra muitas referências do ALA no câncer da tireoide, coisas positivas, mas não encontrei em nenhum lugar explicando do pq não tomar qd se tem o problema na tireoide, seja hipotireoidismo, hipertireoidismo de Hashimoto, mas encontrei em várias publicações falando sobre os efeitos benéficos do ALA no câncer de tireoide, se é bom para o câncer de tireoide consequentemente vc pode tomar. Cansei de ler nas descrições de sites dizendo q não pode, e nada de dizerem do pq, resolvi pesquisar e achei esse link entre outros. Segue um link para pesquisa:
    https://proceedings.science/ppgcf/papers/acido-alfa-lipoico-e-cancer–evidencias-cientificas#:~:text=Al%C3%A9m%20de%20sua%20j%C3%A1%20bem,o%20crescimento%20de%20c%C3%A9lulas%20cancer%C3%ADgenas.

    Mas para uma consciência tranquila consulte o endocrinologista.

    Responder
  4. Sobre o ácido Alfalipoico, qd comecei a tomar 1 caps de 300mg ao dia,comecei a me sentir ótima, antes disso já vinha com um histórico de níveis da tireóide alterados, cada vez q fazia o exame de sangue uma hora estava descontrolado e outras normais, e até hj é assim, e não tomo medicamento para controle, qd vi q quem tem problemas na tireóide e toma o ALA, não poderia fazer uso, em todas as publicações referente a esse Suplemento nunca ficou bem esclarecido ou nada esclarecido sobre dos pq’s de não tomar. Mas vou a questão q me fez entrar e escrever aqui: Como já disse venho fazendo acompanhamento da tireóide (tenho histórico de CA Mama e faço uso de tamoxifeno),e recentemente descobri um nódulo e um cisto na tireóide, entrei em pânico achando q fosse a causa o ALA, aí qd fui levar os resultados dos meus exames ao meu endocrinologista e sua equipe, ele disse q não tem nada a ver do Alfalipoico com o nódulo ou cisto, e eu perguntei se eu poderia continuar a tomar, ele disse q sim, q apesar dele ser um ácido graxo ele é antiinflamatório, q não tinha problemas de continuar a tomar o suplemento. Mas eu no ano passado descobri q tenho esteatose hepática, e procurei suplementação q me ajudasse nesse caso, e cheguei ao ALA, por esse razão, pq ele é um protetor hepático tbm, comecei a tomar por esse motivo, então, seria importante qd se fala q não pode tomar, explicar alguns dos motivos reais, pq os benefícios são enormes, talvez seja bom vcs conversarem com um endocrinologista para dar esclarecimentos. Apesar q eu sugiro q falem com seu endocrinologista quem toma e tem problemas na tireóide, para ficarem despreocupados.

    Responder
  5. Eu consumo há quase um ano e estou me sentindo muito bem, tanto física, quanto mentalmente. Uma dúvida que não ficou clara no texto. ALA não deve ser consumido por pacientes c problemas de tireoide. Pq? E em quais seria pior consumir? Os que tem hipo ou hipertireoidismo? Agradeço se responder.

    Responder
  6. Olá estou usando ALA 300 mg 2 x ao dia há 2 meses para tratar perda de olfato e paladar, gostaria de saber se posso usar como continuo , pois o médico me passou por 3 meses, mas pesquisei e vi os benefícios do ALA e gostaria de ficar tomando só não sei se pode permanecer com a mesma dosagem..

    Responder
  7. Olá, sou diabética tipo 2 estou usando Ácido Alfa lipóico de 600 mg 2 vezes ao dia, tem 60 dias que estou usando esse suplemento, sendo hoje estou com a diabete controlada, dos dois remédios que tomo hoje tomo um, mais alguns dias vou ficar livre desse outro remédio. Estou muito feliz com esse suplemento, pois eu indico!

    Responder