Goiaba

Goiaba Prende ou Solta o Intestino?

Todos sabemos que ela é uma fruta deliciosa, nutritiva e saudável, mas será que a goiaba prende ou solta o intestino? Com 37 calorias em cada unidade, a goiaba serve como fonte de nutrientes importantes para o funcionamento do organismo humano como carboidratos, proteínas, fibras, vitamina C, cálcio, fósforo, manganês, magnésio, potássio e zinco.

E a fruta pode beneficiar a saúde do coração por conta de seus antioxidantes, ajudar a amenizar as dores da menstruação, contribuir com o funcionamento do sistema digestivo, auxiliar a melhorar a imunidade por apresentar vitamina C em sua composição e colaborar com a saúde da pele.

A goiaba prende ou solta o intestino? 

Quando saboreamos uma fruta que gostamos, é incomum que pensemos em como ela pode afetar o nosso intestino. Só depois, quando ela causa algum efeito, é que paramos para pensar no assunto.

Vamos procurar entender, portanto, se a goiaba prende ou solta o intestino, e assim, da próxima vez que for comer a fruta, você já saberá como ela pode afetar o órgão.

O consumo da goiaba é positivo para a regularização do intestino. De uma lado, ela pode ajudar a normalizar a saúde intestinal em casos de diarreia, por exemplo. De outro lado, ela é muito rica em fibras e pode ajudar quem tem intestino preso. É preciso tomar cuidado com as quantidades. Vejamos os detalhes a seguir.

As fibras 

Para saber se a goiaba prende ou solta o intestino, um aspecto importante que precisamos observar é a quantidade de fibras que são encontradas no alimento. Uma unidade da fruta carrega 3 g do nutriente.

A informação é importante porque as fibras auxiliam o funcionamento do sistema digestivo. E uma de suas ações é combater a prisão de ventre. Em outras palavras, o nutriente ajuda a dar uma soltada no intestino preso.

O que acontece é que as fibras não são quebradas quando atravessam o trato digestivo do nosso organismo. Então, o nutriente absorve água e amolece e solta as fezes.

Além disso, o nutriente acrescenta volume às fezes, o que também ajuda a facilitar o processo de evacuação.

Entretanto, ao consumir alimentos fontes de fibras para ajudar a amenizar o intestino preso é necessário certificar-se que a ingestão de água também esteja apropriada. Isso porque o consumo das fibras sem o líquido faz com que o intestino fique ainda mais preso.

Outro problema de comer muitas fibras sem água é que o nutriente rouba água do organismo, resultando em um ressecamento do intestino.

Cuidados com o excesso

A quantidade de ingestão diária de fibras recomendada para pessoas adultas é de 25 g a 35 g. Por isso, vale a pena não comer muita goiaba para não correr o risco de exceder essa recomendação.

Por mais que o limite pareça distante da quantidade de fibras encontrada em cada unidade do alimento, precisamos levar em conta que a fruta provavelmente não será a única fonte do nutriente a ser ingerida no dia a dia.

Quando uma pessoa consome muitas fibras em um período curto de tempo, o que pode ser observado é o efeito contrário: em vez de aliviar o intestino preso, o quadro de prisão de ventre pode ser é agravado.

Outros efeitos indesejados atribuídos ao consumo excessivo das fibras são: a baixa qualidade na absorção de minerais e problemas abdominais como gases, inchaço e cólicas.

A diarreia

A ingestão exagerada de fibras, ultrapassando o limite diário estabelecido, por meio do excesso de alimentos que servem como fonte do nutriente, como é o caso da goiaba, também apresenta o risco de soltar demais o intestino, resultando em um quadro de diarreia.

A diarreia é desenvolvida porque o corpo puxa a água que o organismo necessita para eliminar a fibra que foi consumida e carrega consigo o risco de causar uma desidratação.

Por outro lado, pesquisas realizadas por cientistas do México e da Malásia e divulgadas nos anos de 1999, 2002 e 2008, indicaram que a goiabeira pode contribuir com a diminuição da intensidade e da duração de um quadro de diarreia.

A goiaba é um alimento rico em compostos adstringentes, que acrescentam substância ao intestino solto, diminuindo assim os sintomas da diarreia.

Conclusão

Ou seja, pode ser que ao comer uma quantidade moderada de goiaba, você amenize um quadro de intestino preso ou diarreia. Porém, se exagerar e consumir muito em um intervalo pequeno de tempo, corre o risco de agravar esses problemas.

Você pensava que a goiaba prende ou solta o intestino? Consome esta fruta com regularidade em sua dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Publicidade
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Publicidade

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*