10 Formas Criativas Para Manter a Boa Forma

Especialista:
atualizado em 16/01/2020

Se tem uma coisa que não podemos negar que profissionais de educação física, instrutores e treinadores possuem na hora de criar e estabelecer treinamentos de malhação, é criatividade.

Tem o kangoo jumps, corrida de costas e até exercício inspirado na série de livros eróticos 50 tons de cinza. É tanta criatividade, que na hora de decidir se faz ou não alguma dessas atividades, o aluno pode parar para pensa um pouco e achá-las um pouco estranhas.

Entretanto, quem tiver a cabeça mais aberta e preferir as aulas de ginástica que fogem do lugar comum pode se divertir com esses exercícios mais diferentes:

1. Pole dance

Pole dance Fitness

Se você for fã das novelas brasileiras, provavelmente irá se lembrar da novela global Duas Caras, que foi ao ar entre 2007 e 2008, e que tinha uma personagem chamada Alzira, interpretada pela atriz Flávia Alessandra, que secretamente realizava performances de pole dance.

Depois que a novela foi ao ar, a prática virou um sucesso e as academias se encheram de mulheres que além de manter a boa forma, emagrecer, reduzir a gordura no corpo e tonificar os músculos do corpo conseguem melhorar a autoestima e até a vida sexual, já que os movimentos realizados em torno do poste de dança são bastante sensuais.

2. Treinamento circense

Trapezio

Quem quando criança ia ao circo e ficava encantado com as acrobacias realizadas pelos artistas e sonhava em ser como eles, pode realizar um pouco desse desejo com a malhação inspirada no circo.

Hoje em dia, é possível encontrar academias de ginástica que oferecem aulas de acrobacia, malabarismo e trapézio em exercícios que tonificam os músculos. Alguns deles, como é o caso do “Jukari Fit to Fly”, que foi validado pelo Cirque du Soleil, faz adaptações nos equipamentos, de maneira que eles sejam mais fáceis de serem manuseados por pessoas comuns, que não possuem tanta intimidade com o circo.

3. Karaokê

Cantando na academia

O uso de músicas para acompanhar as aulas na academia não é exatamente uma novidade, mas se exercitar ao mesmo tempo em que canta no karaokê é certamente uma forma bem diferente de malhação.

Unir música e ginástica é mais uma das ferramentas que os instrutores têm para deixarem as aulas menos enfadonhas e fazer com que os alunos se divirtam enquanto praticam a atividade física.

Além da música, dá para diversificar o treinamento colocando filmes para os alunos assistirem e até disponibilizando joguinhos para eles brincarem.

4. Malhando de salto alto

Malhar de salto alto

Pode soar um pouco estranho, mas dá para se exercitar usando até salto alto. Malhar com esse tipo de sapato faz com que o centro de gravidade das mulheres desloque-se para a frente, elas aprendem a manter a postura adequada, de maneira que os pés e a lombar não se lesionem e ainda fortalecem a parte inferior da perna e os músculos dos pés para diminuir as dores e estresse nos pés que podem aparecer no final do dia.

5. Academia urbana

Pilates em casa

Não estar matriculado em uma academia não serve mais de desculpa para não praticar exercícios físicos. Com criatividade, é possível usar objetos da própria casa, o quintal e até um parquinho de crianças como ambiente de malhação.

Por exemplo, uma barra pode virar ferramenta para os chamados pull-ups, exercícios em que o praticante se apoia com as mãos no objeto e impulsiona o corpo para cima, e pacotes de macarrão ou arroz podem ser uma alternativa para o levantamento de peso.

6. Bambolê

Bambolê Emagrece

Se quando criança você se divertia bastante brincando e girando com o bambolê, saiba que existe um ótimo motivo para reviver o passado e voltar a se movimentar com o brinquedo: 30 minutos interruptos da atividade correspondem a 500 abdominais.

7. Pular

Jump

Por mais que pulos pareçam uma brincadeira de criança, eles são um exercício aeróbico mais seguro que a corrida, por exemplo. O motivo para isso é que realizar saltos a partir de um trampolim diminui os riscos de impacto e lesões nos joelhos. Para intensificar mais ainda o treinamento, dá para pular enquanto carrega pesos ou bolas próprias de ginástica.

8. Malhação punk rock

Que estilo musical você acha que combina mais com uma aula de academia? Pop? Samba? Axé? E o punk rock? Por mais que seja menos provável encontrar uma sessão de ginástica sendo realizada ao som desse estilo, os adeptos do ritmo também conseguem unir música e exercícios físicos.

A chamada malhação punk rock não costuma acontecer em academias, mas sim em casas noturnas que recebem shows do estilo musical e os movimentos realizados pelos praticantes combinam com as batidas das músicas da vertente, como você pode ver na imagem abaixo:

punk-rockFoto: Associated Press/Josh Reynolds

9. Yoga + Malhação

Yoga

Teoricamente, a yoga é uma prática espiritual que inclui a meditação, mas sua presença marcante nas academias prova que ela também é bastante utilizada em benefício da manutenção da boa forma.

Tanto que hoje em dia existem diversas vertentes da atividade mescladas com outros exercícios físicos como a yoga kickboxing, disco yoga, além da yoga antigravidade, que utiliza tecidos pendurados para melhorar a flexibilidade e elasticidade do corpo de seus praticantes.

10. Malhando para cachorro

cachorro yoga

Você acha que malhação é exclusividade dos humanos? Engano seu! Saiba que quem acha que o seu cãozinho precisa fazer mais exercício do que simplesmente correr atrás de bolinhas ou dar uma voltinha pelo parque, pode mandar o animal para treinamentos próprios para bichinhos e aproveitar para se exercitar ao lado dele.

Em algumas academias, ainda é possível praticar a yoga ao lado do cachorro, na chamada doga. Nessa modalidade, além da presença do animal alegrar os donos, eles os ajudam em algumas posições e até recebem massagens que melhora a digestão dos bichinhos e o humor dos humanos.

Você tem outras ideias diferentes de exercícios para entrar em forma que fogem do convencional? O que você faz normalmente? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é personal trainer, formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário