Poejo

6 Benefícios do Chá de Poejo – Para Que Serve, O Que é e Indicações

Mentha Pulegium. Hortelãzinho. Erva-de-são-lourenço. Menta-selvagem. Poejo-real. Poejo-das-hortas. O que é isso? Estamos falando do poejo, uma planta medicinal de crescimento espontâneo e que é originária do Mediterrâneo e da Ásia Ocidental.

Ela é conhecida por apresentar propriedades digestivas, tônicas para o estômago, sudoríferas, relaxantes, carminativas (ajudam a eliminar gases), emenagogas (aumentam o fluxo menstrual), expectorantes, vermífugas, antissépticas, cicatrizantes e antiespasmódicas.

A planta pode ser consumida por meio do chá de poejo. E agora, vamos conhecer as indicações e os benefícios aos quais essa bebida está associada abaixo:

Para que serve? 6 benefícios do chá de poejo 

É na lista a seguir que você confere os benefícios e indicações do chá de poejo. Dá só uma olhada:

1. Saúde digestiva

Com suas propriedades carminativas, a planta medicinal utilizada no preparo do chá contribui com a eliminação dos gases que ficam presos e acumulados no sistema digestivo. Portanto, o chá de poejo pode ser eficiente para tratar problemas como flatulência e inchaço.

Além disso, as propriedades antiespasmódicas do chá de poejo ajudam a suavizar e a amenizar as dores estomacais.

2. Saúde respiratória

Graças ao fato de apresentar um alto teor do composto orgânico mentol, a erva é dotada de propriedades expectorantes e, portanto, pode contribuir com a eliminação de secreções acumuladas nos pulmões e auxiliar o tratamento de problemas como resfriados, combatendo os seus sintomas principais.

3. Combate a febre

Por conta de suas propriedades sudoríferas, ou seja, que estilam o suor, a planta medicinal também pode ser útil para colaborar com a diminuição da febre.

4. Melhoria da qualidade do sono

O chá de poejo também é sedativo e relaxante, o que significa que ele pode ajudar a relaxar o corpo, algo que é benéfico para ter uma noite de sono com maior qualidade. Ele também pode ser utilizado para combater os sintomas do nervosismo e auxiliar a diminuir a insônia.

5. Alívio de sintomas do período menstrual 

O chá de poejo pode contribuir com o alívio do desconforto e das dores provenientes da cólica menstrual. Entretanto, é importante lembrar que com suas propriedades emenagogas, a planta aumenta o fluxo menstrual.

6. Auxílio ao tratamento de ferimentos

As propriedades antissépticas e cicatrizantes do chá de poejo podem ser aproveitadas no uso externo em aplicações e banhos. Isso serve para ajudar a higienização de ferimentos, favorecer a cicatrização adequada e evitar infecções. 

Como fazer chá de poejo 

Ingredientes:

  • 10 g de folhas de poejo;
  • 200 ml de água fervente.

Modo de preparo:

  1. Colocas as folhas de poejo em uma panela e cobrir com a água fervente;
  2. Abafar até ficar morno. Coar o chá e ele estará pronto para o consumo.

Cuidados com o poejo 

Mulheres grávidas não devem consumir o chá de poejo, principalmente durante os primeiros meses de sua gestação porque a planta utilizada no preparo da bebida pode causar hemorragias e levar ao aborto.

Ele também não deve ser utilizado por mulheres que estejam amamentando os seus bebês e crianças com menos de 12 anos de idade. A planta também não é indicada para quem sofre com doença hepática ou renal pois pode agravar essas condições.

Quando ingerida oralmente ou aplicada à pele, a planta pode causar danos sérios ao fígado, aos rins e ao sistema nervoso. Ela ainda pode trazer efeitos colaterais como tontura, dor de estômago, náusea, vômito, queimação da garganta, febre, confusão, inquietação, convulsão, problemas de visão e audição, pressão arterial alta, falha dos pulmões e danos cerebrais.

Além disso, o uso repetido do extrato alcoólico da folha da planta em um período maior do que duas semanas já foi associado à morte.

Ao ser consumida em grandes quantidades, a erva fornece uma substância chamada pulegona, que é considerada tóxica. Portanto, é preciso ter moderação ao tomar a bebida. O consumo em excesso da planta pode causar parada respiratória.

Antes de usar a erva – em forma de chá ou em qualquer outra forma –, é aconselhável consultar o médico para saber se ela é apropriada para o seu caso, especialmente se você sofrer com alguma doença no momento ou tiver uma condição específica de saúde.

Não substitua nenhum tratamento apenas pelo uso do chá e se estiver utilizando qualquer tipo de medicamento também converse com o médico para saber se não existem riscos de interação entre o poejo e o remédio usado.

Você já tinha ouvido falar sobre o chá de poejo e seus benefícios para a saúde? Já experimentou essa bebida? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (68 votos, média: 4,10 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*