6 benefícios da farinha de espelta – O que é, para que serve e receitas

Especialista da área:
atualizado em 17/11/2021

A farinha de espelta, também conhecida como trigo vermelho, contém um valor nutricional muito superior à farinha de trigo (branca ou integral). A espelta faz parte da mesma família do trigo, é pouco conhecida no Brasil, mas contém propriedades únicas para compor uma alimentação extremamente saudável.

  Continua Depois da Publicidade  

Seus grãos possuem um sabor levemente adocicado e podem ser consumidos de diversas maneiras (os próprios grãos, os brotos ou a farinha de espelta). A farinha de espelta, principalmente, vem ganhando seu espaço nos pratos dos brasileiros, tendo em vista que possui diversas propriedades benéficas para o sistema imunológico.

O que é e para que serve a farinha de espelta?

farinha de espelta trigo vermelho

Este “primo” da farinha de trigo é um alimento rico em fibras e vitaminas do complexo B. Além disso, é possível perceber a presença de diversos minerais, como o cobre, magnésio, fósforo e principalmente, o ferro. O grão também é indicado por conter alto teor de proteínas e por ser um alimento de fácil digestão.

Além disso, a farinha de espelta contribui para acelerar o metabolismo e auxilia na redução do colesterol ruim do sangue (LDL). A espelta possui alto teor de fibras e também é indicada para quem deseja controlar a glicemia no sangue.

A farinha de espelta também pode ser utilizada por pessoas que sofrem de problemas de circulação e apresentam dificuldades de funcionamento das glândulas suprarrenais.

Além do mais, para quem deseja reduzir o glúten na alimentação, a farinha de espelta também é indicada, tendo em vista que contém menos glúten em sua composição quando comparada à farinha de trigo.

Entretanto, para as pessoas sensíveis ao glúten, é importante ressaltar que, muito embora contenha menos glúten que a farinha de trigo convencional, a farinha de espelta não deve ser utilizada para compor dietas sem glúten ou para quem sofre de doença celíaca.

  Continua Depois da Publicidade  

Propriedades nutricionais da farinha de espelta

A farinha de espelta é uma ótima alternativa para nutrir uma dieta que demanda muita fibra e nutrientes como as vitaminas do complexo B e vitamina E.

Uma porção equivalente a um quarto de xícara de farinha de espelta contém aproximadamente 100 calorias, o que é equivalente a 5% da ingestão diária recomendada (IDR) de calorias, baseando-se em uma dieta de 2.000 kcal. Nessa mesma porção, encontramos 4,3 gramas de proteína e 21 gramas de carboidratos.

Fonte de fibras

É possível contar com 3,2 gramas de fibra dietética em uma porção correspondente a ¼ de xícara de grãos de espelta, equivalente a aproximadamente 12% da recomendação diária de consumo de fibra para mulheres e 8% do recomendado para homens, de acordo com o Institute of Medicine.

Também é válido lembrar que refeições ricas em fibras proporcionam maior sensação de saciedade e influenciam na absorção dos açúcares pelo corpo, reduzindo o risco do desenvolvimento da diabetes do tipo 2.

É importante registar que quando ocorre um aumento da quantidade de fibras na nossa alimentação, é necessário aumentar a ingestão de água, uma vez que as fibras precisam dessa substância para passar pelo sistema digestivo e formar o bolo fecal.

A ingestão de pouca quantidade de água poderá resultar em cólicas abdominais e prisão de ventre.

  Continua Depois da Publicidade  

fibras

Benefícios da farinha de espelta

A farinha de espelta contém muitos nutrientes que outros tipos de cereais não possuem e apesar de ser rica em carboidratos, os níveis de proteínas e de fibras surpreendem a todos.

Vamos conferir em detalhes 6 importantes benefícios da farinha de espelta para a saúde:

1. Facilita a digestão dos alimentos

A farinha de espelta é altamente digestiva devido à presença elevada de fibras nos grãos. Quando abastecemos nosso corpo com alimentos ricos em fibras, automaticamente possibilitamos que o sistema digestivo trabalhe em harmonia, o que facilita a digestão dos alimentos e a absorção dos nutrientes.

Para se ter uma ideia, a fibra alimentar presente na farinha de espelta pode ajudar a reduzir o excesso de gases, constipação, cólicas, inchaço, diarreia e até mesmo problemas intestinais mais delicados, como úlceras gastrointestinais.

2. Proteção às funções cardiovasculares

O alto teor de fibras presente da farinha de espelta ajuda a diminuir os níveis de colesterol LDL (ruim) e aumentar o colesterol HDL (bom) presente no sangue. Esse cenário acontece porque a fibra tem a capacidade de interagir com os processos metabólicos a ponto de inibir a alta absorção de colesterol pelo organismo.

Como a farinha de espelta geralmente é feita a partir de grãos integrais, suas qualidades nutricionais podem, inclusive, influenciar diretamente na nossa saúde cardiovascular. Um estudo da Dinamarca, publicado pelo portal “The American Journal of Clinical Nutrition” no ano de 2016 constatou que as pessoas que comiam mais grãos integrais, de um modo geral, apresentavam riscos menores de ataques cardíacos.

  Continua Depois da Publicidade  

3. Promove a saúde da pele, dos ossos e vasos sanguíneos

As proteínas presentes na farinha de espelta são ótimas para promover a saúde da pele. Quando essas proteínas são combinadas com fósforo, seus efeitos são ainda mais abrangentes, influenciando diretamente no desenvolvimento de vasos sanguíneos e músculos, fortalecendo os ossos e a imunidade, e auxiliando na criação e renovação dos tecidos epiteliais.

Saúde dos ossos

4. Regula os hormônios sexuais

Os grãos de espelta apresentam uma grande quantidade de niacina (vitamina B3) ajudando na produção de hormônios sexuais em pessoas que sofrem com problemas como impotência sexual e disfunção erétil.

Isso ocorre porque a niacina tem a capacidade de interagir com as glândulas suprarrenais do nosso corpo, impactando diretamente na criação de hormônios sexuais.

5. Auxilia na regulação sanguínea

Nos grãos de espelta, é possível encontrar altos níveis de ferro e cobre, dois nutrientes essenciais para incentivar a criação de glóbulos vermelhos através da produção de eritrócitos. Quando os eritrócitos estão elevados, o corpo oxigena melhor os órgãos e os tecidos.

Junto com a melhoria da regulação do sangue é possível perceber o aumento da energia corporal e da capacidade de cicatrização do nosso corpo. Além disso, a regulação sanguínea pode influenciar até mesmo no crescimento dos cabelos.

O alto teor de ferro presente na farinha de espelta, também pode ajudar a combater a anemia.

  Continua Depois da Publicidade  

6. Reduz os níveis de açúcares do sangue

Embora contenha uma dose considerável de carboidratos, que podem ser convertidos em açúcares e trazer efeitos indesejados para diabéticos, a fonte de fibras encontrada no grão de espelta estabelece um contrapeso e neutraliza esse efeito, justamente por acelerar o metabolismo.

Como isso é possível? As fibras alimentares resistem ao processo de digestão, passando quase intactas pelo processo digestivo até chegar ao intestino grosso, inalteradas. Dessa forma, as fibras atuam no metabolismo formando uma espécie de gel (pectina e goma), o que torna o processo de absorção da glicose pela corrente sanguínea mais lento.

Redução de açúcar no sangue

Receitas com farinha de espelta

A partir do momento em que a farinha de espelta substitui com maestria a farinha de trigo, ela pode ser empregada no preparo dos mais diversos alimentos. A farinha do grão de espelta pode ser utilizada para a produção de biscoitos, bolos e massas nutritivas em geral, por exemplo, além de funcionar muito bem para engrossar caldos.

Ela também é indicada para fazer pães e pizzas com crostas crocantes, pois a espelta não apresenta a mesma resistência vista em outras variedades da família, como a farinha de trigo. 

Dessa maneira, vamos aprender 3 receitas saborosas que utilizam farinha de espelta.

1. Biscoito com farinha de espelta e aveia

Ingredientes:

  • 01 xícara de farinha de espelta;
  • 01 xícara de farinha de aveia;
  • 01 colher de chá de fermento;
  • ½ colher de chá de canela;
  • 02 colheres de sopa de mel;
  • ⅓ xícara de óleo vegetal;
  • ½ xícara de açúcar.

Modo de preparo:

Primeiramente, preaqueça o forno a 180º e unte uma assadeira. Em seguida, em uma vasilha, peneire todos os ingredientes secos (farinha de espelta e aveia, açúcar, a canela e o fermento). Então misture tudo e na sequência, adicione o óleo e o mel, sovando bem a massa. Por fim, quando obter uma massa homogênea, forme biscoitos e leve ao forno de 12 a 15 minutos ou até dourar. Depois, é só servir!

2. Pão de farinha de espelta com leite de soja

Ingredientes:

  • 400 g de farinha de espelta integral;
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio;
  • 1 colher de chá de sal;
  • 2 ovos batidos;
  • 320 ml de leite de soja.

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180º C. Então, em uma vasilha, junte a farinha de espelta, o bicarbonato e o sal e misture. Na sequência, bata os ovos até virar uma espuma, coloque o leite e depois junte essa mistura aos ingredientes secos. Em seguida, misture tudo com a ajuda de uma colher. Então unte uma forma retangular, despeje a massa e leve-a ao forno preaquecido por 45 minutos. Por fim, quando o pão estiver dourado, é só se deliciar.

pães integrais

3. Bolo de chocolate com farinha de espelta

Ingredientes:

  • 250 g de chocolate em barra;
  • 175 g de açúcar;
  • 125 g de manteiga sem sal;
  • 100 g de farinha de espelta;
  • 06 ovos, sendo 02 inteiros e 04 separados (4 gemas e 4 claras);
  • 02 claras;
  • 01 colher de sopa de extrato de baunilha caseiro;
  • 01 pitada de sal.

Modo de preparo:

Derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas, mexendo de 30 em 30 segundos, até obter um creme homogêneo. Então, em outra vasilha, junte 75 g de açúcar, os 2 ovos inteiros e as 4 gemas, batendo tudo muito bem. Depois, incorpore o creme de chocolate e o extrato de baunilha.

Bata as 6 claras em neve e as misture delicadamente na massa de chocolate, para garantir que o bolo fique fofinho. Depois, adicione a farinha de espelta e também misture delicadamente. Então, coloque a massa numa forma previamente untada com manteiga e cacau em pó e leve o bolo a forno preaquecido em 180º C, deixando assar entre 30 a 35 minutos. Por fim, faça o teste do palito antes de retirar do forno e aproveite todas as delícias nutritivas da farinha de espelta.

Fontes e referências adicionais

O que você achou dos benefícios da farinha de espelta? Pretende utilizá-la em sua dieta? Já conhecia esta variedade? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (24 votos, média 4,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário

7 comentários em “6 benefícios da farinha de espelta – O que é, para que serve e receitas”

  1. Muito bom o artigo sobre a farinha de espelta eu usei para fazer um bolo e gostei,e agora com mais conhecimento dos benefícios dessa farinha vou substituir a farinha de trigo branca pela farinha espelta e também vou fazer essas receitas.

    Responder
  2. Muito util e interessante
    este post sobre a farinha de espelta. E um excelente e muito saudavel substituto
    da farinha de trigo refinada, que se transforma em acucar no organismo, tornando-se prejudicial a
    nossa saude. Sem duvida vou adota-la para todas as finalidades. Aqui em Israel ela ja e bastante usada, produzem todo tipo de paes, seu consumo esta aumentando bastante.

    Responder
    • Acredito que em lojas de produtos naturais, onde encontramos linhaça, chia, cereais integrais, especearias, chás, própolis, etc . . .

      Responder