6 Remédios para Bronquite Mais Usados

Especialista:
atualizado em 19/05/2020

Além de conhecer os remédios para bronquite mais usados, a seguir você vai encontrar dicas de remédios caseiros que ajudam aliviar os sintomas da bronquite.

Não importa se você sofre de bronquite aguda ou bronquite crônica, em ambos os casos é importante tratar a doença e, muitas vezes, o uso de medicamentos é inevitável.

O uso de remédios para bronquite promove alívio quase que imediato dos sintomas. Se isso for combinado com a adoção de um estilo de vida mais saudável, você irá se surpreender com a melhora da sua qualidade de vida.

Saiba aqui quais são os melhores remédios para bronquite e o que mais você pode fazer para sofrer menos com a bronquite de agora em diante.

Talvez você também se interesse por remédios para aliviar a tosse e pelos melhores chás para a tosse, que é um sintoma muito comum em casos de bronquite.

Bronquite

A bronquite é uma condição respiratória que causa muito desconforto. Os tubos brônquicos – que são as passagens aéreas que ligam a boca e o nariz aos pulmões – ficam inchados e inflamados quando você tem bronquite. O resultado dessa inflamação traz sintomas como:

  • Tosse;
  • Congestão nasal;
  • Acúmulo de muco ou catarro;
  • Chiado no peito;
  • Sensação de aperto no peito;
  • Dor de cabeça;
  • Febre baixa;
  • Dor de garganta;
  • Dificuldade para respirar.

Tipos de bronquite

A bronquite pode ser de 2 tipos: aguda ou crônica. Os sintomas da bronquite aguda não persistem por muito tempo e logo desaparecem, mas a bronquite crônica é mais persistente e os sintomas costumam ir e voltar ao longo do tempo.

Bronquite aguda

Algumas características da bronquite aguda são:

  • Sintomas duram um período específico de tempo;
  • Bronquite segue um padrão parecido com o de um resfriado ou de uma gripe;
  • Os sintomas desaparecem depois de alguns dias ou semanas;

Bronquite crônica

Na bronquite crônica, sintomas como a tosse podem durar várias semanas e até mesmo alguns meses.

De acordo com a definição do National Health Service (NHS), a bronquite crônica é caracterizada pela presença de uma tosse diária com muco que aparece em pelo menos 3 meses do ano ou que ocorre eventualmente por 2 ou mais anos seguidos.

Muitas pessoas com a doença se queixam de sintomas principalmente nos meses de inverno e, por isso, os cuidados com a saúde nessa estação devem ser redobrados.

Se a sua tosse é seca e persistente, veja o que pode ser a tosse seca e como tratar esse problema.

Como se pega bronquite?

A bronquite é contraída quando um vírus, uma bactéria ou uma substância irritante qualquer causa uma inflamação dos tubos brônquicos.

As principais causas de bronquite aguda, por exemplo, são as seguintes:

  • Vírus;
  • Infecção bacteriana;
  • Exposição a substância que podem irritar os pulmões, como poeira, fumaça e poluição.

Quem fuma, convive com fumantes ou sofre de alergias como a asma tem um risco maior de ter bronquite.

A bronquite crônica acontece quando a irritação e os danos nos tecidos dos pulmões são frequentes. Possíveis causas dessa irritação constante incluem:

  • Fatores genéticos;
  • Episódios repetidos de bronquite aguda;
  • Exposição a longo prazo a substâncias irritantes;
  • Histórico de doenças respiratórias ou doença do refluxo gastroesofágico.

Bronquite é contagiosa?

Quando a bronquite é causada por uma infecção viral ou bacteriana, pode ocorrer a transmissão da infecção para outra pessoa através da tosse. No entanto, pode ser que o vírus cause apenas um resfriado e não desencadeie uma irritação nos pulmões.

Ainda que nem todos desenvolvam bronquite por meio do contato com pessoas doentes, algumas dicas úteis para diminuir o risco de transmissão são:

  • Lavar as mãos com frequência;
  • Cobrir a boca ao tossir – pode ser com um paninho ou com o próprio antebraço;
  • Evitar contato direto com bebês, idosos ou outras pessoas com o sistema imunológico mais frágil.

Remédios para bronquite mais usados

1. Antibióticos

Quando a bronquite é causada por bactérias, os antibióticos podem ser prescritos para interromper a infecção.

Se a bronquite não for causada por uma bactéria, usar o antibiótico não resolve e pode até prejudicar a sua saúde porque ele pode eliminar bactérias saudáveis do seu organismo.

2. Broncodilatadores

Os broncodilatadores geralmente são medicamentos inaláveis que atuam abrindo os tubos brônquicos, o que ajuda a eliminar o muco acumulado nos pulmões.

Além de facilitar a respiração, o broncodilatador ajudar a reduzir a tosse e o chiado no peito por causa do acúmulo de catarro. Exemplos de broncodilatadores usados como remédios para bronquite são o fenoterol e o salbutamol.

3. Mucolíticos

Os mucolíticos ou expectorantes aliviam sintomas comuns da bronquite como a tosse. Esse tipo de remédio ajudar a tornar o muco menos espesso, facilitando a saída do catarro.

Os supressores de tosse são outra classe de remédios usados para interromper a tosse. Porém, eles não são indicados se você ainda estiver expelindo muco pois suprimir a tosse nesse caso significa que suas vias aéreas não serão limpas adequadamente.

A acetilcisteína é um expectorante muito usado para ajudar os pulmões a expelir o catarro.

4. Anti-inflamatórios

Os anti-inflamatórios não esteroides ajudam a reduzir a inflamação nas vias aéreas e também combatem sintomas como a dor no corpo, na cabeça e na garganta.

O paracetamol e o ibuprofeno são os mais indicados como remédios para bronquite.

5. Esteroides

Os anti-inflamatórios esteroides inaláveis como a beclometasona também ajudam a diminuir a inflamação, mas são medicamentos mais fortes e, assim, mais eficazes.

No entanto, eles podem causar efeitos adversos graves se usados a longo prazo e não devem ser obtidos sem autorização médica.

6. Analgésicos

Os analgésicos não são um remédio para bronquite, mas eles podem ajudar quando há sintomas como febre, dor no corpo e dor de cabeça. Exemplos incluem a aspirina e o ibuprofeno, por exemplo.

Alguns remédios caseiros

Além de ajudar a tratar a bronquite, os remédios caseiros indicados abaixo podem trazer diversos benefícios adicionais para a saúde. Tais remédios podem ser usados na forma fresca em receitas, sozinhos ou na forma de chá, por exemplo. Veja quais são eles:

– Alho

Uma pesquisa publicada em 2016 no periódico Avicenna Journal of Phytomedicine sugere que o alho inibe o crescimento do vírus da bronquite. Além disso, ele apresenta propriedades curativas.

Se você não consegue comer alho ou tomar um chá feito com alho, talvez tomar uma cápsula de alho seja uma boa ideia para melhorar a sua imunidade e aliviar sintomas da bronquite.

– Gengibre

Um estudo de 2012 da revista científica Phytotherapy Research indica que o gengibre apresenta um efeito anti-inflamatório contra infecções respiratórias e pode ser ótimo para aliviar a bronquite.

– Cúrcuma

A cúrcuma é um tempero com propriedades terapêuticas especiais. Segundo um estudo publicado na revista Inflammation em 2011, ele apresenta propriedades antioxidantes e efeitos anti-inflamatórios melhores do que o do gengibre, o que reduz a inflamação e melhora a imunidade.

Outros remédios caseiros que podem ajudar incluem tomar mel ou fazer um gargarejo com água salgada para aliviar sintomas como irritação e dor de garganta.

Veja também uma comparação entre os benefícios da cúrcuma e do gengibre para a sua saúde.

Dicas para aliviar os sintomas da bronquite naturalmente

Os remédios para bronquite devem ser usados a curto prazo. Isso significa que é preciso adotar outras medidas para evitar as crises de bronquite e para fazer com que os sintomas sejam controlados. Algumas dicas que podem ajudar são mostradas a seguir:

– Descansar

Quem tem bronquite sente muita fadiga por causa da infecção em si e da tosse persistente. Descansar e dormir bem é essencial para que o sistema imunológico combata a infecção e para que você tenha mais energia.

A orientação do National Heart, Lung and Blood Institute é de que os adultos devem dormir de 7 a 8 horas de sono por noite enquanto que as crianças devem dormir de 10 a 12 horas.

– Hidratar-se

Sintomas como febre, respiração rápida e coriza podem levar à desidratação. Assim, é recomendado aumentar a ingestão de líquidos durante uma infecção respiratória para ajudar nos seguintes aspectos:

  • Evitar a desidratação;
  • Umedecer a garganta e reduzir a irritação;
  • Reduzir a espessura do muco e auxiliar na eliminação do catarro.

Além de beber bastante água, você pode ingerir sucos, chás, sopas e frutas ricas em água.

– Parar de fumar

Não é novidade nenhuma que a fumaça do cigarro prejudica os pulmões. Agora imagine o que essa fumaça não pode fazer com os pulmões de uma pessoa com bronquite.

Fumar danifica os tubos brônquicos, causa crises de tosse e deixa o sistema imune indefeso contra infecções. Ao parar de fumar, você limita esses danos e ajuda o corpo a combater melhor as doenças.

Se você é fumante, tente ao menos reduzir a quantidade de cigarros por dia e, se possível, tente parar de fumar. Aproveite para conhecer uma lista de benefícios de parar de fumar.

– Usar um umidificador

Os umidificadores de ar elevam os níveis de umidade do ar por causa do vapor. Isso é importante porque segundo um estudo de 2009 publicado no periódico Respiratory Medicine, a baixa umidade e a baixa temperatura estão associadas a um aumento no número de infecções do trato respiratório na população. A explicação é que a umidade baixa facilita a contração de infecções além de irritar as vias nasais e a garganta e gerar coceira nos olhos e na pele seca.

Manter o ambiente úmido também ajuda a afinar o muco e facilitar a sua saída pelas narinas. Se você não tem um umidificador, usar um recipiente com água quente no ambiente ou envolver a cabeça em uma toalha quente pode ajudar a aliviar os sintomas de bronquite.

É essencial manter o ambiente e o umidificador limpos para que mofo e bactérias não se proliferem no local.

Outra boa dica é fazer uma nebulização para aliviar a tosse e respirar melhor.

Quando buscar ajuda para a sua bronquite

Ainda que seja possível aliviar muitos sintomas em casa por meio de repouso e ingestão de líquidos, é importante procurar orientação especializada quando você apresentar:

  • Sangue no muco;
  • Sonolência ou confusão mental;
  • Sintomas recorrentes ou que pioram com o tempo;
  • Febre que dura mais de 2 dias;
  • Dor no peito;
  • Respiração rápida;
  • Tosse de dura mais de 3 semanas.

A bronquite é uma infecção muito séria que, quando não tratada, pode se espalhar e causar complicações como a pneumonia. Assim, o ideal é não esperar o problema piorar para consultar um médico.

Fontes e Referências adicionais:

Você já conhecia os remédios para bronquite mais usados? Já precisou tomar algum? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário