8 Remédios para Anemia Mais Usados

A anemia é uma doença bastante comum que se apresenta de diversas formas. Ela está relacionada principalmente a deficiências nutricionais, mas pode ter também outras causas. A anemia é diagnosticada quando há uma redução na quantidade ou alteração na saúde dos glóbulos vermelhos presentes no sangue.

A condição afeta mais de 3 milhões de pessoas nos EUA e mais de 2 milhões no Brasil. No mundo, cerca de 24,8% da população é atingida pela doença em algum estágio da vida. Vamos mostrar abaixo os remédios para anemia mais usados no tratamento dos vários tipos da doença.

Anemia

A anemia é uma condição muito comum em que a contagem de hemácias ou de hemoglobina no organismo é menor que os níveis considerados normais. Para homens adultos, a anemia é detectada quando a contagem de hemoglobina é menor que 13,5 gramas por 100 mL de sangue. Já para mulheres adultas, essa contagem não pode ser inferior a 12,0 gramas por 100 mL de sangue.

A anemia é causada por uma redução na produção de glóbulos vermelhos (hemoglobina) ou devido à perda dessas substâncias através de hemorragias ou outros problemas de saúde.

Tipos de anemia

Anemia é um termo bastante abrangente para tratar uma condição que pode resultar de diversas causas. As formas mais comuns de anemia têm a ver com deficiências nutricionais, podendo ser tratadas facilmente com o uso de algum suplemento específico e de mudanças na alimentação.

Para se ter uma ideia, existem mais de 400 tipos de anemia. Os principais são os listados a seguir:

– Anemia ferropriva

A anemia ferropriva ou por deficiência de ferro é o tipo mais comum de manifestação da doença. Ela é observada quando o corpo não apresenta ferro suficiente para produzir a hemoglobina, resultando na diminuição dos glóbulos vermelhos. Quando não há hemoglobina suficiente, o transporte de oxigênio e outros nutrientes para os tecidos do corpo é prejudicado.

As crianças são as mais sujeitas a sofrerem de anemia. Isso ocorre porque a maioria das crianças, principalmente as com menos de 3 anos de idade, não recebem ferro suficiente através da dieta. Além disso, mulheres com períodos menstruais intensos também podem sofrer de deficiência de ferro, já que o nutriente pode ser perdido pelo sangue menstrual.

Mulheres grávidas também podem sofrer com esta anemia já que o volume de sangue aumenta muito durante a gravidez, o que aumenta também a necessidade de ferro.

– Anemia por deficiência de vitamina B12

A anemia causada por deficiência de vitamina B12, em vez de diminuir a produção de glóbulos vermelhos, resulta em glóbulos vermelhos maiores do que o normal. Isso também é um problema, já que fica mais difícil transportar glóbulos vermelhos tão grandes através dos vasos sanguíneos e veias.

Desta forma, as células deficientes em vitamina B12 tendem a morrer mais rapidamente do que outras células normais, prejudicando o transporte de nutrientes e oxigênio em todo o organismo.

Existe também uma variação dessa anemia que é a anemia perniciosa. Nessa condição, o estômago não é capaz de absorver a vitamina, mesmo que o consumo diário seja adequado. Esse tipo de anemia requer a aplicação de injeções de vitamina B12 uma vez ao mês para garantir a presença da vitamina na corrente sanguínea.

– Anemia por deficiência de ácido fólico

A deficiência em ácido fólico também produz glóbulos vermelhos grandes assim como na deficiência de vitamina B12. Esse tipo de anemia é observado quando a pessoa não obtém ácido fólico suficiente através da dieta. O ácido fólico não é armazenado no organismo por muito tempo. Dessa forma, se não o obter pela dieta, rapidamente seu corpo ficará deficiente nesse nutriente.

– Anemia falciforme

A anemia falciforme é um tipo de anemia causada por um problema genético que leva à deformação dos glóbulos vermelhos no sangue.

– Anemia infantil

A anemia infantil pode ser causada por deficiência nutricional e tem esse nome por afetar principalmente crianças que ainda não completaram 3 anos de idade.

Sintomas

Algumas pessoas não apresentam sintomas quando estão com anemia. Porém, eles podem ser observados e variam de acordo com o tipo de anemia.

Os sintomas mais comuns que indicam anemia de leve a moderada incluem:

  • Fraqueza;
  • Fadiga;
  • Falta de ar.

Já os sintomas de anemia profunda incluem:

  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Zumbido nos ouvidos;
  • Pele pálida;
  • Perda de cabelo;
  • Inquietação na perna;
  • Confusão mental.

Sintomas específicos de anemia grave causada por deficiência de vitamina B12 ou ácido fólico são:

  • Inchaço da boca ou da língua.

Sintomas específicos de anemia perniciosa:

  • Dormência ou formigamento;
  • Irritabilidade e/ou depressão.
  • Cansaço, fadiga, palidez, batimento acelerado, falta de ar e ocorrência ou agravamento de condições cardíacas.

Geralmente, a anemia é detectada através de hemograma simples. Já o tratamento da doença depende muito da causa do problema.

Remédios para anemia mais usados

1. Combiron

O Combiron ou Combiron fólico é um medicamento comumente usado para tratar anemia causada por deficiência de ferro e também por deficiência de ácido fólico. Ele pode ser composto por ferrocarbonila, sais de glicinato férrico ou outros sais de ferro que servem para aumentar a produção de hemoglobina no organismo.

O seu principal efeito é proporcionar o aumento de ferro no organismo e normalizar também os níveis de ácido fólico. Um medicamento similar que pode ser receitado pelo médico é o Neutrofer.

2. Noripurum

O Noripurum ou Noripurum fólico é um dos remédios para anemia ferropriva e para deficiência em ácido fólico. O seu princípio ativo é a ferripolimaltose, que apresenta benefícios em relação aos suplementos de sulfato ferroso por apresentarem menos efeitos colaterais.

Pode ser prescrito em casos de anemia profunda, já que proporciona uma reposição rápida de ferro. O remédio apresenta ferro III, que é essencial para a formação da hemoglobina, facilitando então o transporte de oxigênio e nutrientes para as células. Pode ser usado durante a gravidez.

Outros remédios para anemia com ferripolimaltose que podem ser prescritos pelo médico incluem o Ultrafer e o Endofer.

3. Redoxon

O redoxon é um complexo vitamínico que, além de lutar contra a anemia, é rico em vitamina C. Ele ajuda a melhorar o sistema imunológico e a normalizar carências nutricionais associadas com a anemia.

4. Ferronil

O ferronil é um suplemento de sulfato ferroso usado no tratamento de diversos tipos de anemia resultantes de deficiências nutricionais. Um medicamento similar presente no mercado é o anemifer, também composto por sulfato ferroso.

Existem ainda outros destes remédios para anemia que são usados para tratar a deficiência em ferro, como o Hemototal, Fervit, Fetrival, Iberol e Vitafer.

5. Suplementos de vitamina B12

Suplementos de vitamina B12 podem ser prescritos pelo médico caso suspeite de anemia por deficiência de vitamina B12. Basta tomar o produto de acordo com instrução médica ou seguir as informações descritas no rótulo para normalizar os níveis de vitamina B12 no organismo.

6. Suplementos de ácido fólico

No caso de anemia relacionada à deficiência de ácido fólico, é indicado a suplementação com ácido fólico, conhecido também como vitamina B9. Pode ser indicado pelo médico também um suplemento de complexo B, que apresenta a vitamina B12 além da B9. Outros remédios para anemia para tratar a deficiência de ácido fólico incluem o Folifolin e o Endofolin

7. Hidroxiureia

Esse é um medicamento específico para o tratamento de anemia falciforme. É prescrito usado também no tratamento de alguns tipos de câncer. A hidroxiureia é capaz de aumentar a produção de um tipo de hemoglobina chamada de hemoglobina fetal, que ajuda no transporte de oxigênio e nutrientes pelo organismo.

8. Talidomida

A talidomida é um remédio também específico para o tratamento de anemia falciforme. Ele não deve ser usado por mulheres gestantes em hipótese alguma, já que pode causar danos sérios ao desenvolvimento do feto. É um medicamento muito forte controlado pelos órgãos de saúde e usado também no tratamento de condições como AIDS, lúpus e lepra.

Receitas caseiras e alimentos para a anemia

Além do tratamento com os remédios para anemia citados acima, a condição também pode ser tratada e evitada através de uma dieta rica em nutrientes contendo principalmente alimentos com ferro. Os alimentos com maior teor de ferro disponíveis para consumo são:

  • Cereais e pães ricos em ferro;
  • Vegetais verde-escuros como couve, agrião e espinafre;
  • Feijão;
  • Peixes;
  • Ovos;
  • Carnes brancas e vermelhas;
  • Frutos secos como damascos, passas e ameixas.

Existem ainda alguns alimentos ricos em nutrientes como ácido fólico e vitaminas do complexo B que podem ajudar no tratamento de pessoas anêmicas.

O melaço, por exemplo, pode ser usado em diversas receitas e apresenta cerca de 3,5 miligramas de ferro por colher de sopa.

Cereais integrais sem açúcar são ótimos no combate à anemia, já que são enriquecidos com ferro, vitamina B12 e ácido fólico.

O fígado de boi também é muito rico em ferro. Ele é o alimento que proporciona a maior quantidade de ferro por porção (cerca de 5,8 miligramas por porção de 85 gramas de bife de fígado). Além disso, o fígado bovino apresenta todas as vitaminas do complexo B em sua composição.

A beterraba é um vegetal rico em ácido fólico, além de outros nutrientes importantes. Para manter o poder nutritivo do vegetal, é necessário manter a pele durante o cozimento.

Lembrete

Se você for vegetariano ou vegano, pode ser que a sua ingestão de ferro esteja comprometida. Dessa forma, o recomendado é consultar um nutricionista para ter certeza de que está obtendo todas as necessidades nutricionais através da alimentação. Se necessário, ele irá te receitar um suplemento vitamínico para repor a ausência de quaisquer nutrientes.

Dicas finais

Consuma alimentos ricos em vitamina C, pois ela ajuda na absorção de ferro. Além disso, evite a ingestão de café ou chá enquanto se alimenta, já que a cafeína presente nessas bebidas reduz a absorção de ferro. Prefira tomar bebidas com cafeína entre as refeições, e não durante.

Por fim, a anemia é muito comum e atinge milhões de pessoas. Mesmo assim, os seus tipos mais recorrentes são muito fáceis de tratar e facilmente diagnosticados. Desta forma, a dica final é manter seus exames de sangue atualizados para detectar rapidamente qualquer indício de anemia, já que algumas vezes os sintomas não são observados, e tomar corretamente os remédios para anemia que seu médico receitar, caso seja diagnosticada a doença.

Além disso, mantenha sempre uma dieta equilibrada e rica em nutrientes de vários tipos, incluindo o ferro e vitaminas do complexo B.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Referências adicionais:

Você já precisou tomar algum destes remédios para anemia que separamos acima? Que tipo da condição foi diagnosticada pelo seu médico? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (9 votos, média: 4,33 de 5)
Loading...

10 comentários em “8 Remédios para Anemia Mais Usados”

  1. Tenho a Ferritina muito baixa que os valores normais, assim como a Vitamina B está no limite mínimo preconizado.

  2. Minha mãe Teve hemorragia grave após crise hipertensiva. Perdeu muito sangue pelo nariz e boca. Anemia profunda agora.

  3. PRECISO SABER COMO CHAMA O METODO DE APLICACAO VIA ENDOVENOSA DE NORIPURUM INJETAVEL NA VEIA – o

    seria : OBLACAO

  4. O remédio que tomo é o Noripurum. Minha anemia é ferropriva. Meu fluxo menstrual de uns anos para cá se tornou muito intenso e não como carne desde o início da adolescência. Isso contribui para a anemia ir e voltar constantemente.

  5. Qual o melhor remédio pra anemia,tomo Fisiogen já tomei noripurum e a anemia não melhora já estou assim deveste-te uns 8anos?

Deixe um comentário