9 Sinais Que Sua Casa Está Fazendo Você Engordar

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Além de entrar em uma dieta equilibrada e fazer exercícios físicos, quem deseja ou precisa emagrecer deve se certificar que o ambiente em que vive contribui para o seu processo de perda de peso. Afinal, vamos pensar juntos, será que é mais fácil seguir a dieta vivendo em uma casa em que a toda hora surgem tentações alimentícias ou morando em um local em que guloseimas e alimentos gordurosos quase não entram?

Por isso, saiba que se você está tentando perder peso mas não consegue, uma das razões por trás do problema pode ser justamente o ambiente em que você vive. Para ter certeza de que é isso o que realmente está acontecendo com você, não deixe de conferir a seguir a nossa lista com os 9 sinais de que sua casa está fazendo você engordar e descubra o que pode fazer para tornar a sua residência um ambiente mais saudável:

1. O armário da sua cozinha está lotado

5aboaforma - despensa

Quando o armário da sua cozinha está tão lotado que você precisa dividir os produtos entre ele, a geladeira e gavetas, você pode ter aí uma oportunidade de ficar tentado a comer, o que não faz parte de uma dieta saudável.

Por exemplo, seja na hora de armazenar um alimento ou procurar um ingrediente, você provavelmente precisará mexer nos outros produtos. É aí que você pode se deparar com uma guloseima, como um pacote de balas ou salgadinhos, e o desejo por eles pode surgir. Se você for uma pessoa forte que consegue resistir a essas tentações, tudo bem, mas vai que está em um dia ruim e não aguenta vencer o desejo? É sempre melhor deixar essas comidas bem longe dos olhos, para não correr riscos.

Como mudar?

Faça uma limpeza no seu armário! Verifique se não há alimentos que já passaram da validade e jogue-os fora. Deixe os doces no fundo, bem longe das vistas. Caso tenha alguma comida que ainda pode ser consumida, mas que você sabe que não deve ou que provavelmente não irá comer, por que não doar para alguma pessoa necessitada?

2. As comidas saudáveis estão escondidas

5bboaforma - frutas

Naquela hora em que bate uma fome e você precisa fazer um lanchinho e está atarefado e com muita pressa, o que é mais fácil: procurar uma fruta ou cereal armazenado na gaveta de baixo ou pegar aquele pacote de batata frita visível no armário e que só precisa ser aberto para ser consumido? A segunda opção, certo?

Colocar os alimentos mais saudáveis em lugares mais escondidos da cozinha é algo que não ajuda a fazer com que eles sejam escolhidos na hora em que a fome aperta. Em alguns casos, as pessoas não refletem, apenas vão a cozinha e pegam o primeiro alimento que surge na frente. Aí quando vão ver, exageraram nas calorias sem ao menos perceber.

Como mudar?

Basta deixar sempre as comidas saudáveis visíveis. Uma dica é ter uma fruteira grande ou preparar uma cesta ou uma tigela de frutas e deixar no centro da mesa. Para facilitar mais ainda nos momentos corridos, você também pode cortar uma maçã ou uma pera antes e deixar em pote bem visível dentro da geladeira.

3. Os aparelhos de ginástica estão escondidos

5cboaforma - ginastica

Se você possui uma bicicleta ergométrica, uma esteira e halteres em casa e costuma deixá-los em um cômodo ou escondidos debaixo de algum lugar da residência, saiba que essa é uma maneira de esquecer que eles estão por lá e deixar a malhação de lado.

Por exemplo: sábado à tarde, você tem um tempo livre. O que prefere fazer? Tirar uma soneca, se jogar no sofá e assistir televisão? Talvez se um desses equipamentos de ginástica estivessem a mostra na sala ou no seu quarto, eles chamariam a sua atenção e você seria lembrado de que precisa treinar um pouquinho.

Como mudar?

Deixe sempre os seus aparelhos de ginástica à vista, para que você não se esqueça deles. Coloque os halteres na sala, próximoa à televisão ou em uma parte visível do armário. Se tiver espaço no quarto, coloque ali a sua bicicleta ergométrica ou a esteira. Caso não caiba e você opte por ter um quarto de ginástica, mantenha sempre a porta do cômodo aberta, para que quando você passe em frente os veja e seja relembrado da necessidade de malhar.

4. Seus convidados não estão colaborando

5dboaforma - amigos

Quando você convida amigos para irem à sua casa, que tipo de programa vocês gostam de fazer? É uma noite regada à bebida e aperitivos calóricos, pois seus convidados não aceitam opções de cardápio mais saudáveis? Se a resposta for sim, isso é sinal que eles não estão colaborando muito com a sua dieta.

Ter um tempo de diversão com os amigos é excelente para relaxar e aliviar o estresse da rotina puxada do dia a dia. Entretanto, se com o artifício de agradá-los você começar a participar das comilanças exageradas, provavelmente não irá ter o efeito que deseja na perda de peso.

Como mudar?

Isso não quer dizer que você precisa excluir esses amigos da sua vida, de maneira nenhuma. Mas em vez de deixar que eles te influenciem, que tal influenciá-los positivamente? Quando vocês forem se reunir e alguém surgir com a ideia de comer algo menos saudável, sugira um prato não tão calórico.

Se eles não aceitarem, persista e coma você mesmo – nem que seja a única pessoa a fazer isso – de maneira mais prudente. Com o tempo, eles irão perceber os efeitos positivos na sua forma física, entenderão a importância da alimentação equilibrada e até poderão querer seguir o seu exemplo.

Outra sugestão é buscar fazer novas amizades com pessoas que levam um estilo de vida mais saudável. A academia, por exemplo, pode ser um ótimo local para conhecer esse tipo de gente. Combine programas como uma corrida no parque e peça dicas de receitas mais leves. Se a pessoa for alguém que já está há um tempo no mundo da alimentação equilibrada e dos exercícios físicos, peça dicas de como você pode melhorar o seu desempenho.

5. Sua casa é pouco iluminada

5eboaforma - escuro

Não é nenhuma novidade que dormir mal atrapalha o processo de perda de peso, já que quando uma pessoa não tem uma boa noite de sono os níveis de seus hormônios que controlam a fome ficam desregulados e ela pode acabar se sentindo mais faminta e comendo alimentos nada saudáveis como guloseimas e fast foods.

Além disso, um estudo do International Journal of Endocrinology (Jornal Internacional de Endocrinologia) identificou que indivíduos adultos que não dormem bem e têm contanto com pouca iluminação possuem menores taxas do hormônio leptina – responsável pela sensação de saciedade – no organismo, enquanto os que eram expostos a ambientes mais iluminados tinham maior concentração desse hormônio no corpo.

Como mudar?

Além de ter uma boa noite de sono, é importante abrir bem as janelas do quarto assim que acordar e deixar que a luz natural invada o ambiente. Assim, você terá um cômodo mais iluminado e também despertará de maneira mais rápida.

6. Você coloca a comida para ser servida na mesa de jantar

5fboaforma - comida

Pense bem: você está almoçando ou jantando com sua família e tem à sua frente diversos pratos como carne, verduras, batata e macarrão, por exemplo. Não fica mais difícil resistir à tentação e repetir a porção de algum desses alimentos, extrapolando a quantidade definida na dieta para cada refeição, quando eles estão bem ali pertinho de você, chamando a sua atenção? Pior ainda se alguém da sua família não for muito sensível ao seu momento, resolver preparar algo que você não pode comer e deixar o prato proibido ali na mesa.

Como mudar?

Uma tática é não colocar os alimentos na mesa de jantar e deixá-los na cozinha, fazendo com que você se sirva diretamente das panelas. Assim, quando você levar o seu prato para a sala de jantar, não terá que ficar observando as comidas e terá menos vontade de repetir. Um estudo feito pela Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, identificou que esse hábito diminuiu em 10% o consumo de comida de mulheres.

Outra sugestão é montar o seu prato e na sequência já guardar os alimentos no forno ou na geladeira, de maneira que caso você queira repetir terá que reaquecer as comidas, o que dará muito mais trabalho. Mesmo se acabar insistindo e resolver comer mais uma vez, todo esse processo dará tempo para que seu corpo fique saciado e as suas porções provavelmente serão menores.

7. Sua casa fica aconchegante demais no começo da noite

5gboaforma - aconchego

Ter um canto de sossego em casa em que você possa se aconchegar e descansar dos dias estressantes no trabalho é ótimo, mas também pode fazer com que você se acomode e te impeça de sair para praticar algum exercício físico noturno. Por exemplo: você chega em casa, toma um banho, põe seus pijamas, janta e deita na cama para ver televisão, sendo que ainda não são nem 20h da noite. É uma rotina bem confortável e difícil de ser alterada para a inclusão de uma corrida ou caminhada, por exemplo.

Como mudar?

Quando chegar em casa, após tomar o seu banho, em vez de colocar os pijamas, que tal vestir roupas normais ou de ginástica? Você ainda pode deixar a casa bem iluminada e colocar músicas mais agitadas para tocar. Um estudo identificou que as canções mais animadas estimulam as pessoas a andarem em um ritmo mais acelerado. Dessa maneira, você pode se sentir mais ativo e resolver sair para dar uma corrida ou caminhada após o jantar.

8. Há muitas televisões em sua casa

5hboaforma - comendo tv

Você sabia que o risco de sobrepeso ou obesidade aumenta à medida que o tempo que uma pessoa passa em frente à televisão aumenta? A razão para isso é que o hábito está ligado ao sedentarismo. Em alguns casos, as pessoas assistem aos programas somente para passar o tempo, quando não têm mais nada para fazer.

Como mudar?

Não estamos dizendo que você deve ser radical e nunca mais ver televisão na sua vida. Mas tirar o aparelho do seu quarto ou da cozinha pode ser uma boa tática para evitar os momentos sedentários nos fins de semana e feriados, em que você senta para ver TV e se entope de aperitivos calóricos sem nem ao menos perceber.

Tente também diminuir o tempo que você fica assistindo aos programas, dando preferência àqueles que você realmente gosta e tirando uma parte do seu período livre para fazer uma atividade mais ativa, como dar uma volta de bicicleta, por exemplo.

9. Seus pratos e tigelas são grandes demais

5iboaforma - prato

A não ser que você seja uma pessoa extremamente controladora com suas porções, ao se servir em pratos e tigelas maiores você inconscientemente pode acabar querendo enchê-los por completo e comendo mais do que deve nas refeições. Outro estudo da Universidade de Cornell, dos Estados Unidos, identificou que ao utilizarem tigelas maiores na refeição, adultos e crianças acrescentaram maior quantidade de cereal e acabaram consumindo 44% a mais de calorias.

Como mudar?

Para reduzir o tamanho de suas porções, e por consequência a quantidade de calorias que você consome, diminua também o tamanho dos pratos e tigelas da sua casa. De acordo com Brian Wansink, autor do livro Slim By Design: Mindless Eating Solutions for Everyday Life, o tamanho de um prato não pode passar de 22,8 a 25,4 cm e o de uma tigela deve ser menor do que 50,8 cm.

Você conseguiu identificar algum destes erros cometidos normalmente em seu cotidiano? O que precisa mudar em sua casa para ajudar a perder peso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário