Ácido Linoleico Conjugado CLA – Benefícios, Efeitos Colaterais, Como Tomar, Alimentos e Dicas

Muitas pesquisas são desenvolvidas todos os anos com o objetivo de identificar possíveis alimentos e substâncias que possam auxiliar na redução do risco de diversas doenças e no tratamento de problemas de saúde, como o colesterol alto, a obesidade, as doenças cardiovasculares, entre muitas outras.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) desenvolveu muitos programas com o objetivo de fortificar os alimentos básicos com ingredientes que tenham potencial bioativo e que possam colaborar com a melhoria da saúde da população ao redor do mundo.

Conheça abaixo o ácido linoleico conjugado (CLA), saiba mais sobre seus benefícios, quais os alimentos que contêm este nutriente e aprenda como tomar no seu dia a dia.

Qual a importância das gorduras na alimentação?

O tratamento e a prevenção de doenças e da obesidade é uma luta constante para os profissionais da área de saúde. Da mesma forma, a indústria de alimentos e de medicamentos oferece muitas opções de novos produtos que possam auxiliar no processo de emagrecimento e de redução da gordura corporal.

Muitos estudos estão voltados para alguns tipos de gorduras que auxiliam na busca por estes resultados. Apesar de muitas vezes serem vistas como ruins dentro da alimentação, as gorduras são parte essencial da dieta e possuem inúmeros benefícios ao organismo.

Entre os muitos tipos de gorduras, os chamados ácidos graxos essenciais, que não são produzidos pelo corpo, fornecem energia para as funções vitais e atuam em muitos processos, auxiliando na melhoria do bem-estar físico e mental.

Os alimentos que contêm estes ácidos graxos essenciais são chamados de alimentos funcionais e podem trazer muitos benefícios à saúde.

Na categoria dos ácidos graxos, estão inseridos os famosos ômega 3 e ômega 6, que são consideradas gorduras saudáveis e que fazem parte do grupo dos ácidos graxos poli-insaturados. Estes nutrientes são considerados essenciais para a saúde e devem ser adquiridos através da alimentação ou através da adequada suplementação, pois não são produzidos pelo organismo.

Veja mais:

Portanto, existem duas principais famílias de ácidos graxos poli-insaturados: a família ômega 6, que é representada pelo ácido linoleico, e a família do ômega 3 que é representada pelo ácido alfa-linolênico. Estes, por sua vez, dão origem a outros ácidos graxos essenciais de cadeias mais longas.

O que é o ácido linoleico conjugado?

Durante um estudo em 1985, pesquisadores demonstraram que existiam componentes presentes no extrato da carne bovina que eram capazes de inibir a progressão de um tumor em células epiteliais de camundongos. Em 1987, utilizando-se de técnicas de espectrofotometria e cromatografia, estes pesquisadores conseguiram isolar e caracterizar estes componentes antimutagênicos na fração lipídica da carne, descobrindo quatro isômeros derivados do ácido linoleico.

O ácido linoleico conjugado é um ácido graxo, conhecido como Conjugated Linoleic Acid – CLA, em inglês. Este ácido graxo é originado a partir da reação de isomerização que ocorre durante o metabolismo do ácido linoleico nos animais ruminantes, sendo produzido por bactérias que vivem no interior do intestino destes animais.

Ele faz parte de um grupo de oito isômeros que são parecidos em estrutura com o ácido linoleico (que é conhecido como ômega 6), porém contendo em sua cadeia duplas ligações conjugadas e não separadas por um grupo metileno, como acontece no ácido linoleico. Os isômeros de ácido linoleico, porém, não são substitutos para este nutriente como ácido graxo essencial, apesar de sua estrutura parecida.

Os isômeros de ácido linoleico conjugado ocorrem naturalmente em diversos alimentos de origem animal em animais ruminantes, como o boi, o cordeiro e a vitela, incluindo carnes e os produtos lácteos. O CLA também pode ser encontrado de forma natural em diversos outros alimentos, como mariscos, perus e até mesmo em óleos vegetais, entre eles os óleos de girassol, de milho e de soja.

Quais os benefícios do ácido linoleico conjugado?

Existem muitos estudos sobre o ácido linoleico conjugado que mostram muitos benefícios deste ácido graxo. Algumas pesquisas indicam que ele auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e também de diversos tipos de câncer, aumento da mineralização óssea, promove o metabolismo da glicose e da insulina de forma saudável, além de também ser importante na formação da massa muscular.

Além disso, o CLA também auxilia na redução dos níveis de triglicérides e do colesterol ruim (LDL), e estimula a oxidação das gorduras, promovendo a redução do tecido adiposo. Estudos mostraram que o CLA inibe a atividade da lipase lipoproteica, que é uma enzima responsável pela decomposição das gorduras que estão na corrente sanguínea e armazenamento das mesmas nas células de gordura.

Uma pesquisa apresentada pela American Journal of Clinical Nutrition com homens e mulheres que foram submetidos ao consumo de cápsulas de CLA, sem realizar mudanças nos hábitos de vida, mostrou que houve uma perda significativa de gordura com o consumo deste nutriente, reduzindo de 7 a 9% de gordura corporal.

Outro estudo realizado por um grupo de pesquisadores suecos, publicado no Nutrition Journal, em 2000, mostrou uma redução de 2,7 kg de gordura no grupo que utilizou o CLA em comparação com o grupo que não utilizou o suplemento.

Ao longo dos anos, os animais de pastagem livre passaram a ser criados em currais para engorda e, com esta mudança, passaram a ter uma alimentação mais baseada em grãos. Alguns estudos mostraram que houve uma redução de 75% na quantidade deste nutriente nos animais somente devido a esta mudança. Isto também causou uma redução deste nutriente na alimentação da população.

Pesquisadores nos Estados Unidos acreditam que a redução da quantidade de CLA disponível na alimentação pode estar vinculada ao aumento dos índices de doenças cardiovasculares, de alguns tipos de câncer, além de estar diretamente relacionado ao crescimento dos índices de excesso de peso e obesidade, pois este nutriente tem potencial para reduzir gordura corporal e também desenvolver a massa muscular.

Ainda não existe uma quantidade suficiente de pesquisas que possam comprovar cientificamente que a suplementação de ácido linoleico conjugado realmente reduza o peso corporal, porém estudos mostram algum efeito positivo na redução do tecido adiposo para os grupos que utilizaram doses acima de 3 g de CLA por dia, reduzindo medidas especialmente na região abdominal no caso de homens obesos.

Como tomar o ácido linoleico conjugado e quais os efeitos colaterais?

O CLA pode ser encontrado em alimentos como as carnes de boi, o leite, os queijos, os iogurtes, os óleos vegetais, entre muitos outros, mas pode também ser consumido em forma de suplemento, sendo facilmente encontrado em lojas especializadas de produtos naturais.

O suplemento de ácido linoleico conjugado deve ser consumido antes das refeições, recomendando-se uma média de 15 a 20 minutos antes de cada refeição, com um copo de água. A dosagem recomendada de uso é sempre indicada pelo fabricante do suplemento na rotulagem, variando conforme o produto, porém, geralmente a dose diária é entre 3,0 e 6,0 g por dia.

Para melhorar os resultados com o uso deste produto, é importante que se faça uma alimentação saudável e também que se pratique atividades físicas.

O uso deste nutriente como suplemento é bastante seguro, porém em pesquisas e estudos sobre toxicidade, com o uso de doses elevadas de CLA, foram identificados alguns efeitos colaterais, apesar de estes serem bastante raros.

O uso deste nutriente de forma prolongada e em doses excessivas pode provocar sintomas de dores de estômago, diarreia, náuseas, flatulência, pode causar o aumento dos níveis de gordura no fígado, interferir de forma ruim na ação da insulina, além de gerar estresse oxidativo, provocando um aumento na produção dos radicais livres.

Atualmente, existe muita discussão a respeito deste nutriente e, embora seus efeitos fisiológicos tenham sido estudados, os mecanismos de ação deste ácido graxo no organismo ainda não foram completamente identificados e ainda são controversos. Desta forma, é necessária a busca por novas pesquisas e existe a necessidade de novas investigações sobre este nutriente.

Conclusão

O ácido linoleico conjugado (CLA) é um suplemento bastante utilizado e que possui inúmeros benefícios à saúde, ajudando no processo de emagrecimento, na melhoria do sistema cardiovascular e prevenindo diversas doenças. A utilização deste produto deve ser sempre feita em conjunto com uma alimentação saudável e com atividade física adequada.

Referências adicionais:

Você já conhecia os benefícios do ácido linoleico conjugado para a saúde e boa forma? Já experimentou sua suplementação e obteve bons resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (17 votos, média: 3,12 de 5)
Loading...

Deixe um comentário