Anticoncepcional Gynera Engorda ou Emagrece?

Especialista:
atualizado em 03/06/2016

Desde o tempo do surgimento das pílulas, dois problemas comuns são relatados pelas mulheres: a retenção de líquido e sensibilidade das mamas. Além disso, antigamente as pílulas eram mais carregadas em hormônios, fazendo com que, mesmo após a interrupção da ingestão da pílula, fosse necessário esperar meses até que a ovulação fosse normalizada e pudesse ser possível engravidar.

Isso não acontece mais hoje em dia, a partir do momento que se deixa de tomar a pílula ou outro método contraceptivo como injeção, adesivo ou DIU já é possível tentar engravidar sem problemas. Esse é um avanço que ocorreu ao longo de 50 anos, sem interferir nos efeitos de prevenção que chegam a 99%. Dentre os avanços, a diminuição em até dez vezes da dose hormonal nos anticoncepcionais fez com que muitos dos efeitos colaterais diminuíssem, como por exemplo, a cólica menstrual.

Os anticoncepcionais são produzidos, em sua maioria, com os hormônios estrogênio e progesterona sintéticos, o que muda, de fato, entre uma marca e outra é a dosagem de estrogênio que leva o nome de etinilestradiol e a progesterona que pode assumir nomes como drospirenona, gestodeno, desogestrel, ciproterona, clormadinona e levonorgestrel. Os benefícios e efeitos colaterais causados pelas misturas hormonais mudam de organismo para organismo. Mas, veja algumas especificações abaixo para saber se o anticoncepcional Gynera engorda.

Propriedades do anticoncepcional Gynera

Gynera é um contraceptivo oral monofásico, que combina o componente estrogênico etinilestradiol e com o componente progestogênico gestodeno. O Gynera age primeiramente inibindo a ovulação, por suprimir a liberação de gonadotrofinas e, adicionalmente, bloqueia a maturação folicular e altera o muco cervical, dificultando a penetração dos espermatozoides. Etinilestradiol e gestodeno são absorvidos rápida e quase que completamente pelo trato gastrintestinal.

O anticoncepcional Gynera engorda?

Se você percebe que está engordando ou mais inchada do que o normal e tem praticado atividades físicas e se alimentado corretamente, provavelmente trata-se de alguma outra disfunção do organismo, como por exemplo um problema de tireoide ou ainda uma explicação mais simples como o uso do anticoncepcional.

O efeito da retenção hídrica, que se agrava principalmente na TPM e aumenta o peso na balança, não significa necessariamente que o anticoncepcional Gynera engorda, mas que você está retendo mais líquidos que ainda não foram eliminados; isso geralmente costuma melhorar com o passar dos meses.

Trata-se apenas de um depósito de água que precisa ser drenado do corpo. Alguns anticoncepcionais auxiliam nessa missão, ajudando a liberar a retenção, pois bloqueiam os receptores do corpo que estimulam a reabsorção de água. O Gynera não tem como função principal drenar essa água, sendo possível então a retenção de líquido em algumas mulheres que já possuem predisposição para isso, mas não em decorrência do consumo do anticoncepcional, que fique bem claro.

Anticoncepcional Gynera emagrece?

Algumas usuárias do anticoncepcional Gynera que ingerem a pílula há muitos anos refutam a afirmação de que o anticoncepcional Gynera engorda, mas também afirmam que ele não ajuda a emagrecer: o que ocorre é que a composição hormonal existente no medicamento simplesmente não interfere na dieta.

Como mencionado, o Gynera não tem como função principal a redução do líquido retido do corpo, mas também não causa retenção por conta própria, ou seja, o seu corpo pode inchar e adquirir retenção hídrica por outros motivos e o Gynera não irá ajudar a solucionar, mas, caso tenha uma vida saudável e realize práticas de atividades constantes, provavelmente não haverá problema nenhum. As usuárias afirmam que em 4 ou 5 anos que ingeriram a pílula, o peso se manteve estável.

Outras indicações

O Gynera ajuda no combate de cabelos e pele oleosos, por ser rica em gestodeno que possui efeito antiandrogênico, que regula a oleosidade da pele e reduz o surgimento de cravos. Após três meses de uso, já é possível perceber resultados satisfatórios. O anticoncepcional Gynera ajuda até mesmo aquelas mulheres que possuem glândulas sebáceas superativas.

Possíveis soluções

Para combater os efeitos colaterais da pílula que causam sensação de ganho de peso, o ideal é realizar exercícios com regularidade. Isso ajuda o corpo a se manter sempre em movimento, com a circulação em ordem, e isso pode ajudar na eliminação da retenção de líquido.

Alguns alimentos, principalmente frutas e vegetais, também podem auxiliar na liberação do inchaço, principalmente alimentos anti-infamatórios e ricos em antioxidantes. Porém, se mesmo assim o seu corpo não estiver respondendo da forma como deveria, consulte seu médico ginecologista para uma possível troca de anticoncepcional que ajude na eliminação do líquido do corpo.

Algumas marcas específicas realmente podem aumentar esses problemas, bem como a opção da injeção ou adesivo anticoncepcional. Uma alternativa para a não interferência de retenção é o DIU de cobre, que não possui hormônios.

Contraindicações do anticoncepcional Gynera

O anticoncepcional não deve ser ingerido por mulheres grávidas, com transtornos graves da função hepática, que tiveram antecedentes de icterícia idiopática gravídica e prurido gestacional grave, síndrome de Dubin-Johnson e de Rotor, tumores hepáticos (atuais ou já tratados), processos tromboembólicos ou com antecedentes, anemia falciforme, carcinoma de mama ou de endométrio (tratados ou atuais), diabetes grave com alterações vasculares, transtornos do metabolismo lipídico, antecedentes de herpes gravídico, otosclerose agravada durante gestações precedentes e sangramento genital anormal de causa indeterminada. Para mais esclarecimentos, consulte um ginecologista.

Como tomar?

Assim como qualquer anticoncepcional em pílula, deve ser ingerida uma drágea por dia, de preferência após o café da manhã ou o jantar, iniciando no primeiro dia do ciclo menstrual (primeiro dia de sangramento).

Nos ciclos subsequentes, deverá ser observado um intervalo de 7 dias entre a última drágea do ciclo e a primeira drágea do ciclo que se inicia, período em que ocorrerá a menstruação. O Gynera pode ser prescrito durante o período pós-parto ou pós-aborto, após a primeira menstruação normal.

Você conhece alguém que utilize e afirme que o anticoncepcional Gynera engorda ou emagrece? Tem receio destes possíveis efeitos colaterais? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (33 votos, média: 3,76 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário