Buclina Engorda Mesmo? Em Quanto Tempo?

Especialista:
atualizado em 05/07/2020

A Buclina já é muito conhecida no mercado pelo seu suposto efeito de ganho de peso. A seguir, iremos descobrir se a Buclina engorda mesmo e em quanto tempo ela dá resultados. Explicaremos com detalhes o que ela é, para que serve, como funciona, como tomar, quais os seus efeitos colaterais e descobrir se ela faz mal à saúde.

Enquanto uns estão na luta diária para perda de peso, outros tentam ganhar alguns quilinhos a mais e isso pode ser tão difícil quanto o processo de emagrecimento. A facilidade ou dificuldade em ganhar peso envolve diversos aspectos como fatores genéticos, hormonais, alimentação e nível de atividade física. Para ajudar nessa missão, é possível contar com a ajuda de medicamentos que de alguma maneira estimulam o ganho de peso. Entre eles está a buclina.

A Buclina está longe de ser o único remédio usado para engordar. As fórmulas e seus efeitos são incontáveis. Acetato de Megestrol, Cobactin, até gengibre, ervas e especiarias são utilizados com a finalidade de abrir o apetite. É importante que você conheça os 12 remédios mais usados para engordar e seus efeitos colaterais.

Também vale a pena conferir as melhores dicas de como engordar rápido e com saúde. São dicas importantíssimas para lhe auxiliar no processo de ganho de peso da maneira certa.

Por fim, se você conhece a Buclina é muito provável que você também conheça o Cobavital. Veja a comparação entre eles e descubra qual o melhor para engordar: Buclina ou Cobavital?

O que é a Buclina?

Buclina é o nome comercial de um medicamento cujo princípio ativo, ou seja, a substância responsável pelo seu efeito no organismo, é o dicloridrato de buclizina. Este fármaco é um composto anti-histamínico, classe a que pertencem medicamentos antialérgicos por exemplo.

Ele é vendido na forma de comprimidos de 25 mg. Sob outros nomes comerciais, de outros fabricantes, o cloridrato de buclizina pode ainda ser vendido em associação a vitaminas e minerais.

Para que serve a Buclina?

O dicloridrato de buclizina foi desenvolvido há muitos anos atrás e já foi utilizado no tratamento de diversas condições, como enjoo, reações alérgicas, vômitos, enxaqueca (em conjunto com analgésicos), diabetes, tontura causada pelo movimento, vertigem e insônia. Em todas elas ele não teve sua eficácia comprovada e agora é comercializado como um estimulante do apetite, como auxiliar no ganho de peso em adultos e crianças.

Como funciona a Buclina?

O efeito orexígeno, que é o efeito de estimulação do apetite (ao contrário de anorexígeno), ainda não tem seu mecanismo totalmente determinado. Acredita-se que, por ter efeito hipoglicemiante, reduzindo a concentração de açúcar no sangue, o medicamento estimula a produção de insulina, levando o sistema nervoso central (centro do apetite do hipotálamo) a desencadear uma sinalização que aumenta o apetite.

Um efeito colateral da buclina, que é a sonolência, também ajudaria a aumentar o apetite.

Podemos concluir que a buclina engorda mesmo?

O medicamento é aprovado para comercialização pela Anvisa, isso significa que a agência reguladora de medicamentos no Brasil aceitou as alegações de eficácia do laboratório que produz a Buclina; ou seja, que a Buclina engorda mesmo. Muitas pessoas dizem sentirem os efeitos estimulantes do apetite e se beneficiarem dos seus efeitos ganhando peso.

Na bula da Buclina encontramos citações de cerca de 5 estudos publicados por pesquisadores em que pessoas adultas e crianças ganharam peso com a ingestão de cloridrato de buclizina. Entretanto, alguns especialistas questionam a disponibilidade de estudos científicos que comprovem essa indicação da buclina. Seu argumento é de que existem poucos estudos que foram publicados a mais de 40 anos em revistas científicas de baixo impacto, com metodologias questionáveis. Portanto, eles acreditam que seriam necessários estudos mais profundos e envolvendo um número maior de pessoas para coleta de dados mais confiáveis sobre a eficácia do cloridrato de buclizina como orexígeno.

Para decidir se a buclina é indicada no seu caso, converse com seu médico, ele é o único que pode te orientar e fazer a prescrição caso os possíveis benefícios possam ser vantajosos para você, nunca faça automedicação.

Antes de decidir tomar qualquer medicação, é preciso investigar se não existem outras condições patológicas por trás do quadro de baixo peso, como distúrbios hormonais e psicológicos por exemplo. Se houver, essas condições devem ser tratadas antes que qualquer outra alternativa seja utilizada.

Se você não sabe qual medicamento tomar para engordar, você deve estar em dúvida entre a Buclina e o Cobavital. A escolha entre Cobavital ou Buclina para engordar não é fácil. O primeiro possui uma ação mais completa, pois conta com a Cobamamida, ao passo que o segundo, por não conter anabolizantes esteróides, não oferece efeitos secundários indesejados. Não deixe de conferir.

Em quanto tempo é possível ver resultados?

Relatos dizem que dependendo da alimentação seguida pelo paciente, seja possível ganhar até 5 quilos por mês. Isso, claro, vai depender de cada indivíduo e vários fatores, sendo o principal o seguimento de uma dieta adequada.

Tenha em mente que apenas tomar o medicamento não irá por si só fazer você ganhar peso. Ele apenas vai ajudar a conseguir comer uma maior quantidade para que isso se reverta em quilos extras. Será preciso seguir uma dieta balanceada, pois ao comer muitas calorias provenientes de alimentos pobres nutricionalmente como aqueles ricos em açúcar e gordura, pode te fazer ganhar na sua maioria, apenas gordura e ainda levar à falta de vitaminas e minerais.

Associar a buclina, com uma dieta adequada e exercícios como a musculação pode também trazer resultados ainda melhores, pois a musculação estimula o crescimento muscular, com isso, o peso que ganhar será em grande parte de massa magra, que é a forma mais saudável e esteticamente mais desejável.

Como tomar Buclina?

A posologia recomendada pelo fabricante é de um comprimido de 25 mg via oral meia hora antes do almoço e outro comprimido meia hora antes do jantar. Para crianças de 6 a 12 anos, ao invés de 1 comprimido, deve-se ingerir meio antes de cada refeição.

Quais os efeitos colaterais?

O principal efeito colateral da Buclina é a sonolência. Diversos pacientes relatam um aumento da sonolência ao longo do dia e isso pode ser perigoso para profissionais que trabalham operando máquinas ou dirigindo, por isso essas atividades devem ser evitadas. A sonolência pode acontecer apenas nas primeiras semanas de tratamento.

Outros efeitos colaterais podem incluir constipação, boca seca, depressão, retenção urinária, diarreia, náusea, fadiga, palpitações, tremores e dores de estômago. Porém, eles ocorrem com menor frequência.

Muitos pacientes que se medicam com a Buclina podem ter o quadro de acne aumentado, mas sabendo que as espinhas são resultado de uma série de fatores, será que o medicamento foi o principal responsável pelo aumento desse quadro? Para responder essa pergunta, confira se buclina da espinha.

A Buclina faz mal?

A buclina não deve ser utilizada por pacientes gestantes ou amamentando pois um estudo em animais indicou um possível efeito adverso para o feto e não existem informações que comprovem a segurança nesses casos.

Além disso, pessoas fazendo uso de álcool e determinados medicamentos como depressores do sistema nervoso central, anti-histamínicos, neurolépticos, antiparkinsonianos, anticolinérgicos, antiespasmódicos, atropínicos, disopiramida, antidepressivos tricíclicos devem utilizar o medicamento apenas sob próximo acompanhamento médico pois podem haver interações.

Condições prévias de insuficiência renal e hepática, glaucoma de ângulo aberto, retenção urinária, hiperplasia prostática, obstrução piloro-duodenal e epilepsia devem ser atentamente avaliadas pelo médico antes da utilização de buclina.

Caso você não se encaixe nas situações acima, exceto a ocorrência frequente do efeito sedativo, não existem grandes contraindicações para o consumo de buclina.

Você acredita que Buclina engorda mesmo? Compartilhe sua experiência abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (512 votos, média: 4,07 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

2 comentários em “Buclina Engorda Mesmo? Em Quanto Tempo?”

  1. Engorda sim, estou tomando a dois meses e já engordei 7 kilos, pesava 46 já estou com 53, nunca engordava e na primeira semana de uso já comecei a ganhar peso.