10 causas de dor no couro cabeludo e o que fazer

Especialista da área:
atualizado em 22/02/2022

Não é incomum ouvir queixas de agulhada, queimação, sensibilidade e dor no couro cabeludo. A dor pode ser tão forte, ao ponto da pessoa não conseguir escovar os cabelos. Há diversas causas por trás desse problema, que podem ser simples, como penteados apertados, até doenças mais complicadas. 

Veja quais são as causas mais comuns de dor no couro cabeludo e o que fazer. 

  Continua Depois da Publicidade  

Penteados apertados

Cabelo preso
Penteados muito apertados podem provocar essas dores

O uso prolongado de penteados que puxam muito o cabelo podem causar dor no couro cabeludo, e até dor de cabeça. Prender os cabelos com muita força também pode quebrar os fios e promover a queda, chamada de alopecia por tração

O uso de acessórios, tais como presilhas, elásticos, boné, capacete, chapéus e tiaras também podem provocar as dores. 

O que fazer

Você não precisa deixar de amarrar os cabelos no dia a dia, pois isso pode ser prático e necessário em sua ocupação. Só prenda-o de maneira mais folgada, sem puxar muito os fios.

Queda dos fios (tricodinia)

A queda dos fios pode deixar a região afetada mais sensível, causando dor no couro cabeludo. A tricodinia causa a sensibilidade excessiva do couro cabeludo, fazendo com que a pessoa sinta dor ao tocar a cabeça e ao escovar os cabelos. 

Quando a dor no couro cabeludo e a queda intensa de cabelo não estão associadas a outros problemas de saúde ou sintomas, elas podem ser um sinal de que há questões psicológicas e emocionais que precisam de atenção e tratamento. 

  Continua Depois da Publicidade  

O que fazer

As opções terapêuticas incluem shampoo, loções tópicas e medicamentos orais. Também há opções de medicamentos injetáveis diretamente no couro cabeludo, que reduzem a queda e estimulam o crescimento de novos fios. Além disso, é recomendada a psicoterapia, para tratar as possíveis causas do problema.   

Oleosidade excessiva

O excesso de oleosidade é uma causa indireta da dor no couro cabeludo, isso porque esse problema deixa a pessoa mais suscetível à dermatite seborreica, as famosas caspas. A presença das caspas no couro cabeludo gera coceira, e isso pode machucar e causar dores no couro cabeludo. 

O que fazer

Usar um shampoo antioleosidade, diariamente ou em dias alternados, e passar o condicionador apenas nas pontas. Você pode usar um shampoo antirresíduos uma vez por semana ou fazer um detox capilar. Complemente os cuidados com uma máscara para cabelos oleosos ou ampolas, uma vez por semana. No momento da lavagem, não use água quente. 

Couro cabeludo ressecado 

O oposto da oleosidade excessiva também pode causar dores no couro cabeludo, ou seja, o ressecamento. Esse problema está diretamente associado à descamação do couro cabeludo, o que provoca coceira e irritação, aumentando a sensibilidade e a dor na região. 

O que fazer

Usar um shampoo com ação hidratante e evitar aqueles destinados à limpeza profunda, pois promovem o ressecamento. O ideal é lavar o cabelo apenas duas vezes na semana com água morna. Se for usar o secador de cabelos, não deixe o ar muito próximo à raiz.  

Tratamentos químicos 

Os procedimentos químicos feitos no cabelo, como alisamento, coloração, progressiva e permanente empregam produtos agressivos, que podem causar inflamações e até queimaduras no couro cabeludo, o que é bastante doloroso.  

  Continua Depois da Publicidade  

O que fazer

Lavar o cabelo com shampoos suaves e não usar produtos com álcool. Procure por produtos que contenham vitamina E e aloe vera na composição, pois ajudam a acalmar e hidratar a pele irritada.

Deixe os cabelos secarem naturalmente e escove os fios com cuidado, para não machucar ainda mais o couro cabeludo. Espere a recuperação completa, para fazer qualquer outro tratamento químico nos cabelos. 

Exposição ao sol sem proteção

Dor na careca
Principalmente pessoas calvas podem sofrer com esse tipo de dor

O sol não queima somente a pele, ele também pode provocar queimaduras no couro cabeludo. Pessoas calvas ou com cabelos muito claros ou finos são mais suscetíveis a sofrerem de dor, ardência e queimação no couro cabeludo causadas pela exposição ao sol. 

A queimadura também pode ser causada pelo uso constante e descuidado de secadores e pranchas

O que fazer

Evite a exposição prolongada ao sol no período das 10h e 16h, quando os raios solares são mais intensos. Aplique filtro solar nas partes expostas do couro cabeludo, se houver, ou use bonés e chapéus para protegê-lo. 

Foliculite capilar

A foliculite capilar é a inflamação do folículo piloso, que é a porção do pelo que fica dentro da cabeça. As causas desse problema podem ter origem infecciosa ou inflamatória. 

  Continua Depois da Publicidade  

Na foliculite infecciosa, o folículo piloso é invadido por algum microrganismo, que ativa uma resposta inflamatória no nosso organismo. A inflamação na foliculite inflamatória não é desencadeada por um microrganismo, mas por alguma alteração no funcionamento do nosso sistema de defesa, alguma anormalidade no fio ou outras causas que são geralmente desconhecidas. 

Os sintomas da foliculite capilar envolvem o aparecimento de “espinhas” ou pequenas feridas no couro cabeludo, que podem conter pus e causar dor, sangramento e coceira. 

A foliculite capilar pode gerar complicações, como quedas de cabelo e até calvície definitiva.

O que fazer 

Quando a foliculite é causada por bactérias, o tratamento é feito com antibióticos e anti-inflamatórios tópicos, alguns casos mais graves exigem o uso de medicação oral. O tratamento da foliculite inflamatória é diverso e depende de cada caso mas, no geral, é feito com corticóides tópicos ou orais.

Arterite temporal

Arterite temporal
A arterite temporal provoca uma dor de cabeça latejante nas laterais da testa

As artérias temporais fornecem sangue à cabeça e ao cérebro. Quando o revestimento dessas artérias fica inflamado, ocorrem diversos sintomas, sendo o principal a dor de cabeça latejante em um ou ambos os lados da testa. Além dessa dor latejante, a arterite temporal também deixa o couro cabeludo mais sensível

As causas da arterite temporal ainda são desconhecidas, mas parecem ter relação com alguma disfunção do sistema imune. Esse problema acomete, principalmente, mulheres com mais de 50 anos. 

O que fazer

O tratamento é feito com corticoides, como a Prednisona, prescrito por um reumatologista. 

Líquen plano pilar

No líquen plano pilar, o próprio sistema imune da pessoa destroi a parte do folículo piloso onde estão as células tronco. Como consequência, perde-se o folículo piloso, que é substituído por um tecido cicatricial. O local do couro cabeludo afetado torna-se incapaz de produzir novos fios, acarretando a perda definitiva de cabelos (alopecia cicatricial). 

Os sintomas que denunciam o problema são coceira, queimação e descamação no couro cabeludo, deixando-o mais sensível e dolorido. Com a progressão da doença, começam a aparecer falhas no couro cabeludo, principalmente no topo da cabeça

O que fazer

O tratamento tem como objetivo retardar a progressão da doença e aliviar os sintomas. São utilizadas medicações como a hidroxicloroquina e doxiciclina, com ação anti-inflamatória. 

Câncer no couro cabeludo

Há três tipos mais comuns de câncer de pele que podem afetar o couro cabeludo, o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. Apesar deste último tipo ser o menos frequente, ele é o mais grave. 

O couro cabeludo é um local suscetível ao desenvolvimento de câncer por estar constantemente exposto aos raios ultravioletas. O diagnóstico de câncer no couro cabeludo costuma ser bem tardio, por ser uma região comumente coberta pelos fios de cabelo. Por isso, o câncer nessa região pode ser mais letal do que em outras partes do corpo. 

Daí a importância de se identificar o câncer no couro cabeludo precocemente. Normalmente, ele se manifesta com feridas, verrugas ou manchas. Essas lesões coçam, doem e, frequentemente, sangram. Também podem parecer machucados ou espinhas que nunca cicatrizam. 

O que fazer

O principal método de tratamento de câncer no couro cabeludo é a remoção do tumor com cirurgia. Quando não é possível realizar a cirurgia, o médico pode optar pela radioterapia, quimioterapia, crioterapia, cauterização e curetagem ou terapia fotodinâmica.

Fontes e referências adicionais

Você já sentiu dor no couro cabeludo? Qual foi a causa da sua dor no couro cabeludo? Quais causas de dor no couro cabeludo ainda eram desconhecidas para você? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário