Chá de jambolão para diabetes é bom mesmo?

Especialista da área:
atualizado em 28/05/2021

Você descobriu que desenvolveu um quadro de diabetes e está sendo bombardeado com dicas e notícias? Uma delas é o uso do chá de jambolão para diabetes? Então, vamos entender juntos se ele é bom mesmo!

  Continua Depois da Publicidade  

Mas antes, vamos falar sobre a diabetes

Antes de tratarmos se o chá de jambolão para diabetes é bom, vamos falar um pouco sobre a doença. Bem, a diabetes é uma doença que ocorre quando os níveis de açúcar (glicose) no sangue estão muito altos.

A saber, a glicose sanguínea é a maior fonte de energia para o organismo e é vem dos alimentos que consumimos meia da dieta.

Por sua vez, o pâncreas produz a insulina, hormônio que auxilia a glicose obtida dos alimentos a chegar até as células, para servir como fonte de energia. Mas, você sabia que ela também é relevante para o surgimento da diabetes?

Isso porque em um quadro da doença, o corpo não produz insulina o suficiente, qualquer quantidade do hormônio ou não consegue utilizar a insulina apropriadamente. Assim, a glicose permanece no sangue e não dá conta de chegar até as células.

Já ouviu falar do uso do chá de jambolão para diabetes?

Chá de jambolão para diabetes

Antes de sair por aí acreditando que o chá de jambolão é bom mesmo para diabetes, precisamos confirmar se ele realmente possui propriedades que podem ajudar.

Até porque a doença não é brincadeira e precisamos levá-la a sério. Afinal, ela pode gerar complicações como pressão alta, doença no coração, acidente vascular cerebral (AVC), doenças dentais, danos nos nervos e problemas nos olhos e pés.

Há relatos que o caule, as folhas e o fruto do jambolão teriam efeitos no metabolismo da glicose.

No entanto, certos estudos sobre a ação da planta em ratos e camundongos geraram resultados bastante controversos.

O que os estudos dizem sobre o chá de jambolão para diabetes

Um dos estudos foi publicado por um grupo da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais. Os autores demonstraram que, após sete dias de tratamento de ratos com um extrato da Syzygium cuminy (nome científico do jambolão), houve uma redução nos níveis de glicose dos animais.

  Continua Depois da Publicidade  

Os autores especulam que este efeito não seria direto sobre a glicose, mas um efeito sobre a diminuição no peso e na ingestão alimentar dos ratos.

Enquanto isso, uma pesquisa de um grupo de cientistas da Índia apontou que algumas frações do extrato da Syzygium cuminy diminuíram os níveis de glicose em camundongos.

Conforme os pesquisadores, o resultado foi uma ação indireta, fruto da quantidade de fibras presentes no preparado empregado no experimento.

Um outro estudo publicado por um grupo de pesquisadores do Centro de Ciências da Saúde da Universidade de Santa Maria demonstrou que o extrato do jambolão foi capaz de reduzir a glicemia em um modelo animal e inclusive sugeriu um mecanismo para isso.

Estes são apenas alguns dos estudos que realmente demonstram os efeitos benéficos do jambolão sobre a glicose. Vale ressaltar, entretanto, que são sempre modelos animais.

Ou seja, não temos como afirmar que ao tomar chá de jambolão para diabetes, uma pessoa tenha esses mesmos efeitos que se observou nos animais.

Estudos em humanos

Até porque o primeiro estudo sobre a da ação das folhas de jambolão com seres humanos saudáveis, do ano 2000, não conseguiu identificar qualquer tipo de efeito em relação aos níveis de glicose.

Os autores compararam três tipos diferentes de tratamento em pacientes com diabetes tipo 2: placebo (substância neutra, sem efeitos), glibenclamida (remédio para diabetes) e o chá de folhas de Syzygium cumini.

  Continua Depois da Publicidade  

Após 28 dias, os autores demonstraram que a glibenclamida promoveu uma redução significativa sobre os níveis de glicose. O chá de folhas de jambolão se comportou como o placebo. Isto é, sem efeito clínico significativo sobre os níveis de glicose.

Houve ainda uma terceira pesquisa com 27 pacientes, que não indicou qualquer tipo de efeito do jambolão sobre as taxas de glicose dos pacientes diabéticos.

Isso mostra que se os estudos em animais demonstraram ações benéficas do Syzygium cumini, os experimentos feitos em seres humanos não trouxeram resultados promissores.

Em suma

Os efeitos do jambolão na diabetes não foram completamente elucidados. Embora existam relatos da eficácia desta planta, além de resultados animadores em estudos com animais, os resultados em humanos são desapontadores.

Os mecanismos de ação permanecem indeterminados. Como outros produtos na moda, o jambolão não deve ser utilizado de maneira isolada no tratamento da diabetes.

Pesquisas em animais não permitem estudar os efeitos colaterais do jambolão como medicamento para a diabetes. Já os estudos em humanos sugeriram que há algumas reações gastrointestinais.

Eesses possíveis efeitos colaterais do jambolão em seres humanos precisam ser bem determinados para que se avalie os seus riscos e benefícios como medicamento.

Ou seja, cuidado com o chá de jambolão para diabetes

Não podemos recomendar o uso do chá de jambolão para diabetes. Entretanto, se ainda assim você ficar com vontade de testar, não faça isso sem antes conversar com o seu médico. Ouça o que ele pensa a respeito disso e tirar todas as suas dúvidas com o profissional.

E nada de tomar o chá de jambolão para diabetes como substituto do tratamento que o médico indicou, pois isso pode ser bastante perigoso para a saúde.

Não custa lembrar que a diabetes pode resultar em uma série de complicações graves para as pessoas que sofrem com ela, especialmente se não houve o tratamento correto.

É importante registrar que mesmo os produtos naturais como os chás à base de plantas podem provocar efeitos colaterais, ter contraindicações e fazer mal ao serem usados ao mesmo tempo em que certos medicamentos.

Tenha em mente que este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir as recomendações profissionais e qualificadas do médico.

Vídeo

Já desconfiou que tem diabetes? Então, confira quais são os sintomas da doença, com a nossa nutricionista no vídeo abaixo:

Fontes e referências adicionais

Você tem ou conhece alguém com diabetes? Tem conseguido seguir o tratamento direitinho? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário