Combiron Engorda? Para Que Serve e Como Tomar

Especialista:
atualizado em 09/10/2019

O combiron é um remédio muito conhecido no tratamento de anemias. A seguir, você descobrirá se o combiron engorda e aprenderá tudo sobre como tomá-lo do jeito certo, dos seus efeitos colaterais, das contraindicações e de outras peculiaridades acerca deste medicamento.

Enquanto um medicamento pode ser útil para o tratamento e até mesmo a cura de uma doença, não dá para negar que alguns de seus efeitos colaterais podem ser um tanto quanto incômodos. E uma dessas reações é o aumento de peso.

Mas como agir em relação a isso? Se não dá para trocar ou deixar de tomar o remédio, o jeito é procurar conhecer o que ele pode causar ao organismo e preparar-se para enfrentar seus efeitos.

Por exemplo, será que o Combiron engorda? Vamos descobrir abaixo!

Para que serve Combiron?

Antes de descobrir se o Combiron engorda mesmo ou não, vamos conhecer para que serve o medicamento. Ele pode ser encontrada em duas versões: em gotas e em comprimidos, que é chamado de Combiron Fólico.

Os remédios são indicados para o tratamento de anemias ferroprivas, ou seja, causadas pela falta de ferro no organismo, que podem ser provocados por distúrbios nutricionais ou medicamentosos.

Combiron e Combiron Fólico também podem atuar na prevenção e no tratamento de anemias que surgem durante a gestação, no período de amamentação, no pós-parto, a infância, a adolescência, a vida adulta e a terceira idade (idosos).

Porém, se você não é muito adepto de medicamentos (ou simplesmente tenta evitá-los, quando possível), você pode optar por alimentos ricos em ferro, para ajudá-lo tanto na prevenção quanto no tratamento da sua anemia.

E se você está preocupado apenas com o combiron por si só, você também pode buscar outras alternativas de remédios para anemia que seja melhor para você do que o combiron.

O Combiron Fólico ainda pode ser utilizado para prevenir os defeitos do fechamento do tubo neural, que é constituído por estruturas que dão origem o eixo central do sistema nervoso, na cabeça e na coluna vertebral do feto.

O Combiron em gotas não exige a apresentação da receita médica para ser comercializado, mas é mais seguro consultar o médico antes de começar a tomar para se certificar de que o remédio é realmente indicado e seguro para o seu caso. Por outro lado, o Combiron Fólico pode ser vendido somente mediante a apresentação da receita médica.

Combiron engorda? 

De acordo com a bula do Combiron em gotas, o medicamento pode trazer como um de seus efeitos colaterais a distensão abdominal, que também é descrita como um aumento do volume da barriga, como fruto de uma intolerância gastrointestinal.

Ou seja, o remédio pode deixar a barriga mais cheia, o que dá uma aparência de que o peso aumentou. Essa reação adversa é descrita como uma reação muito comum, ou seja, que ocorre em 10% ou mais dos pacientes que fazem uso do medicamento.

Por outro lado, também mencionada na categoria dos efeitos colaterais muito comuns, está a anorexia. Trata-se de um distúrbio alimentar que provoca uma diminuição grave do peso, acima do que é considerado saudável.

Assim como acontece com a versão em gotas do medicamento, Combiron Fólico também pode causar o aumento do volume da barriga em decorrência de uma intolerância gastrointestinal e a anorexia, que aparecem em sua bula na categoria das reações muito comuns.

Entretanto, diferente do modelo em gotas, Combiron Fólico apresenta outra reação adversa que influencia o peso corporal: a perda de apetite. O efeito está classificado na categoria das reações adversas sem frequência conhecida.

Com a diminuição do apetite, é provável que o usuário coma menos e experimente certa diminuição em seu peso corporal.

Assim, não podemos bater o martelo e dizer que Combiron engorda ou emagrece. Conforme os efeitos colaterais informados pela bula, tanto uma reação quanto a outra pode ser observada.

E ao sofrer com os efeitos citados – aumento do volume da barriga, perda de apetite e, principalmente, anorexia – é fundamental buscar a ajuda do médico para saber como proceder.

Outros efeitos colaterais

Combiron em gotas e Combiron Fólico também podem causar os seguintes efeitos colaterais:

  • Intolerância gastrointestinal;
  • Náusea;
  • Prisão de ventre;
  • Diarreia;
  • Azia ou queimação (pirose);
  • Coceira;
  • Erupção maculopapular eritematosa – lesões avermelhadas na pele;
  • Descoloração das unhas;
  • Pioderma facial – lesão facial com infecção;
  • Dermatite de contato;
  • Eritema facial – vermelhidão facial;
  • Urticária;
  • Anafilaxia;
  • Úlcera no estômago ou intestino;
  • Piora de sangramento no estômago ou intestino;
  • Obstrução intestinal em pacientes com doença de Chron;
  • Perfuração intestinal;
  • Gosto amargo na boca;
  • Lesão no fígado;
  • Urina alaranjada;
  • Tontura;
  • Cefaleia (dor de cabeça);
  • Visão turva;
  • Fotossensibilidade;
  • Redução da lactação (secreção de leite);
  • Aumento dos níveis de açúcar no sangue;
  • Diminuição de ácido fólico;
  • Deficiência de zinco;
  • Alteração da memória;
  • Formigamento;
  • Síndrome de abstinência;
  • Púrpura trombocitopênica – doença autoimune caracterizada pela destruição das plaquetas do sangue;
  • Alterações do sono;
  • Problemas de concentração;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Confusão mental;
  • Incapacidade de julgamento;
  • Piora de crises convulsivas;
  • Insuficiência respiratória;
  • Neuropatia sensorial periférica – alteração dos nervos das extremidades ou dos membros.

Ao experimentar alguns desses ou outros tipos de sintomas ao fazer uso do remédio, consulte o médico de sua confiança o mais rápido que puder.

Contraindicações 

Combiron em gotas e Combiron Fólico não devem ser utilizados por pessoas que apresentam hipersensibilidade a qualquer um dos componentes de sua fórmula e por indivíduos que tenham qualquer outro tipo de anemia que não seja causada pela deficiência de ferro.

Quem toma qualquer outro tipo de medicamento deve informar ao médico quais são eles ao receber a prescrição ou autorização para usar Combiron. Isso é importante para que o profissional verifique se não existem riscos de interações entre os remédios.

Como tomar Combiron?

A recomendação da bula é que a versão em gotas de Combiron seja ingerida pura ou diluída em sucos ou água. Para crianças com peso de até 15 kg, a orientação é tomar duas gotas para cada quilo por dia, divididas em duas tomadas.

Já para as crianças com peso entre 15 e 30 kg, a indicação é administrar uma gota para cada quilo por dia, também divididas em duas tomadas. Para os adultos, recomenda-se a ingestão de 40 gotas por dia divididas em duas tomadas. Não deve ser ultrapassado o limite de ingestão de 40 gotas de Combiron diariamente.

Por sua vez, a indicação de uso do Combiron Fólico é ingerir um comprimido diariamente antes das refeições. O medicamento pode ser ingerido durante as refeições para diminuir um possível efeito que venha a ser observado no estômago ou intestino. A dosagem máxima diária do remédio é de um comprimido por dia.

Essas orientações de posologia estão contidas na bula do medicamento. Entretanto, ainda assim, antes de começar a utilizá-lo é fundamental pedir a orientação do médico sobre qual a melhor forma de uso do remédio para o seu caso em especial.

Preço de Combiron 

O preço de Combiron gotas com frasco de 30 ml pode ficar entre R$ 15,91 e R$ 19,89. Já o Combiron Fólico pode ser encontrado pelos valores de R$ 24,34 a R$ 31,22 na caixinha com 45 comprimidos revestidos.

No entanto, é importante saber que esses preços podem apresentar variações conforme o estabelecimento onde os medicamentos forem adquiridos.

Você conhece alguém que tenha tomado e afirme que o Combiron engorda? Já conhecia para que serve esse remédio e tem receio de utilizá-lo por conta deste efeito? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (123 votos, média: 4,01 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário