Nortriptilina engorda ou emagrece?

Especialista da área:
atualizado em 19/01/2021

Veja se é verdade que tomar Nortriptilina engorda ou se não há mudanças de peso, além de conhecer o que é e para que serve esse medicamento.

  Continua Depois da Publicidade  

Ao receber a indicação do médico ou psiquiatra para usar remédio como forma de tratar um problema físico ou mental, temos que obedecer as instruções do profissional.

Mas isso não impede que fiquemos preocupados com os efeitos colaterais que o medicamento em questão pode causar. Aliás, um dos mais temidos certamente é o ganho de peso.

Por isso, ao receber a prescrição de um remédio, vale a pena procurar saber quais são suas reações adversas e preparar-se para lidar com elas, encontrando maneira de amenizá-las e até mesmo evitá-las.

É por esse motivo que no artigo de hoje vamos conhecer melhor o medicamento Nortriptilina e investigar se Nortriptilina engorda ou emagrece.

O que é e para que serve a Nortriptilina?

Nortriptilina cápsulas

Trata-se de um medicamento que pode ser indicado para o tratamento contra depressão em pacientes adultos. A Nortriptilina, também chamada de Cloridrato de Nortriptilina, pode atuar sobre as substâncias serotonina e noradrenalina.

Ele é classificado como um medicamento antidepressivo tricíclico não inibidor da monoaminoxidase. O mecanismo de melhora do humor por antidepressivos tricíclicos é, no momento, desconhecido.

Sabe-se que o Cloridrato de Nortriptilina inibe a recaptação de norepinefrina e serotonina no sistema nervoso central, mas sua atividade como antidepressivo é mais complexa. As informações são da bula do medicamento.

E então, será que a Nortriptilina engorda ou emagrece?

Para sabermos se a Nortriptilina engorda ou emagrece, temos que conferir a lista de possíveis efeitos colaterais do medicamento, que consta em sua bula. Pois bem, o que o documento nos conta é que ele pode causar ambas as reações.

Isso porque tanto o ganho como a perda de peso são apresentadas como possíveis efeitos colaterais da Nortriptilina.

  Continua Depois da Publicidade  

Caso perceba que engordou ou emagreceu durante o tratamento com o remédio, especialmente se isso ocorre de modo expressivo, informe o médico ou psiquiatra que receitou o remédio a respeito do problema para saber o que deve fazer.

Lembre-se de que tanto o aumento quando a redução de peso além da conta podem representar problemas para a saúde.

Atenção!

No entanto, não interrompa o tratamento sem informar o médico ou psiquiatra, pois fazer isso poderá ser bem perigoso para você. Outra atitude bem perigosa é usar Nortriptilina sem que ela tenha sido prescrito para você, em uma tentativa de facilitar a perda de peso.

Além do risco de ter o efeito contrário, tal atitude expõe o organismo desnecessariamente a efeitos colaterais. Isso sem contar que na automedicação há o risco de usar uma dosagem perigosa e de tomar um remédio sem nem saber.

Se quer emagrecer, faça isso com segurança por meio de uma dieta saudável e da prática de exercícios, sob o acompanhamento de nutricionista e educador físico.

Efeitos colaterais, contraindicações e outros cuidados

Se você recebeu a prescrição para usar o medicamento, conheça a lista completa dos seus efeitos colaterais, verifique se ele não é contraindicado para o seu caso e saiba quais são os cuidados a tomar ao longo de todo o tratamento com o remédio.

É por tudo isso que você não pode deixar de ler a bula de Nortriptilina na íntegra via bulário da Anvisa.

Você já fez uso deste medicamento? Você acha que a Nortriptilina engorda ou emagrece? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (547 votos, média 3,86)
Loading...

  Continua Depois da Publicidade  

Sobre Dr. Rafael Ferreira de Moraes

Dr. Rafael Moraes é Psiquiatria - CRM 52.98866-9. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio Professor José de Souza Herdy em 2013. Pós-graduado em Psiquiatria pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, onde atuou nos atendimentos ambulatoriais da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro e Casa de Medicina da PUC-Rio. Atualmente, exerce sua especialidade em três municípios do estado do Rio de Janeiro: Teresópolis, Magé e Rio de Janeiro, capital. Dr. Rafael é a promessa da Psiquiatria atual, jovem, que preza pelo acolhimento ao paciente unido ao que há de mais recente nesta área em constante evolução. Para mais informações, entre em contato com ele em sua conta oficial no Instagram (@rafafmoraes)

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário