Cranberry Emagrece? Benefícios e Dicas

Especialista:
atualizado em 12/12/2019

De tempos em tempos, algum alimento surge como herói ou vilão. Já mitificaram vários deles, enquanto outros caíram completamente no esquecimento. Atualmente, uma frutinha vermelha anda chamando a atenção. Seu nome? Cranberry ou mirtilo vermelho, e até mesmo pode ser conhecida como oxicoco. Num mundo onde a boa forma sempre é algo desejado por muitos, a notícia de que cranberry emagrece despertou curiosidade.

Cranberry Emagrece?

Essa novidade se espalhou, possivelmente, devido a um estudo realizado pelo Congresso Cardiovascular Canadense. Na verdade, a pesquisa envolvia voluntários com colesterol elevado. O fato é que, essas pessoas, após serem submetidas à ingestão de suco de cranberry ou mirtilo vermelho diariamente, mostraram, como resultado, a diminuição dos índices de gordura nociva no sangue, como também algumas delas tiveram uma significativa perda de peso corporal. Portanto, daí se propagou a ideia de que cranberry emagrece.

Sabe-se que o suco de cranberry exerce um efeito emulsificante sobre as gorduras depositadas no organismo, o que, por sua vez, auxiliaria na perda de peso. Embora os resultados tenham sido animadores, eles estão mais associados aos benefícios cardiovasculares do que a dietas visando emagrecimento.

Não existem efeitos cientificamente comprovados relatando os benefícios do cranberry numa dieta para diminuição de peso. O que se sabe é que a fruta contém resveratrol, que combate o alto teor de gordura no sangue, tendo como consequência a proteção do coração e de todo o sistema cardiovascular.

O que também deve ser salientado é que essa redução de peso corporal variou percentualmente de indivíduo para indivíduo, apresentando valores consideráveis para alguns e insignificantes para outros.

Efeito coadjuvante para emagrecer

Mas afinal, cranberry emagrece? Até o momento, a resposta mais provável seria um não, se essa pergunta estiver associada somente à perda de peso devido ao consumo da fruta. Não se pode atribuir única e exclusivamente ao mirtilo vermelho essa propriedade.

Toda e qualquer dieta depende de uma reeducação alimentar global e uma carga de exercícios, além é claro, de muito foco. O cranberry pode atuar como coadjuvante, uma vez que a fruta, em sua forma seca, apresenta boa quantidade de fibras. Todos sabemos que as fibras são fundamentais para um bom esvaziamento intestinal, e consequente eliminação de toxinas. Nesse caso, o consumo da frutinha em sua forma desidratada ajuda a causar saciedade, o que, por sua vez, promove menor ingestão de outros alimentos, uma vez que o estômago se sente preenchido, em parte.

Cuidado com o suco de cranberry

Também é importante ter em mente que o consumo do suco de cranberry industrializado, carregado de açúcares, obviamente vai exercer efeito contrário, promovendo ganho de peso. Os efeitos saudáveis da fruta em suas diversas formas de apresentação só serão benéficos ao emagrecimento se isentos de açúcar.

Calorias do Cranberry

Como complemento à informação anterior, é interessante saber que seu valor calórico, in natura, é extremamente baixo: cada 100 gramas da fruta equivalem a 46 calorias, em média. No entanto, em nosso país, o cultivo de cranberry é inexistente devido ao clima.

A dificuldade em encontrar a fruta fresca é enorme. Atualmente, temos acesso a ela através de chás, sucos industrializados, geleias, doces ou desidratadas.

Valor Nutricional do Cranberry (Mirtilo vermelho)

Em 100g da fruta há 12g de carboidratos (sendo 4,6 de fibras), 0,1g de gordura, 0,4g de proteína e 85mg de potássio. Como valor nutricional vale ainda destacar:

  • O suco tem uma quantidade notável de antioxidantes, principalmente se comparado a outras frutas;
  • Contém flavonoides;
  • Apresenta boa quantidade de resveratrol;
  • É fonte de ácido salicílico e vitamina C;
  • Muitos polifenóis;
  • Possui proteínas e sais minerais, cálcio, fósforo, ferro, sódio, magnésio, potássio, zinco e vitaminas como niacina, riboflavina, vitamina C e K.

Benefícios do Cranberry – Propriedades Terapêuticas Efetivamente Comprovadas

O que se sabe, cientificamente, é que cranberry é um excelente coadjuvante em algumas terapias. Suas propriedades físico/químicas atuam em algumas enfermidades, atenuando, ou até mesmo curando algumas delas.

Fica evidente que, em nenhum caso, aconselha-se que as pessoas interrompam seus tratamentos clínicos convencionais, abrindo mão da terapia orientada por um profissional. Em nenhuma circunstância isso é sugerido. Pode-se, no entanto, consultar seu médico de confiança, pedindo informações sobre a possível inclusão do cranberry durante o tratamento da enfermidade.

Vamos conhecer, a seguir, os mais importantes benefícios do cranberry:

  • Redução dos níveis de colesterol e consequente melhora do sistema cardiovascular;
  • Tratamento de doenças do sistema urinário, devido à presença de Proantocianidina – substância que inibe a aderência de bactérias no interior da bexiga;
  • Ajudam o sistema digestório a funcionar melhor, combatendo gastrites e úlceras pépticas, impedindo que a bactéria H. Pylori se fixe na mucosa do estômago;
  • Retardam o processo de envelhecimento devido aos antioxidantes;
  • Protegem as células cerebrais;
  • Evitam cáries e formação de placas bacterianas, também pela Proantocianidina; dessa forma, fortalece dentes e gengivas e combate o mau hálito;
  • Propriedades anti-tumorais, decorrentes dos polifenóis presentes em sua composição, atuando principalmente nos tumores de cólon e de próstata;
  • Evita o escorbuto, pelo alto teor de vitamina C;
  • Firmar a pele; em razão da vitamina C do sumo do cranberry, nota-se a presença dos aminoácidos hidroxiprolina e hidroxilisina, que são necessários à produção de colágeno;
  • As propriedades antissépticas e antifúngicas do suco in natura, evitam a caspa, quando aplicado topicamente no couro cabeludo.

Quantidades Diárias

Pode até ser um equívoco pensar que cranberry emagrece, mas há tantos benefícios relacionados ao seu consumo! Mas afinal, qual seria a quantidade diária recomendada para obtê-los? Estudos relatam quantidades diferenciadas, dependendo da fonte e do objetivo de suas pesquisas.

Como os organismos são individualizados, deve-se começar com alguma coisa em torno de 200 ml do suco (aproximadamente um copo), uma vez ao dia, durante um mês, no mínimo. Esse pequeno consumo estabelecerá metas futuras, dependendo dos resultados, podendo então ser aumentado ou reduzido. O bom senso deverá prevalecer, portanto, moderação é a palavra.

Dicas

  • A acidez do suco de cranberry proporciona uma ação adstringente, ajudando pessoas com excesso de oleosidade na pele. Suas enzimas possibilitam a desobstrução das glândulas sebáceas. Uma receita caseira sugere a mistura, em partes iguais, do suco com mel, e aplicação no rosto, deixando agir por vinte minutos e retirando com água morna. Pode ser utilizada, no mínimo uma vez por semana.
  • A mesma propriedade auxilia no tratamento da acne e espinhas. Nesse caso, a mistura é feita com suco de cranberry e mel, novamente em partes iguais, acrescido de casca de laranja em pó, até formar uma pastinha. Aplicar também por vinte minutos e retirar com água morna.
  • Pode tonalizar os cabelos, se após a lavagem normal, no último enxague, for utilizada uma mistura feita com uma xícara de suco de cranberry puro e um quarto de xícara de água. A regularidade nesses enxagues, com o tempo, trará um tom avermelhado aos cabelos escuros, notado principalmente à luz do Sol.

Efeitos Indesejados

Algumas pessoas acreditam que produtos naturais possam ser usados indiscriminadamente. Isso não é verdade. Por exemplo:

  • Pessoas alérgicas a aspirina podem apresentar alergia a cranberry.
  • A fama de ser altamente benéfico a doenças de trato urinário exclui a Cistite Intersticial, que pode ser agravada com o consumo do suco.
  • A ingestão exagerada pode causar desgaste do esmalte dos dentes.
  • Os diabéticos devem estar atentos aos níveis de açúcar presentes nos produtos industrializados.
  • O excesso pode causar desarranjo intestinal, devido à frutose.

Finalmente, apesar de algumas contraindicações, o cranberry ou mirtilo vermelho deve estar presente na alimentação de toda a família. Reforçamos a necessidade de orientação médica, que definirá, entre outras coisas, a dosagem correta para cada pessoa. Uma vez liberado, aproveitem, pois além de saudável, é delicioso!

Você já teve a oportunidade de experimentar cranberry? Ela é de fácil acesso para você, em sua cidade? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (33 votos, média: 3,97 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

2 comentários em “Cranberry Emagrece? Benefícios e Dicas”