Diazepam

Diazepam Engorda? Para Que Serve, Efeitos Colaterais e Indicações

Você já ouviu falar a respeito do medicamento Diazepam? Ainda que a sua resposta seja positiva, você saberia dizer quais as indicações do remédio, quais são os seus efeitos colaterais e se Diazepam engorda?

Para que serve Diazepam?

As indicações do medicamento referem-se ao alívio sintomático da ansiedade, da tensão e de outras queixas físicas ou psicológicas associadas à síndrome da ansiedade. Ele também pode ser utilizado como coadjuvante no tratamento da ansiedade ou agitação associadas a desordens psíquicas. As informações são da bula de Diazepam disponibilizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O documento também relata que o remédio pode ser útil no alívio de espasmo muscular reflexo devido a traumas locais como lesão e inflamação e utilizado em casos de espasticidade (distúrbio do controle muscular) em decorrência da lesão dos interneurônios espinhais e supraespinhais que ocorrem na paralisia cerebral, tetraplegia, atetose (fluxo contínuo de movimentos involuntários anormais, lentos, contínuos e contorcidos, conforme o Manual MSD) e síndrome rígida.

Como um benzodiazepínico, Diazepam tem sua indicação somente para desordens intensas, debilitantes ou em casos de dores extremas. Trata-se, ainda, de um medicamento que pode ser vendido somente mediante a apresentação da receita médica.

Seu uso é oral e adulto e ele é encontrado em embalagens contendo 20 ou 30 comprimidos de 5 mg ou 10 mg.

Diazepam engorda?

De acordo com a bula do medicamento, não é possível afirmar que Diazepam engorda. Isso porque ela não menciona efeitos colaterais que possam causar a elevação do peso corporal de maneira direta.

Entretanto, caso você venha a sofrer com o aumento de peso ao longo do seu tratamento com o remédio, não deixe de informar o seu médico a respeito do ocorrido, principalmente se a elevação dos quilos for significativa.

Dessa maneira, ele poderá determinar por que o consumo de Diazepam engorda para você, qual pode ter sido a causa do problema e indicar estratégias para solucioná-lo.

Efeitos colaterais de Diazepam 

Conforme a bula, o medicamento pode causar as seguintes reações adversas: 

  • Inquietude;
  • Irritabilidade;
  • Agressividade;
  • Ilusão;
  • Raiva;
  • Pesadelos;
  • Alucinações;
  • Psicose;
  • Agitação;
  • Delírios;
  • Comportamento inadequado;
  • Amnésia anterógrada (de fatos recentes);
  • Dependência, particularmente em pacientes que usam doses elevadas por períodos prolongados e que são predispostos com antecedentes pessoais de alcoolismo ou abuso de drogas;
  • Cansaço;
  • Sonolência;
  • Relaxamento muscular;
  • Desequilíbrio;
  • Dificuldade para falar;
  • Fala enrolada;
  • Dor de cabeça;
  • Tremores;
  • Tontura;
  • Perda de memória;
  • Confusão;
  • Pobreza emocional;
  • Diminuição do alerta;
  • Depressão;
  • Elevação da libido;
  • Diminuição da libido;
  • Quedas, especialmente em pacientes idosos e que estejam usando sedativos (incluindo bebidas alcoólicas) simultaneamente ao Diazepam;
  • Fraturas, particularmente em pacientes idosos e que estejam usando sedativos (incluindo bebidas alcoólicas) simultaneamente ao Diazepam;
  • Náuseas;
  • Boca seca;
  • Aumento da saliva;
  • Prisão de ventre e outros distúrbios gastrointestinais;
  • Visão dupla;
  • Visão turva;
  • Pressão arterial baixa (hipotensão);
  • Depressão circulatória;
  • Incontinência urinária;
  • Retenção urinária;
  • Reações cutâneas;
  • Vertigem;
  • Insuficiência cardíaca (incluindo parada cardíaca);
  • Depressão respiratória (incluindo insuficiência respiratória);
  • Icterícia (coloração amarelada da pele e da parte branca dos olho);
  • Frequência cardíaca irregular;
  • Elevação da fosfatase alcalina sanguínea (exame para identificar doença do fígado);
  • Aumento das transaminases (exame da função do fígado).

Ao experimentar um ou mais dos efeitos colaterais mencionados acima, procure imediatamente o seu médico para saber como proceder. Não interrompa o uso de Diazepam sem consultá-lo para que não sofra com mais problemas.

Por exemplo, quando uma dependência é desenvolvida, a retirada do medicamento pode trazer sintomas de abstinência ou o fenômeno de rebote, que é uma síndrome transitória que pode causar os mesmos sintomas que levaram ao tratamento com o remédio além de outras reações como alterações de humor e inquietude. 

Contraindicações de Diazepam

A bula informa que o medicamento não pode ser utilizado por menores de 12 anos de idade e por pessoas que tenham hipersensibilidade aos benzodiazepínicos, glaucoma de ângulo agudo, em tratamento primário de doença psicótica e como remédio sozinho para depressão ou ansiedade associada à depressão. No último caso, há o risco de suicídio por parte dos usuários.

A administração de Diazepam exige precaução especial em pessoas com miastenia gravis, que é uma doença que causa fadiga e fraqueza muscular. Ele também deve ser evitado por pacientes com insuficiência grave nos pulmões ou fígado e por quem sofre com a apneia do sono.

Seu uso por parte de indivíduos com histórico de alcoolismo e dependência de drogas também exige muita cautela. Além disso, o remédio não pode ser utilizado de maneira simultânea ao álcool e depressores do sistema nervoso central.

Os pacientes idosos devem usar uma dosagem mais baixa de Diazepam e as mulheres grávidas e que estejam amamentando não devem fazer uso do remédio, a não ser que haja uma determinação por parte do médico.

Quem faz tratamento com o medicamento não deve dirigir veículos ou operar máquinas, tendo em vista que sua atenção e habilidade podem estar prejudicadas.

Ao receber a indicação de Diazepam por parte do seu médico, informe a ele a respeito de todos os outros medicamentos que você estiver fazendo uso para que ele determine se existe o risco de interação entre os dois.

Você conhece alguém que tenha tomado e afirme que o Diazepam engorda? Foi diagnosticado com ansiedade e precisará tomar este remédio? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (43 votos, média: 3,81 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

2 comentários

  1. Meu namorado está domando diazepam e não consegue ejacular isso é normal com o uso do medicamento

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*