Dieta saudável

Essa É a Única Dieta Que é Saudável para Absolutamente Todo Mundo

Qual dieta você segue? Paleo? Vegana? Mediterrânea? Cetogênica? Ou talvez uma que misture os conceitos de algumas delas? Mas qual seria a dieta realmente mais saudável? O que definitivamente devemos comer? Você pode pensar que seria fácil dar a resposta, mas é e não é, ao mesmo tempo.

Nós geralmente sabemos quais alimentos são saudáveis e quais não são. Por exemplo, alimentos processados, gorduras trans, refrigerantes, fast foods, açúcar e alimentos geneticamente modificados estão no topo da lista de itens a serem evitados. Enquanto isso, uma ampla variedade de vegetais e frutas coloridas e orgânicas, fontes de gordura saudáveis como azeite de oliva e ômega-3 e ervas e temperos que estimulam o sistema imunológico são geralmente considerados saudáveis. No entanto, é quase impossível adivinhar exatamente qual dieta um indivíduo deve comer.

Há uma razão, no entanto, para que tantas dietas diferentes e variadas sejam bem sucedidas em tornar as pessoas mais saudáveis. Os segmentos comuns entre todas as principais dietas populares são bastante semelhantes. Você deve se livrar das coisas ruins e se concentrar nas coisas boas.

Mas então por que algumas pessoas não melhoram, mesmo quando comem as coisas boas e se livram de todas as coisas ruins? Os benefícios e armadilhas de todas essas dietas populares têm tudo a ver com uma coisa: o microbioma. E é exatamente por isso que todos nós devemos seguir a dieta do microbioma, acima de tudo.

Por que todos nós devemos fazer essa dieta?

Primeiro, vamos falar brevemente sobre o microbioma. O microbioma intestinal refere-se aos trilhões de bactérias que vivem dentro de nosso trato gastrointestinal. Se você juntasse todos eles em uma bola, pesaria de 1,5 a 2 kg, tanto quanto o cérebro humano! Essas bactérias, vírus e fungos fazem muitas coisas, inclusive ajudando-nos a digerir nossos alimentos e a produzir vitaminas e nutrientes para nós.

Os seres humanos são apenas cerca de 10% similares em seus microbiomas, então esses organismos são o que nos fazem tão únicos – e eis uma boa pista de por que a mesma dieta não funciona para todos.

E não para somente no nosso intestino: também temos um microbioma da pele, um microbioma oral, um microbioma vaginal e muito mais. Todos esses organismos vivem dentro e sobre nós e, na maioria das vezes, estão lá para nos ajudar. No entanto, às vezes eles ficam em desequilíbrio e acabamos ficando doentes como resultado.

A chave para manter um microbioma harmonioso (e uma boa saúde) é fazer todas as coisas que sustentam os bons micro-organismos e menos o que ajuda os ruins a se desenvolverem. Quanto mais diversificado e rico for seu microbioma intestinal, mais saudável você será.

Como desenvolver um microbioma diversificado para uma saúde melhor

A melhor maneira para desenvolvermos um microbioma diversificado é comendo uma grande variedade de alimentos saudáveis, como verduras, vegetais crucíferos, alimentos fermentados (como chucrute, picles, kimchi, misso, kombucha), carnes orgânicas (se você optar por comer carne), nozes, grãos integrais, chás, café, temperos e ervas.

Você provavelmente já tinha lido isso antes. Mas a questão chave é: quais vegetais, quais ervas e quais especiarias serão melhores para o seu microbioma?

Se soubéssemos exatamente que tipos de micro-organismos temos dentro de nós, poderíamos descobrir quais alimentos devem alimentá-los para que eles prosperem; porque se eles prosperarem, nós prosperaremos. É como ter 10 crianças em sua casa para fazer uma brincadeira e cada uma delas gosta de algo diferente.

O mesmo conceito se aplica aos micro-organismos que vivem em nosso intestino. A dieta do microbioma é uma dieta específica para os seus problemas intestinais específicos e, felizmente, existem agora testes que podem analisar o seu microbioma. Com os incríveis avanços que fizemos na ciência e na tecnologia, agora podemos ajudá-lo a descobrir exatamente o que você deve comer, e não o que “provavelmente” deve comer.

A tecnologia a que temos acesso agora está revolucionando a maneira como praticamos a medicina e a saúde em geral. E isso só tornará a dieta do microbioma mais e mais eficaz para nos manter saudáveis. Ser capaz de analisar o microbioma de cada pessoa e guiá-la pelos passos necessários para cultivar seu próprio microbioma interior pode ajudar médicos a reverter condições como obesidade, doenças auto-imunes, eczema, depressão, ansiedade, constipação crônica, diarréia crônica, fígado gorduroso, colesterol alto, pressão alta e diabetes, para citar algumas. Sem dúvida, existe apenas uma dieta que é útil para todos – e essa é a dieta do microbioma.

Você já tinha ouvido falar sobre a dieta do microbioma? O que acha de analisar a sua população de micro-organismos para montar uma dieta especificamente saudável para si? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 4,80 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Um comentário

  1. Milena Leal Huertas

    Gostaria de analisar meu microbioma e ter uma dieta específica para mim.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*