Dor de cabeça: principais causas e o que fazer

Especialista da área:
atualizado em 26/10/2021

Dor de cabeça é uma reclamação comum nas conversas do dia a dia e nos consultórios médicos, e há vários tipos de dor. Ela atrapalha a produtividade no trabalho, as relações sociais e, claro, a qualidade de vida. 

  Continua Depois da Publicidade  

A maioria das causas de dor de cabeça são benignas, o que significa que não estão relacionadas a uma doença. Em outras situações, elas ocorrem por causa de uma doença pré-existente, como a pressão alta e a sinusite. 

A dor de cabeça ocorre quando os nervos, músculos e vasos sanguíneos da região da cabeça e do pescoço enviam sinais de inflamação, que geram dor. Existem vários gatilhos que podem ativar esses sinais dolorosos, como cheiros fortes, estresse, alimentos gordurosos, alterações hormonais e até alguns genes, que podem estar presentes na família.   

Pode ser difícil identificar as causas por trás da sua dor, por isso é importante prestar atenção ao que acontece no decorrer do seu dia, para descobrir os gatilhos e evita-los. 

Para te ajudar nesse desafio, vamos apresentar as principais causas de dor de cabeça e o que você pode fazer para se livrar desse desconforto. 

Estresse

homem estressado no trabalho

O estresse faz o corpo entrar em um estado de luta ou fuga, que serve para te fazer reagir rapidamente ao perigo. O coração acelera, a respiração fica mais curta, a pressão aumenta e os níveis de adrenalina ficam altos no sangue. 

Mas, quando essa resposta é contínua e sem um perigo real, o estresse pode causar ou piorar a dor de cabeça. Os músculos das costas, ombros e pescoço ficam tensos, causando a sensação de dor. 

  Continua Depois da Publicidade  

O que fazer 

  • Fazer alongamento, yoga ou meditação;
  • Tomar um banho morno, pois ajuda a relaxar os músculos;
  • Praticar uma atividade física prazerosa; 
  • Corrigir a postura, para diminuir a pressão nos músculos do pescoço e na cabeça, a quiropraxia pode ajudar nessa correção;
  • Fazer massagem nas têmporas e nos ombros em movimento de rotação, com uma leve pressão;
  • Aplicar compressas frias ou mornas no local da dor por 20 minutos. 

Calor e desidratação

Com o aumento da temperatura, é comum sentir dor de cabeça com mais frequência. A maior exposição ao sol, os ambientes abafados e o suor excessivo, são a combinação perfeita para a desidratação. 

A perda de água pelo suor sem a devida reposição pela ingestão de líquidos causa a dor de cabeça por desidratação. 

O que fazer 

  • Beber água: use como referência o volume de 35 mL de água para cada quilo de peso corporal. Se você pratica atividade física, calcule 50 mL para cada quilo.  
  • Usar roupas com tecidos leves e de cores mais claras;
  • Diminuir a exposição solar, com o uso de bonés e chapéus; 
  • Resfriar a cabeça com compressas de água fria.

TPM e menopausa

mulher com tpm

Muitas mulheres sentem dores de cabeça durante a TPM, geralmente nos dois dias antes da menstruação. Às vezes, essa dor se prolonga até os três primeiros dias do período menstrual. 

Durante a menopausa, as mulheres também enfrentam esse problema, que ocorre porque o ciclo regular é interrompido. 

Esse tipo de dor de cabeça é conhecido como “enxaqueca menstrual” e está relacionado com a queda nos níveis de estrogênio, um hormônio feminino. 

O que fazer 

  • Comer porções menores e com mais frequência. Períodos de jejum muito longos desencadeiam a dor de cabeça; 
  • Evitar alimentos ricos em sal, gordura e açúcar, pois retêm água no corpo, aumentando o inchaço;
  • Consumir frutas diuréticas: melancia, abacaxi, melão e pera;
  • Evitar o café e o álcool, porque podem causar desidratação. 
  • Consultar um ginecologista, para considerar o uso de pílulas anticoncepcionais, tratamento medicamentoso para enxaqueca e terapia de reposição hormonal. 

Dieta

Além dos hábitos alimentares comentados anteriormente, existem outros que podem causar ou piorar a dor de cabeça.

  Continua Depois da Publicidade  

A abstinência ou o consumo excessivo de cafeína, de fontes como café ou chá, causam dor de cabeça. 

Outra causa alimentar comum são os aditivos presentes nos alimentos industrializados, como o glutamato monossódico, e os conservantes presentes em alimentos embutidos e enlatados. 

O que fazer 

  • Aumentar ou diminuir a quantidade de cafeína. Isso vai depender da causa da sua dor, se é por abstinência ou consumo excessivo
  • Beber uma xícara de café logo no início da dor de cabeça pode trazer um rápido alívio, tanto que a cafeína está presente em alguns analgésicos;
  • Evitar alimentos industrializados, como o macarrão instantâneo, salsicha e outras carnes embutidas e enlatadas;
  • Beber chás que aliviam a dor de cabeça.

Sono

sono profundo

Dormir pouco (menos de 7 horas) ou dormir mal durante a noite, com muitas interrupções, pode causar dor de cabeça. Geralmente, essa dor surge com uma sensação de pressão ou peso na testa e na região dos olhos. 

Ter uma rotina de noites mal dormidas prejudica a restauração do organismo e das funções do cérebro. 

O que fazer 

  • Estabelecer uma rotina de sono, com horário para dormir e acordar; 
  • Não consumir bebidas e alimentos estimulantes antes de dormir, como café, refrigerantes e doces. Nem bebidas alcoólicas e cigarro, pelo menos 4 horas antes de se deitar;
  • Fazer uma higiene do sono. Deixe o ambiente silencioso e com pouca luz. Para isso, desligue a televisão, o computador, o celular e opte pela leitura de um livro. 

Cheiro forte, barulho e luz brilhante ou pulsante

Algumas pessoas ficam mais sensíveis a cheiros, luzes fortes ou pulsantes e a sons muito altos, quando estão prestes a ter uma crise de dor de cabeça. Algumas vezes, as dores de cabeça causadas por esses fatores são acompanhadas por náuseas. 

O que fazer 

  • Tentar descobrir os odores que causam a sua dor, por exemplo: escapamento do carro, perfumes, cigarro, produtos de limpeza, combustível;
  • Sair do ambiente, abrir as janelas e respirar ar fresco; 
  • Procurar lugares silenciosos ou usar protetores auriculares;
  • Descansar em um ambiente escuro. 

Abuso de analgésicos

medicamentos

As dores de cabeça por uso excessivo de medicamentos são causadas pelo uso regular e prolongado de analgésicos. 

  Continua Depois da Publicidade  

Os analgésicos são ótimos para aliviar dores de cabeça ocasionais. Mas se você os tomar por mais de 15 dias durante o mês e continuar tomando por três ou mais meses, você pode sofrer com dores de cabeça por abuso de analgésicos.

O que fazer 

  • Tomar seu remédio para dor de cabeça conforme prescrito;
  • Entrar em contato com seu médico, se você precisar de medicação para dor de cabeça mais de duas vezes por semana.

Se as suas dores de cabeça forem persistentes, procure orientação de um médico. E não deixe de comentar com ele as possíveis causas que você identificou no dia a dia. 

Fontes e referências adicionais

Conseguiu identificar a causa da sua dor de cabeça? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Rafael Ferreira de Moraes

Dr. Rafael Moraes é Psiquiatria - CRM 52.98866-9. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio Professor José de Souza Herdy em 2013. Pós-graduado em Psiquiatria pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, onde atuou nos atendimentos ambulatoriais da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro e Casa de Medicina da PUC-Rio. Atualmente, exerce sua especialidade em três municípios do estado do Rio de Janeiro: Teresópolis, Magé e Rio de Janeiro, capital. Dr. Rafael é a promessa da Psiquiatria atual, jovem, que preza pelo acolhimento ao paciente unido ao que há de mais recente nesta área em constante evolução. Para mais informações, entre em contato com ele em sua conta oficial no Instagram (@rafafmoraes)

Deixe um comentário