Hemoglobina Baixa ou Alta – O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

Especialista:
atualizado em 30/07/2020

Deficiência de ferro, uso de anabolizantes e doenças: conheça as causas e sintomas da hemoglobina baixa ou alta e as opções de tratamento!

A hemoglobina é uma proteína encontrada no interior das hemácias, os glóbulos vermelhos do sangue. É responsável por transportar oxigênio para todos os órgãos e tecidos do corpo humano. Outra função da hemoglobina é carregar dióxido de carbono de volta para os pulmões. Essas propriedades da hemoglobina garantem que as células tenham energia para suas funções básicas.

Para aumentar as suas taxas de hemoglobina, é importante ter uma dieta rica em alimentos ricos em ferro.

Em algumas situações, no entanto, os níveis de hemoglobina podem estar abaixo ou acima dos padrões necessários para a manutenção adequada do metabolismo.

Valores de referência da hemoglobina

Para falarmos o que é hemoglobina baixa ou alta, precisamos primeiramente saber o que é hemoglobina “normal”.

Os valores de hemoglobina utilizados para referência podem variar de acordo com a padronização de cada laboratório, mas no geral os números abaixo são os mais comuns:

  • Crianças de 2 a 6 anos: 11,5 a 13,5 g/dL
  • Crianças de 6 a 12 anos: 11,5 a 15,5 g/dL
  • Homens: 14 a 18 g/dL
  • Mulheres: 12 a 16 g/dL
  • Gestantes: 11 g/dL

Causas da hemoglobina baixa

  • Gestação;
  • Anemia;
  • Deficiência de ferro e de vitaminas, como B6, B9 e B12;
  • Cirrose;
  • Leucemia;
  • Linfoma (câncer que se inicia nas células do sistema linfático);
  • Insuficiência renal;
  • Hipotireoidismo;
  • Certos medicamentos, como os usados no tratamento da AIDS e do câncer;
  • Intoxicação por metais pesados (principalmente o chumbo);
  • Talassemia (distúrbio sanguíneo hereditário);
  • Vasculites (inflamação dos vasos sanguíneos);
  • Esplenomegalia (aumento anormal do volume do baço);
  • Porfiria (condição que afeta a síntese do grupo heme, uma parte da hemoglobina sanguínea);
  • Sangramento resultante de um ferimento;
  • Problemas de coagulação;
  • Distúrbios que provocam um aumento do fluxo durante a menstruação;
  • Sangramentos no sistema digestivo (resultantes de úlceras, hemorroidas ou câncer) ou no trato urinário;
  • Doar sangue com frequência.
  • Talassemia (distúrbio sanguíneo hereditário);
  • Anemia falciforme;
  • Vasculites (inflamação dos vasos sanguíneos);
  • Esplenomegalia (aumento anormal do volume do baço);
  • Porfiria (condição que afeta a síntese do grupo heme, uma parte da hemoglobina sanguínea).

Sintomas da hemoglobina baixa

  • Fadiga;
  • Palidez;
  • Falta de ar;
  • Batimentos cardíacos acelerados.

Causas da hemoglobina alta

  • Desidratação;
  • Esforço físico extremo;
  • Uso de anabolizantes;
  • Crises de vômito;
  • Queimaduras;
  • Uso de cigarro;
  • Permanência prolongada em locais de altitude elevada (o corpo aumenta naturalmente a produção de hemácias para compensar a baixa oferta de oxigênio);
  • Policitemia (condição caracterizada pelo aumento excessivo do número de hemácias na circulação).
  • Insuficiência cardíaca;
  • Enfisema pulmonar;
  • Fibrose pulmonar;
  • Câncer de fígado ou rim;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica.

Sintomas de hemoglobina alta

  • Tontura;
  • Cianose periférica (coloração azulada da pele, sobretudo ao redor dos lábios e nas pontas dos dedos);
  • Confusão mental (resultante da redução na circulação de sangue no cérebro);
  • Perda temporária da visão e problemas de audição (mais raramente).

Tratamento para a hemoglobina baixa

A primeira etapa do tratamento para a hemoglobina baixa envolve a identificação da origem do problema. Após o diagnóstico de anemia, o médico irá possivelmente solicitar novos exames a fim de aprofundar a investigação sobre o que pode estar causando a alteração na contagem de hemoglobina.

Não tendo a condição causas mais graves (como câncer e infecções, por exemplo), o médico poderá sugerir determinadas modificações nos hábitos a fim de elevar os níveis de hemoglobina no sangue, como as listadas logo abaixo.

Como aumentar a hemoglobina naturalmente:

  • Elevar a ingestão de alimentos ricos em ferro heme (tipo de ferro que é melhor absorvido pelo organismo): fígado, carne bovina, camarão e atum. Fontes de ferro não heme incluem tofu, lentilha e grão de bico;
  • Consumir mais vitamina C (ela facilita a absorção de ferro no intestino): encontrada em alimentos como frutas cítricas, pimentão, morango, kiwi e goiaba;
  • Comer grãos integrais: cereais integrais como macarrão, arroz e pão são enriquecidos com ferro;
  • Incluir alimentos ricos em ácido fólico na dieta: folhas escuras (couve, mostarda, etc.), frutas cítricas, nozes, sementes, aspargos e feijão;
  • Tomar cuidado com os “bloqueadores de ferro” (alimentos e suplementos que dificultam a absorção do mineral): café, chá, refrigerantes à base de cola, alimentos ricos em fibra e cálcio (leite, queijos), ovos, cacau, alimentos com alto teor de oxalatos (beterraba, espinafre, nozes) e medicamentos antiácidos;
  • Utilizar suplementos (consumir apenas com indicação médica): injeções ou cápsulas de vitamina B12, suplementos de ferro ou ácido fólico;
  • Tomar ginseng indiano: pesquisas indicam que essa erva utilizada tradicionalmente na medicina ayurvédica eleva os níveis de hemoglobina no sangue.

Tratamento para a Hemoglobina Alta

Aqui, novamente o tratamento irá depender do que está causando essa anormalidade nas taxas de hemoglobina. Como foi dito anteriormente, a hemoglobina alta não é uma doença em si, mas sim o sintoma de alguma outra condição.

Após o médico ter excluído a possibilidade de doenças ou condições que exijam tratamento específico, é possível baixar a hemoglobina alta de maneira relativamente simples.

Dicas para baixar a hemoglobina naturalmente:

  • Hidratar-se: tomar mais água é o primeiro passo para normalizar a hemoglobina, uma vez que a desidratação pode elevar temporariamente os níveis da proteína na circulação (na verdade, a quantidade de hemoglobina permanece a mesma, mas o volume de sangue diminui, dando um “falso positivo”);
  • Doação de sangue: além de ser um gesto que pode salvar vidas, doar sangue é uma maneira bastante simples e eficaz de baixar a hemoglobina;
  • Reduzir o consumo de alimentos ricos em ferro;
  • Limitar a ingestão de vitamina C para no máximo 500 mg/dia;
  • Evitar suplementos multivitamínicos com ferro;
  • Interromper o uso de anabolizantes (níveis elevados de testosterona causam um aumento na concentração de hemoglobina);
  • Não cozinhar em panelas de ferro;
  • Deixar de usar eritropoietina (também conhecido como EPO, o hormônio aumenta a hemoglobina e costuma ser utilizado por alguns atletas para melhorar a performance).

Quando procurar um especialista

Caso apresente alguns dos sintomas de hemoglobina baixa ou alta mencionados anteriormente, você deverá procurar um hematologista, que irá solicitar um hemograma completo.

Após a confirmação do diagnóstico, o especialista que trata as doenças do sangue poderá solicitar exames adicionais, ou mesmo encaminhá-lo para outro médico, de acordo com a causa do problema.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já foi diagnosticado com hemoglobina baixa ou alta após a realização de exames? Que tratamento foi receitado pelo médico? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (91 votos, média: 3,86 de 5)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco se formou em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico - cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. É diretor médico do Instituto de Transplantes. Tem vasta experiência na área de Medicina, com ênfase em Transplante hepático, atuando principalmente nos seguintes temas: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia,e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

Deixe um comentário

41 comentários em “Hemoglobina Baixa ou Alta – O que é, Causas, Sintomas e Tratamento”

  1. Tenho policetemia, e a minha hemoglobina aumentou para 17,sendo normal 16 e também tenho hipotiroidismo.Tenho que fazer algo ou não,pois vou ter consulta só em agosto. obrigado

  2. Boa noite tenho um filho de 7 anos ,a imunoglobulina dele deu 363 ui/ml,e eu levei p médica olhar ,mas quem olhou foi uma enfermeira o resultado do exame dele e falou q tem q fazer uma dieta e só ,mas não me explicou direito as coisa ,agora vou marcar uma consulta p levar ele ,pq fiquei preocupada e sem conta q deu alteração no colesterol , agora eu não sei oq fazer ,vou ter q esperar p falar com um médico de verdade

  3. Fui diagnosticada com mielodisplasia medular hoje minha emoglobina está em 6.8 hematocritos em 20.2 e hemácias em 1.8 Estou aguardando vaga no hospital das clínicas em BH para começar o tratamento, eu descobri o problema a um mês já fiz seis transfusões sanguíneas ,vou fazer outra está semana estou aguardando o sangue que desta vez vai ser fenotipad ,e me esqueci de mencionar minhas plaquetas estão em 16mil ,alguém aí já passou pelo problema ,eu adoraria saber pois a cada mês venho piorando .

  4. Fiz o exame durante uma infecção intestinal, com vômito e diarreia. A hemoglobina deu 16,3, ou seja, bem pouco acima do VR. Tive câncer há cerca de seis anos. Devo voltar e repetir o exame após quanto tempo depois da infecção?

  5. Meu filho de 16 anos tem doença de sono willenbrand e a hemoglobina deu 16 ??! Ele tem cardiopatia congênita tipo estende pulmonar moderada ,fez exames e a médica mandou ir no angiologista mas o médico disse está tudo ok mas continua alta o que fazer?

  6. Minha hemoglobina deu 11.2, minha médica receitou Viferrim por 4 meses e 5 ampolas de Norimpurrum .
    Tenho que me preocupar?

  7. TENHO HEMOGLOBINA ALTA 500 RB C/UL – MUITO SANGUE NA URINA MEDICO NÃO DESCOBRE DE ONDE VEM O SANGUE JA FIZ MUITO EXEMES TODOS QUE O MEDICO PEDIU ESTOU PREOCUPADO O QUE DEVO FAZER?