Líquen plano: o que é, sintomas, causas e tratamento

Especialista da área:
atualizado em 07/06/2022

Líquen plano é o nome de uma doença de pele caracterizada pelo surgimento de pequenos caroços achatados, em geral de cor violácea e brilhantes na luz, que coçam. Eles podem ir se juntando e formar placas maiores e descamativas.

O mais comum é acometer a pele, mas também pode atingir a boca e a região genital, formando placas descamativas avermelhadas ou arroxeadas. O líquen plano na boca tende a ocorrer com maior frequência em pessoas que têm hepatite C.

  Continua Depois da Publicidade  

A causa da doença é desconhecida, mas pode estar relacionada com uma resposta do sistema imunológico a alguns medicamentos e outras substâncias químicas, além de alguns vírus. Fatores emocionais também parecem influenciar os episódios de manifestação de feridas na pele e nas mucosas. 

Veja mais detalhes sobre o líquen plano, os tipos, sintomas, possíveis causas e como diagnosticar e tratar essa doença de pele.   

Características e tipos do líquen plano 

Líquen plano
Imagem: via Dermagrupo

O líquen plano é uma doença crônica sazonal, que pode ter uma manifestação sintomática de semanas até um ano, ficar em remissão, ou seja, sem manifestar sintomas e, após algum tempo, retornar. 

O líquen plano não é uma doença contagiosa, então não é possível passar a doença para alguém através do contato com a pele. 

A doença atinge, principalmente, adultos entre 30 e 60 anos de idade, sendo muito rara em crianças.  

  Continua Depois da Publicidade  

A doença pode ser chamada por diferentes nomes técnicos, dependendo do aspecto das lesões:

  • Líquen plano hipertrófico: lesões vermelhas na pele, semelhantes a verrugas.
  • Líquen plano linear: linhas vermelhas ou violáceas (roxas) sobre a pele.
  • Líquen plano bolhoso: lesões com bolhas ou pequenas bolsas nas margens.
  • Líquen plano ungueal: lesões nas unhas.
  • Líquen plano pigmentoso: lesões que aparecem após exposição aos raios solares, não coçam, mas deixam a pele hiperpigmentada, mais escura, num tom de cinza. 

Sintomas do líquen plano

Os sintomas característicos do líquen plano são a formação de feridas na pele, que coçam. Elas podem surgir em várias partes do corpo, incluindo a cavidade oral (boca) e as unhas. 

Líquen plano na pele

Normalmente, as lesões são avermelhadas ou roxas, brilhantes e com bordas angulares. As feridas podem se juntar e formar grandes placas planas na pele. Depois que as lesões desaparecem, a região pode ficar mais pigmentada.  

Os locais do corpo que podem ser acometidos pelas lesões são:

  • Tórax
  • Superfície interna do pulso, uma região bastante característica de formação de líquen plano, o que ajuda no diagnóstico.
  • Região genital
  • Face: pode ser afetada, mas é menos frequente.
  • Pernas: pode atingir grandes extensões, com camadas grossas e descamativas.
  • Couro cabeludo: pode provocar calvície parcial nos locais da lesão. 

Líquen plano na boca

O líquen plano na boca forma uma placa cheia de linhas branca-azuladas, que formam como se fossem ramos, chamados de estrias de Wickham. Às vezes, essas placas são tão sutis, que a pessoa nem percebe que estão presentes. 

Já outras pessoas podem ter placas tão grandes, que incham e dificultam a ingestão de alimentos e bebidas, além de provocarem dor. As feridas também podem se apresentar na forma de bolhas e aftas erosivas. 

  Continua Depois da Publicidade  

O líquen plano pode surgir nas laterais da língua, na bochecha (parte interna) e na gengiva. 

Líquen plano nas unhas

Mais de 10% das pessoas que sofrem com líquen plano têm suas unhas acometidas pela doença. 

Quando os sintomas são leves, a pessoa pode perceber apenas a descoloração ou afinamento da unha, bem como o aparecimento de cristas em sua superfície. 

Em casos graves, a pessoa pode perder as unhas e ficar com cicatrizes na cutícula e na pele que fica embaixo da unha. 

O líquen plano é uma das causas de uma doença chamada de “Síndrome das 20 unhas”, quando todas as unhas são acometidas pelo problema.

Possíveis causas

As causas do líquen plano ainda não são conhecidas, o que se sabe é que as lesões surgem porque as células de defesa atacam a própria pele e as mucosas. 

  Continua Depois da Publicidade  

Essa resposta inflamatória e autoimune pode ser desencadeada pela exposição a alguns medicamentos, agentes infecciosos e substâncias químicas, como:

  • Betabloqueadores
  • Anti-inflamatórios não esteroides, como o ibuprofeno. 
  • Inibidores da enzima conversora de angiotensina
  • Sulfonilureias
  • Antimaláricos
  • Penicilamina
  • Tiazidas
  • Vírus da hepatite C
  • Vírus da hepatite B, com menos frequência.
  • Metais

Diagnóstico

Se você suspeita que possui essa doença na pele, a melhor especialidade médica para você procurar é um ou uma dermatologista. Mas, o clínico geral, o infectologista e o imunologista também podem reconhecer o problema.

O diagnóstico é feito com base nas características das lesões e de suas localizações no corpo. 

Como esse tipo de lesão é comum em outras doenças, como a candidíase e o lúpus, uma biópsia pode ser necessária para examinar o tecido no microscópio e chegar ao diagnóstico preciso. 

Se o médico ou médica desconfiar que a causa do problema seja uma reação ao vírus da hepatite C, podem ser feitos exames do fígado e testes para hepatite.

Se a causa do problema é algum medicamento que você esteja tomando, é feita a suspensão e a troca do fármaco. 

Tratamento do líquen plano

Pomada
O tratamento tópico com medicamentos específicos é indicado

O tratamento é iniciado apenas nas pessoas que têm sintomas, com medicamentos desenvolvidos para aliviar a coceira, diminuir a resposta inflamatória e aliviar a dor.

Ele pode desaparecer, mesmo sem tratamento, após 1 a 2 anos, mas as lesões na boca e na região genital tendem a ser mais persistentes.

Com o tratamento, a duração de um episódio de manifestação de sintomas é mais curta. Mas, os sintomas tendem a retornar em cerca de 20% dos pacientes tratados. 

Na fase silenciosa da doença, quando não há manifestação de sintomas, não é necessário fazer tratamento. 

Líquen plano na pele e unhas

O tratamento do líquen plano na pele e nas unhas pode ser feito com as seguintes abordagens:

  • Tratamentos tópicos: feitos com loções, cremes ou pomadas com o objetivo de diminuir a coceira e a inflamação. Por isso, geralmente contêm corticosteróide nas formulações, como clobetasol, betametasona, fluocinolona e triancinolona. 
  • Injeção de corticosteróide: os corticosteróides podem ser injetados diretamente nas lesões da pele, o que surte um efeito mais rápido. Mas, também podem ser ingeridos por via oral, juntamente com anti-histamínicos, como a hidroxizina e a desloratadina.    
  • Fototerapia: a exposição à luz ultravioleta (UVA e UVB) combinada com medicamentos que aumentam a sensibilidade da pele aos raios pode ajudar a cessar a resposta inflamatória que está causando as lesões e as coceiras na pele. Para os pacientes que não podem fazer fototerapia, mas moram em países tropicais, a simples exposição ao sol, de acordo com as orientações médicas, pode ajudar, . 
  • Medicação por via oral: alguns medicamentos por via oral são mais indicados para tratar o líquen plano na região genital. O tratamento do líquen plano na região genital é mais complexo e tende a deixar cicatrizes. Outras opções de tratamentos orais são acitretina e ciclosporina.

Líquen plano na boca

Quando o líquen plano se estabelece na boca e provoca sintomas, os seguintes tratamentos são indicados:

  • Enxaguante bucal com anestésico: fazer bochecho com um enxaguante bucal que contenha um anestésico, como a lidocaína, pode auxiliar no momento da refeição, reduzindo a dor envolvida na mastigação e deglutição dos alimentos. 
  • Pomada: pomadas com imunossupressores, como o tacrolimus e o pimecrolimus, podem ser usadas para diminuir a ação do sistema imune. 
  • Injeção ou comprimido de corticosteróide: os anti-inflamatórios podem ser administrados por via sistêmica, com comprimidos ou injetados diretamente no local, com as injeções.  

Se o líquen plano na boca não for tratado, a duração das feridas pode ser até mais longa do que quando ocorrem na pele. Então, quando há sintomas, a melhor opção é fazer o tratamento. 

As pessoas que têm um episódio de líquen plano na boca, geralmente têm que conviver com a doença a vida inteira.

Apesar das feridas na boca não terem potencial de virar um câncer, o fato da pessoa apresentar a doença, aumenta as suas chances de desenvolver um câncer na cavidade oral. 

Cuidados caseiros

Quando a pele estiver muito inchada e coçando, você pode aplicar compressas frias, que vão ajudar a reduzir esses desconfortos. 

No caso de desconfortos na boca, evite ingerir alimentos com temperos muito fortes ou muito duros. Também cuide da temperatura dos alimentos, para que não machuque ainda mais a sua boca. 

Use peças íntimas feitas de algodão e evite utilizar produtos de higiene perfumados. Faça a higiene com água fria, para aliviar a coceira e use sabonetes neutros. 

Fontes e referências adicionais

Você já tinha ouvido falar sobre o líquen plano? Você já viu algumas das formas de apresentação do líquen plano? Qual? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Alessandra Drummond

Dra. Alessandra Drummond é médica dermatologista, graduada em medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pós graduada em dermatologia no Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Felowship no Hospital Arcispedale Santa Maria Nueva, Reggio Emília, Itália. Para mais informações, entre em contato com ela no seu site.

Deixe um comentário