Home » Dieta » A Melhor Dieta Para Gordura no Fígado – Aprenda Como Tratar

A Melhor Dieta Para Gordura no Fígado – Aprenda Como Tratar

Gordo

Gordura no fígado é “o acúmulo de excesso de gordura nas células do fígado.” De Acordo com a American Liver Foundation (Fundação Hepática Americana), um dos maiores fatores de risco para gordura no fígado é a obesidade, que é causada por um excesso no consumo de calorias. Outros fatores de risco incluem diabetes, colesterol ou triglicérides alto, abuso de álcool, cirurgia de redução de estômago, certos medicamentos e desnutrição. Não há nenhuma definição médica de como tratar gordura no fígado, mas perder peso pode ajudar a prevenir e tratá-la. Aprenda aqui a melhor dieta para gordura no fígado.

  Continua Depois da Publicidade  

Frutas e Vegetais

Frutas e vegetais oferecem vários nutrientes valiosos, incluindo vitaminas, minerais e antioxidantes que fortalecem o sistema imune do corpo e evitam infecções e doenças. A Fundação Hepática Americana sugere uma dieta para gordura no fígado rica em frutas e vegetais, para reduzir os sintomas.

Frutas e vegetais são ricos em nutrientes e contêm poucas calorias, características que ajudam a apoiar um controle de peso saudável, que também pode ajudar a prevenir ou tratar a gordura no fígado. Incorpore uma variedade de frutas frescas e coloridas regularmente para os melhores resultados. Frutas e vegetais particularmente ricos em antioxidantes incluem mirtilo, cereja, framboesa, laranja, toranja, mamão papaia, tomate, espinafre, brócolis, couve, folhas de mostarda e pimentão. 

Grãos Integrais

Grãos integrais oferecem vitaminas, minerais, antioxidantes, e fibra alimentar. A ingestão de grãos integrais está associada a um risco reduzido de doença cardíaca, diabetes e outras condições sérias. Alimentos com um índice glicêmico alto, ou aqueles que afetam os níveis de açúcar no sangue drasticamente, podem exacerbar sintomas de gordura no fígado, enquanto uma dieta rica em alimentos com baixo índice glicêmico pode ajudar a prevenir ou tratar a doença.

Grãos integrais são pouco glicêmicos e fontes nutritivas de carboidratos. Se você tem, ou tem risco de ter gordura no fígado, substitua alimentos com carboidratos processados, como pão branco, cereais açucarados e lanches processados, que oferecem pouco valor nutricional e podem prejudicar os níveis de açúcar no sangue. Escolhas valiosas de cereais integrais incluem aveia, triquilho, espelta, cevada, arroz integral ou selvagem e centeio. Incorpore uma variedade de cereais integrais na sua dieta e colha muitos benefícios.

  Continua Depois da Publicidade  

Gorduras Insaturadas

Gorduras insaturadas, como aquelas encontradas nas castanhas, sementes e óleos vegetais, promovem a saúde cardíaca, funcionamento cerebral e bem estar físico geral quando consumidas nas quantidades adequadas. Gorduras saturadas e trans, comumente encontradas em alimentos fritos, carne vermelha e laticínios integrais, aumentam o risco de doenças e podem ser prejudiciais para aqueles com gordura no fígado, de acordo com a edição de setembro de 2012 do “American Journal of Physiology” (Revista Americana de Fisiologia).

Escolhas de gorduras saudáveis para uma dieta para gordura no fígado incluem azeite de oliva, óleo de canola, nozes, amêndoas, abacate e sementes. Ômega 3, uma gordura essencial que o corpo não produz, é encontrado no salmão, atum, pescada, sardinha, nozes e óleo de canola. Incorpore uma variedade de fontes de gorduras saudáveis na sua dieta para colher muitos benefícios. As gorduras alimentares ajudam na absorção de nutrientes, portanto ingira-as com refeições nutritivas que incluem vegetais, frutas e/ou grãos inteiros para aumentar os benefícios.

Proteína e Laticínios

As melhores proteínas para ajudarem com o controle e perda de peso são de fontes magras, como aves, ovos, soja, carnes magras, peixe, frutos do mar, feijão e legumes. Excesso de gordura e calorias pode ser reduzido removendo toda a gordura visível e a pele de carnes e aves antes de cozinhar e usando métodos saudáveis de cozimento, como grelhar, cozinhar no vapor, assar. Os laticínios mais saudáveis incluem leites, queijos e iogurtes semi desnatados ou desnatados.

Alimentos com Pouco Colesterol

Colesterol é um tipo de gordura encontrada em produtos animais. Uma reportagem na edição de agosto de 2011 do “World Journal of Gastroenterology” (Revista Mundial de Gastroenterologia), recomenda uma dieta para gordura no fígado com poucas gorduras saturadas e trans. Alimentos ricos em gorduras ômega, como peixes, azeite de oliva e castanha são recomendados para ajudar a tratar gordura no fígado. A reportagem também recomenda alimentos com poucos açúcares simples e xarope de milho.

Bebidas Não Alcoólicas

Álcool estressa o fígado e é ligado a doenças hepáticas. De acordo com o Centro Médico Pacífico na Califórnia, apenas uma garrafa de cerveja ou uma taça de vinho pode contribuir para gordura no fígado. A Fundação Hepática Americana encoraja indivíduos com gordura no fígado a evitarem álcool. Exemplos de bebidas não alcoólicas incluem água, suco, refrigerante, chá, café, isotônicos e leite.

Vídeos:

Gostou das dicas?

  Continua Depois da Publicidade  

Você já passou ou está passando pelo problema de gordura no fígado? Quais alimentos lhe foram recomendados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (128 votos, média: 3,77 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite
  Continua Depois da Publicidade  


ARTIGOS RELACIONADOS

58 comentários

  1. Ola Patricia boa noite.
    Vou falar um poco
    fiz duas cirurgia uma a retirada de um rim esquerdo
    depois. De um ano fiz outra cirurgia da visicula..
    Engordei 13 quilos
    Por ultimo fiz uma ultra som do abdómen
    deu gordura no figado
    ..porisso estou aqui preciso da sua ajuda
    Muito obrigada

  2. Ola Patricia, poderia me passar tambem a dieta, estou com gordura no figado: [email protected]

  3. loucy anne Paes Pontes

    Minha mãe tem 81 anos e esta com gordura no fígado nível 1 e preciso de ajuda para poder cuidar dela.Ela também tem diabetes e preciso fazer um cardápoio certo para ela comer

  4. Fui diagnosticada com gordura no fígado grau 3 há 1 ano atrás, meu gastro foi tão severo comigo que disse que se eu não mudasse meus hábitos, iria me transplantar pq eu já estava quase com cirrose, ok… em 2 meses e meio perdi 10 quilos! acabaram minhas dores, fraqueza, e tudo mais.. refiz o exame e abaixou um grau, agora estou com gordura moderada grau 2.. porém, como me senti bem melhor, voltei a comer algumas besteiras, conclusão: engordei 5 quilos e as dores voltaram, não como antes, mas voltaram… recomecei esta semana, e já estou me sentindo muito melhor… se querem saber, a forma é a seguinte: meu gastro disse que não seria necessário exercício, mas, me proibiu de quase tudo, CORTEI: doces (apenas sem açúcar ou 80% amargo DE VEZ EM QUANDO), refrigerantes, sucos tanto naturais quanto artificiais, frituras (como apenas grelhados e cozidos com azeite), farinha, massas e álcool.. como tudo integral, verduras, frutas, legumes, muita água e caminhada de vez em quando… sopa, apenas caldos, como de abóbora, cenoura, desse tipo… ou seja, não é fácil! mas é pela nossa saúde e claro, vc se olhar no espelho e ver que conseguiu eliminar muito peso, faz toda a diferença! Ah, e uma coisa que meu gastro disse e que levo comigo: A CADA 1 QUILO PERDIDO, ELIMINA-SE 30% DE GORDURA!!! Tem noção? É muita coisa!! Comer bem, para viver melhor…

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*