Mucuna: O Que é, Benefícios, Efeitos Colaterais e Como Tomar

Especialista:
atualizado em 24/07/2020

Os benefícios da Mucuna Pruriens, ou simplesmente mucuna são bem conhecidos da Ayurveda, a medicina milenar indiana, onde tem sido utilizada de forma terapêutica por muitas gerações para equilibrar os sistemas reprodutivo e nervoso do corpo. As sementes são a parte principal da mucuna e são geralmente consumidas na forma de pó, usadas para fins medicinais como um suplemento.

Muitas pessoas tomam o extrato ou pó das sementes de mucuna diluído em água como um chá e o consideram altamente estimulante e tão eficaz como o café para melhorar o estado de alerta. Pesquisas atuais incluem a planta no grupo das adaptogênicas, com propriedades que melhoram a adaptação do nosso organismo a situações de estresse.

Originalmente usada para tonificar e fortalecer o sistema nervoso e conhecida por melhorar o humor, além de manter o cérebro saudável e protegido, a mucuna pode ser fonte de muitos outros benefícios à saúde.

Benefícios relacionados à Mucuna Pruriens

Abaixo estão listados alguns dos benefícios relacionados ao consumo do extrato das sementes de Mucuna Pruriens, e em seguida vamos explicar mais detalhadamente sobre eles.

  • Uma fonte natural de L-Dopa (levodopa), aumenta a dopamina no cérebro
  • Ajuda a relaxar o corpo diminuindo o estresse e a ansiedade
  • Pode favorecer a libido e revitalizar o sistema reprodutivo
  • Pode oferecer resultados semelhantes aos antidepressivos
  • Tem a capacidade de promove um sono melhor
  • Pode ser usado como coadjuvante na recuperação de dependência de drogas
  • Tem o poder de melhorar as funções cognitivas e de memória
  • Pode favorecer a produção do GH e outros hormônios que ajudam a manter a jovialidade
  • Pode normalizar as habilidades motoras e agir como relaxante dos movimentos musculares
  • Pode ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue
  • Promove a digestão
  • Ajuda a energizar o corpo naturalmente

A planta Mucuna Pruriens – O que é?

Mucuna Pruriens é uma planta da família das leguminosas, também chamada no Brasil de café berão e pó de mico. Ela é nativa das florestas de clima tropical da América do Sul, África e das Índias Ocidentais.

As suas sementes ou grãos são de uma cor bege, marrom ou preto e crescem dentro de uma longa vagem aveludada curva cuja cobertura é conhecida por causar irritação quando em contato com a pele.

A planta é considerada um fixador de nitrogênio e é comumente usada como cobertura fertilizante do solo em terras degradadas pela agricultura.

A árvore de Mucuna Pruriens pode atingir até 15 metros de altura e não tem uma aparência tão bonita, embora possa produzir algumas flores que variam do branco ao roxo.

O contato com os bulbos, projeções espinhosas da planta, também pode causar prurido na pele. Outro fato interessante sobre esta planta é que ela é utilizada como uma alternativa ao café por alguns povos. As sementes são secas e moídas, em seguida, fabrica-se uma bebida na forma típica do nosso café.

A Mucuna Pruriens e o L-Dopa

Mucuna é uma das maiores fontes naturais de um aminoácido chamado L-Dopa (Levodopa), um precursor essencial para o neurotransmissor dopamina.

Manter níveis adequados de dopamina é essencial para nutrir as funções mentais, a saúde emocional, o sono, a memória, as habilidades motoras e a coordenação muscular.

Este aminoácido, o L-Dopa, é um composto conhecido por melhorar o humor e é frequentemente ingerido como suplemento natural para a depressão e a ansiedade, visto que estimula a produção de dopamina no cérebro.

Para relembrar, a dopamina é um neurotransmissor muitas vezes referido como “hormônio do bem estar”. Ele é produzido pelo cérebro quando estamos bem ou como mecanismo de recompensa do organismo e pode ser naturalmente estimulado através de várias atividades gratificantes como dançar, fazer e através de experiências sexuais prazerosas.

Ele é um intermediário da noradrenalina, um neurotransmissor que ajuda a regular o sono, além de estimular também a produção do GH (hormônio do crescimento).

O L-Dopa é metabolizado em dopamina tanto pelo coração quanto pelo cérebro e seu uso pode ser muito útil para todos os indivíduos com problemas nervosos e transtornos de ansiedade que podem levar a doenças neurodegenerativas graves ou à redução da capacidade cognitiva.

Os benefícios da Mucuna Pruriens para o cérebro

Pesquisas sugerem que a mucuma protege o cérebro mantendo as funções cognitivas e neurais saudáveis, além de melhorar as atividades neurais. Tais benefícios são asociados à sua ação antioxidante.

O mecanismo físico por trás da sua ação é o seguinte: Todos os radicais livres têm um elétron desemparelhado que os torna instáveis no corpo humano. Os antioxidantes são capazes de adicional um elétron para a molécula de radical livre e assim neutralizar seus efeitos, particularmente sobre o cérebro.

O L-Dopa, aminoácido encontrado na mucuna, melhora a ação de neurotransmissores responsáveis por processos fundamentais do cérebro, além de dar ao cérebro mais capacidade de criar compostos necessários para o seu funcionamento.

O L-Dopa também é essencial na produção de dopamina e noradrenalina. Neurotransmissores ligados à sensação de humor, energia, prazer e motivação.

A Mucuna também é reconhecida por aumentar a agilidade mental e melhorar o nível de foco e concentração de uma forma diferente da cafeína. A ingestão de cafeína por algumas pessoas ou de acordo com a quantidade pode levar à ansiedade e ao nervosismo. A Mucuna Pruriens, ao contrário, pode acalmar os nervos do cérebro e promover ondas cerebrais estáveis e rítmicas semelhantes às emitidas pelo cérebro durante o sono e em momentos de serenidade.

Benefícios para a vida sexual

A mucuna também é milenarmente conhecida por sua atuação na função sexual e a libido. Ela também é utilizada muitas vezes com o objetivo de promover a fertilidade em homens e mulheres, favorecendo o aumento dos níveis de contagem de esperma e testosterona masculinos, além de atuar na regulagem dos ciclos de ovulação nas mulheres.

O suplemento ainda tem certas propriedades antioxidantes que podem ajudar a proteger as células sexuais de danos oxidativos.

Possíveis benefícios de Mucuna Pruriens relacionados à doença de Parkinson

O extrato de sementes de Mucuna Pruriens tem sido muito utilizado pela medicina tradicional indiana Ayurveda, como auxiliar no tratamento de diversas doenças, incluindo a doença de Parkinson. O L-Dopa presente na mucuna afeta positivamente o metabolismo da dopamina no sistema nervoso. Este neurotransmissor mostrou potencial de ajudar a melhorar os sintomas do Parkinson em seres humanos.

Isto se dá porque a doença de Parkinson é caracterizada pela produção parcialmente diminuída de dopamina e a Mucuna Pruriens pode influenciar na regulação dos níveis de dopamina. Estudos preliminares indicam que a forma natural de L-Dopa da mucuna fornece resultados equivalentes, ou até melhores, em comparação com a mesma substância fabricada em laboratório, e não apresentou muitos dos efeitos colaterais comuns causadas pela droga sintética, tais como náuseas, vômitos e movimentos musculares involuntários.

Mucuna Pruriens como neutralizador de veneno de cobra

A mucuna é usada tradicionalmente como um agente neutralizador de veneno de algumas espécies de cobras peçonhentas. Há uma glicoproteína específica no extrato feito a partir da planta que pode neutralizar as toxinas presentes no veneno que a cobra venha a injetar em um homem.

Pesquisas já mostraram que o extrato de mucuna ainda estimula a produção de anticorpos que neutralizam a letalidades de alguns tipos de venenos.

Parece favorecer a liberação do hormônio do crescimento

A ingestão do extrato de Mucuna contén L- Dopa, um aminoácido que contém substâncias que podem estimular a liberação natural do hormônio do crescimento. Este hormônio, também chamado de GH, é produzido pela glândula hipófise do cérebro e tem a função de estimular o crescimento em crianças e adolescentes. O GH também ajuda a regular os fluidos corporais, o crescimento dos músculos e óssos, o nível de açúcar e o metabolismo da gordura no organismo.

É interessante ressaltar é que ao estimular os níveis do hormônio do crescimento pode haver impacto também na perda de peso devido ao estímulo mental associado. Além de regular o GH, que fortifica os músculos, melhora a coordenação, a agilidade mental e a força, o vínculo que a mucuna possui com a dopamina, traz também a sensação de bem estar e, com isso, o ânimo para as atividades físicas.

Veja também:  Tudo sobre HGH

Mostrou efeitos positivos no processo de recuperação de dependentes químicos

O estresse, o excesso de uso de estimulantes, o abuso de drogas legais e ilegais e o uso excessivo de álcool esgotam os níveis de dopamina no cérebro. Quando os níveis de dopamina baixam, o indivíduo tende a ficar excessivamente agitado e nervoso e ainda causar danos à produção de neurotransmissores no cérebro.

O L-Dopa presente na Mucuna Pruriens ajuda a repor os níveis deficientes de dopamina nas pessoas em processo de recuperação do uso de substâncias viciantes e ainda age restaurando as sinapses neuronais para níveis saudáveis.

Efeitos colaterais no uso da Mucuna Pruriens

Consumir Mucuna Pruriens é bastante seguro e o extrato está entre os favoritos entre as pessoas que utilizam estimulantes cerebrais naturais, a base de plantas, também chamados de nootrópicos. No entanto, existem alguns efeitos colaterais associados a seu consumo, incluindo dores de cabeça, vômitos, insônia e, possivelmente, confusão. Todos esses efeitos são muito raros e geralmente só se apresentam em indivíduos que tomaram doses excessivamente altas da planta.

O contato com a haste e a vagem da planta pode causar coceira intensa, mas isto não ocorre no caso do consumo do extrato da planta.

Como tomar Mucuna Pruriens

A mucuna pode ser ingerida de três formas:

– Extrato ou em pó: Devem conter pelo menos 15 por cento de L-Dopa para serem eficazes. O pó ou o extrato são tomados misturados na água.

– Comprimidos: O extrato é comprimido e sua ingestão torna-se mais conveniente para algumas pessoas.

– Tintura: A tintura é o extrato líquido feito a partir da dissolução das sementes em álcool para a extração dos nutrientes.

Tanto o pó quanto a tintura podem ser misturados com água, sucos e batidas. O pó também pode ser misturado à água quente e ser tomado como um substituto do café para dar energia ao corpo sem estimulá-lo excessivamente.

Na Amazônia o extrato de mucuna é utilizado há mais de 2.000 anos como um ingrediente do chocolate, junto com o cacau cru.

Na hora de comprar, observe sempre se o produto é feito exclusivamente a partir dos grãos apenas, isto porque quase todos os estudos e pesquisas científicas mostram que os benefícios para a saúde estão apenas nesta parte da Mucuna Pruriens.

A dosagem ideal para obter benefícios à saúde

A dosagem diária comumente recomendada é entre 200 e 500 miligramas. O ideal é começar com uma quantidade menor e aumentar gradativamente de acordo com a necessidade.

É possível encontrar a Mucuna Pruriens em combinação com vários outros suplementos em combinações que se propõe a reforçar o humor, melhorar o bem-estar emocional, reduzir o estresse e a ansiedade e para aumentar a concentração e a energia mental.

No caso do extrato líquido, o ideal é consumir de 30 a 60 gotas diluídas em água, chá ou suco, de uma a três vezes por dia.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (282 votos, média: 3,83 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário