20 Melhores Alimentos Afrodisíacos e Seus Benefícios

Alimentos afrodisíacos, aqueles destinados a aumentar e/ou estimular o desejo sexual são tradicionalmente conhecidos, em diversas culturas, mas será que eles realmente fazem efeito? Ou seriam somente crendices populares? Haveria neles algum elemento que realmente pudesse incrementar o prazer sexual? 

O que seriam alimentos afrodisíacos?

Essa é uma palavra derivada do nome Afrodite – a Deusa da Fertilidade, segundo a mitologia grega. Portanto, tudo que for afrodisíaco está ligado ao que estimula o apetite sexual. No caso dos alimentos afrodisíacos, eles teriam entre seus componentes alguma propriedade que atingisse essa finalidade, enquanto os alimentos comuns não conseguem provocar os mesmos estímulos.

Melhores alimentos afrodisíacos

Alguns deles são bastante conhecidos, outros menos, mas não há nada que impeça de testar um a um. Uma dica importante: alguns alimentos afrodisíacos poderão ter muitas calorias, portanto, atenção!

1. Chocolate

O chocolate é um alimento dos deuses. Dispara endorfina e serotonina assim que atinge o céu da boca, ou seja, quase instantaneamente. Talvez essa seja uma das grandes virtudes do chocolate para estar entre os alimentos afrodisíacos mais consumidos, pois as pessoas após consumi-lo relaxam, seu humor melhora, se sentem mais felizes e dispostas.

O chocolate contem teobromina, que é um estimulante, mas também estaremos consumindo feniletilamina, que é uma substância que nos faz sentir como se estivéssemos “embriagados”.

2. Morangos

Outra opção interessante. O morango provoca um efeito diretamente sobre as glândulas do sistema endócrino, ajudando a eliminar o estresse do corpo. Sua vitamina C eleva a produção dos hormônios sexuais e traz benefícios aos neurotransmissores. Se houver uma conjugação de chocolate com morango, os efeitos destes alimentos afrodisíacos serão muito mais bombásticos.

3. Tâmaras

Para os mouros, as tâmaras são consideradas um fruto sagrado. Algumas terapias alternativas à falta de libido incluem o consumo diário de tâmaras para aumentar o apetite sexual.

4. Ostras

As ostras são definidas como alimentos afrodisíacos, mas há motivos conflitantes, por exemplo, alguns consideram seu odor como um poderoso afrodisíaco, outros atribuem ao sabor forte, e um terceiro grupo considera sua forma como um estimulante sexual poderoso. O fato é que as ostras são ricas em zinco, um mineral que ajuda a elevar os níveis de testosterona nos homens, enquanto aumenta a libido nas mulheres.

5. Mel

Algumas culturas acreditam que o mel, com sua textura e aroma delicado e doce, funcione como um potente afrodisíaco.

6. Bebidas alcoólicas

A grande maioria consegue gerar um efeito desinibidor, o que em alguns casos, permite que as pessoas estejam mais relaxadas e mais abertas aos estímulos sexuais.

7. Aspargos

Ricos em vitamina E, que aumenta o fluxo sanguíneo, levando mais oxigênio aos órgãos genitais. Os aspargos também contêm potássio, que é muito importante na produção dos hormônios.

8. Bananas

Também são ricas em potássio, que eleva a produção de hormônios sexuais e energia, além de melhorar o humor.

9. Abacate

Os astecas chamavam o abacateiro de “árvore dos testículos”. Sua gordura saudável (poli-insaturada) melhora o funcionamento do coração e das artérias, sendo também benéfica aos órgãos sexuais.

10. Salmão

Rico em ômega-3, não é só saudável ao bom funcionamento do coração, pois assim como as ostras também contém zinco, que aumenta a testosterona nos homens e o desejo sexual nas mulheres.

11. Alho

Entre os componentes do alho encontramos a alicina, que ajuda a elevar o desejo sexual, enquanto aumenta o fluxo sanguíneo nas áreas genitais.

12. Pimentas

Ajudam a produzir endorfinas, que são as substâncias que nos disparam a sensação de felicidade.

13. Gengibre

Melhoram a circulação sanguínea. Seu efeito termogênico eleva o metabolismo, exercendo um efeito estimulante.

14. Nozes

Mais um dos alimentos afrodisíacos ricos em zinco, que eleva a potência masculina, enquanto ajuda a evitar problemas de próstata. Ótima fonte de proteína, fornecendo muita energia ao corpo, de um modo geral.

15. Soja

Para as mulheres, as isoflavonas presentes na soja funcionam como os hormônios femininos, aumentando a lubrificação vaginal, enquanto ajudam a elevar a libido.

16. Ginkgo Biloba

Suas propriedades vasculares atuam no corpo cavernoso peniano, melhorando o fluxo sanguíneo. É utilizado para aumentar o apetite sexual e atenuar problemas de disfunção erétil.

17. Ginseng

Melhora a excitação sexual em mulheres com libido baixa, também quando já estão entrando em menopausa. Nos homens, o ginseng ajuda a evitar a ejaculação precoce.

18. Guaraná

Altamente energético, o guaraná ajuda a manter a relação por mais tempo, pois atua no sistema nervoso.

19. Vinho

Quando consumido sem exageros, como por exemplo uma taça de vinho, ajudará a relaxar, tornando a pessoa mais desinibida e receptiva. Essa propriedade se deve a seus flavonoides.

20. Especiarias

Os aromas característicos destes alimentos afrodisíacos são muito envolventes, como também seus sabores. Se usadas corretamente, as especiarias terão função estimulante, vasodilatadora, como um excelente afrodisíaco. Poderemos incluir nessa lista o cravo, a canela, a noz moscada, o açafrão, entre outros.

Tipos de afrodisíacos

  • Afrodisíacos por associação: São os mais simples de todos, pois sua aparência se assemelha aos órgãos reprodutores, tanto femininos, quanto masculinos;
  • Afrodisíacos de ação central: Toda e qualquer substância que consegue aumentar o desejo sexual. Isso inclui fármacos, hormônios, alimentos afrodisíacos, ou alguma substância que contenha, entre seus ingredientes, algo que consiga aumentar os níveis de dopamina. Entre eles poderíamos citar a testosterona, entre outros;
  • Afrodisíacos por estímulo dos canais analógicos: Costumam ser os mais rápidos em efetividade. Podem ser percebidos através de algum aroma, um perfume específico, o cheiro de alguns alimentos e/ou temperos, etc. Costumam atuar como um efeito gatilho, chegando a várias zonas do corpo.

Considerações finais

Os alimentos afrodisíacos citados acima possuem propriedades físico-químicas que podem ter efeitos sobre o organismo, no entanto, um alimento não substitui um carinho, um elogio, uma declaração de amor. Os afrodisíacos são um complemento a algo que deve funcionar na presença ou ausência deles.

Você e seu parceiro ou parceira têm o costume de utilizar alimentos afrodisíacos para apimentar a relação? Quais são seus preferidos? Já sentiu realmente alguma diferença sensorial com algum deles? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 4,17 de 5)
Loading...

3 comentários em “20 Melhores Alimentos Afrodisíacos e Seus Benefícios”

Deixe um comentário