Queijo é Proteína ou Carboidrato Afinal?

Especialista:
atualizado em 23/12/2019

O queijo é um ingrediente que vai bem em diversas ocasiões e receitas. Seja em um jantar, nos lanchinhos ao longo do dia, no almoço ou no café da manhã, ele pode aparecer em pratos como sanduíches, tortas, lasanhas, pizzas e molhos, por exemplo.

Mas você já se perguntou ou saberia dizer que o queijo é proteína ou carboidrato? Por mais que alguns não pensem muito a respeito disso quando consomem o alimento, descobrir essa informação é importante para pessoas que seguem algum tipo de dieta em que há a restrição ou diminuição no consumo de algum nutriente.

Afinal, o queijo é proteína ou carboidrato?

Para começar a responder a esse questionamento, o que vamos fazer é conferir a quantidade de proteínas e carboidratos que são encontrados em diferentes tipos de queijos. Isso você confere na tabela a seguir:

Tipo de queijo Quantidade de proteínas por 30 g Quantidade de carboidratos por 30 g
Mussarela 7,2 g 0,7 g
Prato 4,4 g 2,1 g
Provolone 8 g 1 g
Minas Padrão 6,9 g 1,4 g
Queijo de Cabra 7,06 g 0,55 g
Brie 5,1 g 0 g
Parmesão 9,3 g 0,9 g
Gouda 7,48 g 0,65 g
Suíço 8,07 g 1,61 g
Cottage 4,8 g 1 g
Ricota 4,5 g 0,6 g

Como as informações da tabela acima nos deixaram bem claro, diversos tipos de queijo possuem um teor de proteínas consideravelmente maior do que a sua quantidade de carboidratos. Portanto, isso nos leva a concluir que o alimento serve mais como uma fonte proteica do que de carboidratos.

A proteína dos queijos 

Agora que já entendemos se o queijo é proteína ou carboidrato, que tal conhecermos melhor como é a proteína encontrada nesse alimento? Seria a proteína presente no queijo é considerada de alta qualidade?

Podemos afirmar que sim. Um dado do National Dairy Council (Conselho Nacional dos Produtos Laticínios, tradução livre), dos Estados Unidos, afirma ainda que o queijo é o principal produto laticínio que serve como fonte de proteínas na alimentação.

As proteínas encontradas no queijo são de qualidade elevada, abundantes nos aminoácidos essenciais e são classificadas como altamente digestíveis.

A maior parte das proteínas encontradas nos queijos pertence a uma família de proteínas provenientes do leite que recebe o nome de caseína. Segundo a página, a caseína é a maior família proteica do leite, sendo que a mais abundante delas é conhecida pelo nome de caseína alfa (alpha-casein).

A esse tipo de proteína são atribuídos alguns benefícios à saúde do organismo humano como a possibilidade de promover a diminuição da pressão arterial e a elevação da absorção de minerais do trato digestivo.

Outros nutrientes encontrados no queijo 

O queijo também serve como fonte de outros nutrientes, como vitaminas e minerais, que são importantes para o funcionamento apropriado do organismo humano. Quais são eles? É o que você confere na lista a seguir:

  • Cálcio: exerce um papel fundamental na saúde dos ossos;
  • Fósforo: fornece solidez aos ossos e aos dentes e contribui com o equilíbrio do pH do corpo humano, conforme informações do site Mundo Educação;
  • Selênio: possui ação antioxidante, fortalece o sistema imunológico e trabalha na melhoria da circulação sanguínea;
  • Zinco: é importante para o sistema imunológico, atua no processo de divisão e crescimento celular, trabalha na quebra de carboidratos e contribui com a cicatrização de feridas;
  • Vitamina A: é importante para a visão, está envolvida nos processos de reprodução e comunicação celular e participa do desenvolvimento e manutenção do tecido epitelial;
  • Vitamina B2: estimula a produção de sangue, mantém o bom funcionamento do sistema nervoso, é importante para a saúde da pele e da boca e contribui com a saúde dos olhos, prevenindo a catarata;
  • Vitamina B12: auxilia o organismo em sua obtenção de energia, contribui para que o ferro trabalhe bem no corpo humano e colabora com a formação de glóbulos vermelhos;
  • Vitamina K2: também conhecida pelo nome de menaquinona, o consumo adequado da substância é importante para a manutenção da saúde do coração e dos ossos.
  • Sódio: o composto é encontrado em pequenas quantidades no leite, ingrediente que dá origem ao queijo, porém, também é acrescentado ao queijo para melhorar seu sabor e aumentar o seu tempo de prateleira. Recomenda-se não ingerir mais do que 2.300 mg de sódio diariamente. Ainda que o nutriente seja importante para o auxílio à contração muscular e à transmissão de impulsos nervosos, regulação do volume e da pressão arterial, equilíbrio dos fluidos corporais e manutenção de níveis regulares de pH sanguíneo, quando o limite de consumo diário recomendado é ultrapassado, surgem problemas como hipertensão, pressão arterial alta, retenção de água, aumento do volume sanguíneo, que gera mais pressão às artérias, doença no coração, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca.

Veja mais: Comer queijo pode aumentar expectativa de vida e prevenir câncer.

Você imaginava que o queijo é proteína ou carboidrato, antes de ler essa matéria? Que tipo de queijo você costuma consumir mais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (20 votos, média: 3,80 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

3 comentários em “Queijo é Proteína ou Carboidrato Afinal?”