Especialista da Área:

Repolho é Remoso?

Confira se o repolho é remoso ou se não há possibilidade deste alimento causar problemas ao nosso organismo em alguma circunstância de consumo.

Existem pessoas que têm medo de comer repolho e ficar com muita flatulência, entretanto, mesmo quem foge do alimento para não ficar com mais gases não pode negar que existem vários benefícios do repolho para o organismo.

  Continua Depois da Publicidade  

Isso porque ele funciona como uma fonte de diversos nutrientes importantes. De acordo com sua composição nutricional, uma xícara ou 89 g de repolho contém fibras, manganês, cálcio, potássio, magnésio, vitamina B6, vitamina B9, vitamina C e vitamina K.

O alimento ainda é composto por pequenas dosagens de ferro, vitamina A e vitamina B2.

Mas será que além de repolho provocar gases, nós não precisamos nos preocupar com outros efeitos que o repolho pode provocar no organismo humano? Por exemplo, você já ouviu falar que o repolho é remoso?

Antes de tudo: o que são alimentos remosos?

Nós temos que, necessariamente, responder a esse questionamento para entender se o repolho é remoso ou não. Portanto, vamos nessa.

De acordo com o dicionário, a expressão remoso significa “capaz de prejudicar a saúde, que faz mal à saúde, especialmente ao sangue […]”. O termo ainda pode sofrer uma pequena variação e ser chamado de reimoso.

O termo reimoso não se trata de uma classificação científica, mas é uma expressão antiga, associada à sabedoria popular, que também pode definir os alimentos que podem provocar inflamação na pele, em decorrência de uma reação alérgica.

Chama-se popularmente de reima, algo que pode ser considerado um alergênico e que causa reações como coceira, diarreia e intoxicações mais sérias em algumas pessoas.

Os alimentos remosos ou reimosos também são conhecidos pela alcunha de “alimentos carregados” e essas comidas costumam apresentar quantidades elevadas de proteína e gordura animal.

Além disso, os alimentos remosos ou reimosos também podem interferir no processo de cicatrização.

E então, será que o repolho é remoso ou não é?

Há quem acredite que o repolho pode ser remoso ou provocar reações adversas em pessoas mais sensíveis devido ao fato de ser uma verdura “fermentativa”. Entretanto, existem controvérsias em relação a isso.

  Continua Depois da Publicidade  

Uma mostra disso é que recomenda-se que o repolho seja um dos alimentos ricos em vitamina C ingeridos frequentemente no almoço e no jantar para favorecer uma boa cicatrização em caso de ferimentos na pele.

Por outro lado, encontramos especialistas que afirmam que o repolho faz parte do grupo de alimentos que devem ser evitados durante o pré-operatório e o pós-operatório, justamente por ser um alimento fermentativo.

Isso porque a fermentação provoca a dilatação do estômago, além de poder aumentar bastante a cólica e a ocorrência de flatulência exagerada, o que pode ser um tanto quanto desconfortável, principalmente para as pessoas que se submetem a uma cirurgia abdominal.

A questão alergia

Segundo a graduada em medicina da Escola de Medicina George Washington e residente do Hospital Universitário Georgetown, ambos nos Estados Unidos, Danielle Stevens, embora seja raro ter uma reação alérgica ao repolho, não é impossível que uma pessoa experimente sintomas de alergia ao alimento.

A Mayo Clinic, organização da área de serviços médicos e pesquisas médico-hospitalares dos Estados Unidos, informou que aqueles que sofrem com alergia ao pólen da artemísia têm chances de apresentar reações ao repolho.

Quando uma pessoa com alergia ao repolho consome o alimento, demora somente alguns minutos para que o sistema imunológico comece a produzir anticorpos para atingir as proteínas presente no alimento, resultando assim no aparecimento dos sintomas de uma reação alérgica, indicou a graduada em medicina da Escola de Medicina George Washington, em seu artigo publicado.

“A quitinase é uma enzima-proteína que foi extraída dos caules e raízes do repolho e mostrou desencadear uma reação alérgica”, detalhou Stevens, que explicou ainda que outra substância, conhecida como “Bra o 3” também já foi caracterizada como um alérgeno do repolho.

A residente do Hospital Universitário Georgetown esclareceu que a lista de sintomas de uma reação alérgica ao repolho pode incluir inchaço, coceira e formigamento na boca, língua, lábios e rosto, vermelhidão, inflamação, lesões e erupções na pele, dor abdominal, náusea, vômito, diarreia, constrição das vias respiratórias, broncoespasmos, chiado no peito, aperto no peito, tosse e dificuldade para respirar.

“Em casos raros, um indivíduo pode desenvolver a anafilaxia, uma reação potencialmente fatal que causa palpitações no coração, náusea, vertigem e inconsciência se não for tratada”, completou Stevens.

A anafilaxia também é descrita como uma reação alérgica severa que restringe a respiração e trata-se de uma emergência médica que pode fazer o corpo entrar em choque, além de envolver sintomas como perda de consciência, queda na pressão, erupção cutânea, vômito e pulso rápido e fraco, advertiu a Mayo Clinic.

Caso você experimente qualquer um dos sintomas mencionados neste tópico ou algum outro sinal de reação alérgica ao consumir o repolho, procure rapidamente o socorro médico, mesmo que não imagine que se trata de um problema tão grave assim.

Isso é necessário para verificar a real seriedade do sintoma em questão, receber o tratamento necessário, descobrir se tem alergia ao repolho ou não e saber como proceder com segurança em relação ao consumo do alimento.

  Continua Depois da Publicidade  

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que o repolho é remoso? Consome com frequência em sua dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário