Seakalm

Seakalm Engorda? Para Que Serve, Como Tomar e Efeitos Colaterais

Antes de sabermos se Seakalm engorda, precisamos entender melhor o que é e para que serve esse medicamento, não é mesmo? Pois bem, o que temos aqui é um produto fitoterápico, que tem o extrato seco da planta Passiflora incarnata L. em sua composição.

Sua indicação refere-se ao tratamento da ansiedade leve, como estados de irritabilidade, agitação nervosa, tratamento de insônia e desordens da ansiedade. As informações são da bula do remédio.

A comercialização de Seakalm é isenta de prescrição médica. O uso do medicamento é oral e adulto e ele pode ser encontrado em embalagens contendo 10 comprimidos revestidos. As informações são da bula do fitoterápico.

É verdade que Seakalm engorda? 

Para sabermos se Seakalm engorda, precisamos checar se a sua bula traz alguma informação a respeito desse tipo de efeito.

E, de acordo com os dados apresentados no documento, não podemos afirmar que o Seakalm engorda, tendo em vista que a bula não menciona nenhum efeito colateral provocado pelo fitoterápico que poderia provocar, pelo menos de maneira direta, o aumento de peso.

Entretanto, caso você perceba que engordou durante o tratamento com o remédio, procure a ajuda de um médico para saber o que pode ter originado essa elevação do peso e o que você pode fazer para retornar ao seu peso ideal e saudável.

Seakalm dá sono?

De acordo com a bula do fitoterápico, ele atua no sistema nervoso central, produzindo um efeito sedativo e prolongando o período de sono.

Além disso, a bula ressalta que doses excessivas (que não devem ser utilizadas, mantenha-se sempre dentro da dosagem recomendada pelo médico ou pela bula) podem provocar uma sedação prolongada e estados de sonolência. Ou seja, podemos concluir que o medicamento pode sim provocar o sono.

A bula alerta ainda que justamente porque pode ocorrer sonolência durante o tratamento com Seakalm o paciente que usa o remédio não deve dirigir veículos ou operar máquinas pois a sua habilidade e a sua atenção estarão diminuídas.

Efeitos colaterais de Seakalm 

O medicamento pode provocar efeitos colaterais como náuseas, vômitos, dor de cabeça e taquicardia, ainda que essas reações adversas sejam classificados como raras. As informações são da bula do fitoterápico.

Caso durante o tratamento com o remédio você experimente qualquer uma dessas ou ainda algum outro tipo de efeito colateral, procure rapidamente a ajuda médica para saber o que deve fazer daí para frente.

Contraindicações e cuidados com Seakalm 

A bula informa que o fitoterápico não pode ser utilizado por pessoas com menos de 12 anos de idade, por mulheres que estejam grávidas ou em período de amamentação de seus bebês e por indivíduos com histórico de hipersensibilidade (alergia) a qualquer um dos componentes da fórmula do medicamento.

Nos casos em que o medicamento provocar a hipersensibilidade, a orientação da bula é que a sua utilização seja imediatamente descontinuada e que o paciente procure o auxílio do médico.

Conforme alerta o documento, Seakalm não pode ser usado junto com bebidas alcoólicas e nem ao mesmo tempo que remédios com efeitos sedativos, hipnóticos e anti-histamínicos.

Portanto, antes de começar a tomar o fitoterápico, consulte o seu médico para saber se ele não pode interagir com algum medicamento, suplemento, fitoterápico ou planta medicinal que você esteja utilizando.

Também não é aconselhável automedicar-se com fitoterápicos como Seakalm, ainda que você acredite que ele é indicado para o seu caso. Isso porque a automedicação pode esconder o quadro de um transtorno psíquico mais grave.

Como tomar Seakalm 

Antes de tudo, o ideal é que você verifique com o médico quanto tempo deve durar o seu tratamento com o fitoterápico, qual a dosagem segura e eficaz indicada para você e em que horários você deve fazer uso do medicamento.

De acordo com informações da bula do remédio, ele é de uso oral e não deve ser partido, aberto ou mastigado. A indicação do documento é tomar dois comprimidos revestidos do fitoterápico duas vezes ao dia.

Além disso, a bula alerta que a utilização contínua de Seakalm não deve ultrapassar um período de três meses.

Você conhece alguém que tenha tomado e percebido que Seakalm engorda? Tem receio de tomar esse medicamento por conta de possíveis efeitos colaterais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*