Treino e Dieta de Michelle Lewin

Com 1,62 cm de altura e 54 kg e tendo em seu currículo no fisiculturismo o título da Fort Lauderdale Cup do Comitê Físico Nacional (NPC, sigla em inglês), nos Estados Unidos, e a terceira colocação da Europa Dallas da Federação Internacional de Fisiculturismo e Fitness (IFBB, em inglês), Michelle Lewin, que também é modelo de capa de revistas, tem conquistado o seu lugar no mundo das musas fitness.

A moça começou a se interessar pelo mundo do fisiculturismo justamente por conta de sua ocupação de modelo, que exigia que Michelle cuidasse de sua forma física, dedicando-se a treinamentos na academia. Ela gostou tanto da atividade que logo se transformou no que podemos chamar de “rata de academia”.

Então, depois de meses realizando treinamentos de fortalecimento, seu abdômen começou a ficar bem definido e ela sentia prazer em seu estilo de vida fitness. Com isso, ela também passou a ser chamada para trabalhos com revistas fitness e marcas de suplementos.

A sua trajetória nas competições se iniciou somente depois que um de seus amigos a aconselhou a participar de um campeonato da NPC e ela decidiu tentar a sorte. Como a própria revelou em uma entrevista, subir ao palco do evento foi algo muito entusiasmante e fez com que ela, a partir daí, continuasse a sua carreira nas competições do fisiculturismo.

8aboaforma

Obviamente, para construir um corpo como o da moça provavelmente foi necessário bastante esforço e dedicação. No artigo de hoje, nós vamos conhecer um pouco mais sobre a rotina que ajuda a atleta a manter-se em um bom nível físico e saber como funcionam o treino e a dieta de Michelle Lewin.

Dieta de Michelle Lewin

8cboaforma

A modelo consome de cinco a sete refeições por dia, certificando-se de que a quantidade de calorias que ingere a cada dia seja menor do que a quantia que gasta durante o mesmo período. Como sente fome com muita frequência, essa regularidade no número de refeições que faz colabora para que a modelo mantenha-se com energia.

Na dieta de Michelle Lewin é possível encontrar alimentos como aveia, panquecas preparadas com o adoçante stevia, leite de amêndoas não adoçado, claras de ovos e suplemento proteico em pó.

Para visualizar melhor como funciona a dieta de Michelle Lewin, confira a seguir um exemplo de cardápio de seu plano alimentar:

  • Refeição 1: Aveia com suplemento Big Blend;
  • Refeição 2: Presunto com biscoito sueco;
  • Refeição 3: Peito de frango com arroz integral;
  • Refeição 4: Costeletas de porco com salada;
  • Refeição 5: Bife com aspargos e espinafre;
  • Refeição 6: Salmão com brócolis;
  • Refeição 7: Shake de caseína, que ela toma antes de ir dormir.

Suplementos

8bboaforma

Além de manter uma alimentação equilibrada, a dieta de Michelle Lewin também utiliza suplementos como Pro Amino, Big Blend, Bullnox e Fulldose com o objetivo de fornecer o combustível que os seus músculos necessitam.

Uma prática importante adotada por Michelle, e que deveria ser seguida por todas as pessoas que fazem uso ou pensam em começar a consumir suplementos, é a de integrar esses produtos à dieta somente mediante supervisão de um profissional especialista em nutrição.

Treino de Michelle Lewin

8dboaforma

O que motiva Michelle a permanecer firme em sua rotina de treinamentos físicos na academia é o que ela sente ao olhar a imagem de seu corpo tonificado no espelho. “Não existe nada mais motivador do que encontrar uma nova veia!”, afirmou a atleta.

Ao ver o seu progresso refletido no espelho, Michelle se sente estimulada a se esforçar ainda mais e não desistir. Ela ainda disse que possuir muitas fãs do sexo feminino também lhe serve como fonte de motivação.

Mas para ver tanto progresso em si mesma, além da dieta de Michelle Lewin e de todos os suplementos, é necessário se dedicar a uma boa rotina de treinos, não é mesmo? E é justamente isso o que a modelo faz. Ela realiza exercícios aeróbicos como subida de escadas, aulas de spinning e patins, mas também não deixa o treino de fortalecimento de lado, malhando com pesos mais leves para evitar o risco de contundir os seus músculos.

E se no começo Michelle dava prioridade aos exercícios que trabalham a parte inferior de seu corpo, foi depois de perceber que a sua musculatura superior estava se tornando menor que ela passou a investir em treinamentos completos.

Atualmente ela malha cinco vezes por semana, seguindo a programação que você confere com maiores detalhes a seguir:

Dia 1: Treino de costas e bíceps 

  1. Elevação Pega Invertida e Larga – 4 séries de 12 repetições;
  2. Elevação Pega Invertida – 4 séries de 10 repetições;
  3. Remada em Máquina – 4 séries de 12 repetições;
  4. Remada com Barra em T – 4 séries de 12 repetições;
  5. Rosca com Haltere – 6 séries de 12 repetições;
  6. Rosca com Barra em Z – 4 séries de 12 repetições;
  7. Rosca com Barra – 4 séries de 12 repetições.

Vídeo da atleta treinando os bíceps e as costas:

Treino de costas de Michelle Lewin para melhorar a postura:

Dia 2: Treino dos músculos posteriores da coxa e da panturrilha

  1. Rosca de Perna – 4 séries de 12 repetições;
  2. Rosca de Perna Sentado – 4 séries de 12 repetições;
  3. Levantamento Terra – 4 séries de 10 a 15 repetições;
  4. Elevação de Gêmeos Sentado (panturrilha) – 8 séries de 20 repetições;
  5. Elevação de Gêmeos na Smith (panturrilha) – 6 séries de 20 repetições.

Dia 3: Treino de bíceps e ombros

  1. Extensão Tríceps em Pé com Haltere – 6 séries de 12 repetições;
  2. Tríceps à Testa com Barra em W – 4 séries de 12 repetições;
  3. Extensão Tríceps Sob a Cabeça com Corda – 4 séries de 12 repetições;
  4. Desenvolvimento Militar – 4 séries de 10 repetições;
  5. Desenvolvimento Ombro – 3 séries de 10 repetições;
  6. Remada Alta com Barra em Z – 4 séries de 10 repetições;
  7. Laterais – 4 séries de 10 repetições.

Vídeo do treino de braços de Michelle Lewin:

Dia 4. Treino de pernas

  1. Afundos – 4 séries de 12 repetições;
  2. Leg press – 4 séries de 15 repetições em cada perna;
  3. Agachamento – 4 séries de 12 repetições.

Dia 5. Treino de abdominal

  1. Elevação dos Joelhos em Suspensão – 4 séries de 12 repetições;
  2. Abdominal (Crunche) Clássico – 4 séries de 20 repetições;
  3. Abdominal (Crunche) em Máquina – 4 séries de 12 repetições;
  4. Abdominal (Crunche) na Bola – 4 séries de 20 repetições.

Vídeo em que a modelo demonstra exercícios para o abdômen:

O que você achou do treino e da dieta de Michelle Lewin? Você já conhecia o trabalho dessa fisiculturista? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*