Venlafaxina engorda ou emagrece?

Especialista da área:
atualizado em 13/10/2021

A Venlafaxina, ou cloridrato de venlafaxina, é um antidepressivo indicado para o tratamento de ansiedade, transtorno do pânico e quadros de depressão variados. Esse medicamento age nas substâncias químicas do cérebro (serotonina e noradrenalina), que quando estão em desequilíbrio, causam a depressão.

  Continua Depois da Publicidade  

Um dos efeitos adversos deste medicamento é a alteração no peso, isto porque este remédio promove a regulação do apetite e da saciedade. Por isso, há quem tome por conta própria este antidepressivo na tentativa de perder peso. Entretanto também existem relatos que esta medicação engorda.

Vamos confirmar o que é verdade?

Venlafaxina engorda ou emagrece?

caixa embalagem remédio venlafaxina

Em ensaios clínicos, apenas 3% dos participantes relataram alterações no peso com o uso da Venlafaxina. Alguns usuários alegaram ganho de peso, enquanto outros notaram que emagreceram após a ingestão desta medicação.

Venlafaxina e a perda de peso

O uso da Venlafaxina pode causar o emagrecimento quando uma das causas do aumento de peso decorre da ansiedade, que provoca uma busca descontrolada por comida, principalmente doces. Nesse caso, o medicamento ajuda a controlar o transtorno de ansiedade, diminuindo a compulsão por alimento, e permitindo que a pessoa consiga seguir uma dieta.

Outro fator desencadeante da perda de peso diz respeito à recuperação da autoestima, proveniente da restauração do equilíbrio dos níveis de serotonina, que ao longo do tratamento, os antidepressivos promovem. Ao recuperar a autoestima, a pessoa volta a ter vontade de se cuidar e com isso parar de comer de forma compulsiva.

Venlafaxina e o ganho de peso

Entretanto, também há relatos de que a Venlafaxina pode engordar, embora isso tenha sido descrito por menos de 1% dos casos. Esse ganho de peso, inclusive, pode ser atribuído à depressão que a pessoa está tratando e não ao medicamento propriamente dito.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas dificilmente um antidepressivo apresentará resultados antes de 4 semanas de tratamento, podendo esse prazo se estender, dependendo do estado emocional da pessoa. Durante essa fase inicial do medicamento no organismo, o usuário ainda mantém o comportamento depressivo, por tal razão não há como afirmar que a causa do ganho de peso seja a Venlafaxina.

Também temos que considerar que pessoas deprimidas dificilmente sentem disposição para praticar atividades físicas, o que também colabora para o ganho de peso. Outro dado relevante, é que 70% das pessoas que tomam antidepressivos são mulheres, que já têm muito mais propensão a engordar, devido às suas variações hormonais.

Fome x compulsão alimentar

Vamos entender a diferença entre estes dois mecanismos, para termos uma melhor noção:

Fome

A fome é a resposta do organismo, que após um determinado período, apresenta sinais de carência de alimentos que lhe forneçam os nutrientes indispensáveis à sua manutenção e saúde. Quando isso ocorre, o cérebro manda o aviso de que é preciso repor as energias.

Compulsão alimentar

A compulsão alimentar é uma situação onde a pessoa consome uma quantidade exagerada de alimentos, muito além do necessário, diversas vezes ao dia. Esses alimentos geralmente são hipercalóricos, cheios de açúcares, gorduras e sal. Algumas pessoas compulsivas comem até se sentirem mal.

Geralmente, após essa crise compulsiva, a pessoa se sente culpada, e acaba ingerindo mais comida, criando-se assim um ciclo vicioso.

  Continua Depois da Publicidade  

A compulsão alimentar é uma das principais causas do ganho de peso. Nos quadros depressivos acompanhados de transtornos de ansiedade, muitas vezes, algumas pessoas ganham peso, por atribuir à comida sua única fonte de prazer e alegria.

Efeitos colaterais

Alguns usuários relataram efeitos comuns como insônia, tontura, náuseas, dores de cabeça, visão turva e sonolência. Em outras pessoas foram observados problemas de falta de libido, mudanças de apetite, desconforto gastrointestinal e ansiedade.

Os efeitos colaterais indesejados e considerados severos atribuídos à Venlafaxina estão ligados ao aumento da pressão arterial, dores no peito, elevação do colesterol e confusão mental.

Alguns relatos esporádicos de zumbidos nos ouvidos, dificuldade em urinar e edemas.

O medicamento não deve ser ingerido quando o estômago estiver vazio, pois pode causar indisposição gástrica.

Quando o efeito colateral é positivo 

A maioria das pessoas vive buscando eliminar gorduras e peso, porém, algumas estão na outra ponta da história, vivendo uma situação totalmente contrária, ou seja, há pessoas que ao entrarem em depressão emagrecem abruptamente, e encontram sérias dificuldades em recuperar o peso perdido.

  Continua Depois da Publicidade  

Para esses casos, o ganho de peso como efeito colateral após o início do tratamento com antidepressivos é um sinal de melhora, uma vez que a pessoa consegue recuperar o apetite, passando a se alimentar normalmente.

Nesses casos, quando a Venlafaxina promove o ganho de peso, é um bom sinal!

Quem não deve tomar Venlafaxina

  • Pacientes com glaucoma;
  • Pessoas com propensão a pensamentos suicidas;
  • Crianças;
  • Gravidez e lactação.

Considerações finais

Obviamente, esse artigo tem caráter meramente informativo. Todo medicamento antidepressivo deve ser prescrito por um psiquiatra, que após uma consulta e exames clínicos, chegará à conclusão sobre o tipo de medicamento necessário a cada pessoa, bem como a dosagem ideal.

Tomar Venlafaxina, única e exclusivamente, com o intuito de emagrecer, foge completamente da proposta da medicação, até porque existem outros fatores que levam a pessoa a engordar, como por exemplo, disfunções hormonais, endócrinas, genética, etc.

Você conhece alguém que tenha tomado Venlafaxina com o intuito de emagrecer ou engordar? Já tomou este medicamento alguma vez? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (418 votos, média 3,89)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

Deixe um comentário

5 comentários em “Venlafaxina engorda ou emagrece?”

  1. Comecei fazem 5 meses… Se esqueço um dia sinto muita tontura. Notei ganho de peso mas no geral estou bem perto de como estava e também de no meio desse tempo passar por um luto. Mas não estou confortável em engordar pq já estava acima do peso antes.

    Responder
  2. Estou tomando o medicamento venlafaxina 75mg. A quatro semana estou passando muito mal. Ansiedade nervossimo falta de apetite

    Responder