Vinho ou Cerveja – O Que Engorda Mais?

Você provavelmente já deve ter ouvido falar que as bebidas alcoólicas podem contribuir com o aumento de peso, isso sem contar a série de prejuízos que a sua ingestão excessiva pode causar para a saúde do nosso organismo. Entretanto, saberia dizer qual delas é capaz de estimular mais a elevação dos quilinhos do corpo? 

O que engorda mais, vinho ou cerveja? Vamos fazer uma análise a respeito desses dois para entender qual deles pode colaborar de maneira mais significativa com o aumento de peso.

As calorias 

Para começarmos a entender se é o vinho ou cerveja o que engorda mais, vamos primeiramente verificar a quantidade de calorias que podemos encontrar em porções similares das duas bebidas. 

Enquanto uma porção de 355 ml de cerveja pode apresentar aproximadamente entre 148 até 156 calorias, essa mesma quantidade – que corresponde a cerca de 2,5 doses de vinho – pode carregar em torno de 278,3 a 287,5 calorias. 

Já se estivermos falando de uma única dose de vinho – que costuma ser de 150 ml – o valor calórico da bebida fica entre 121 a 125 calorias, aproximadamente.

Entretanto, na hora de fazermos a conta do que carrega um maior teor calórico, precisamos considerar a quantidade de vinho e cerveja que uma pessoa costuma tomar. Por exemplo, a mesma pessoa que consegue tomar várias latinhas de cerveja em um único churrasco pode limitar-se a uma ou duas taças de vinho.

Além disso, ainda que se ao compararmos doses idênticas das duas bebidas, o vinho saia com mais calorias, é bem mais provável que uma pessoa tome oito copos de cerveja do que oito taças de vinho, não é mesmo?

Os efeitos do vinho e da cerveja a curto prazo

Conforme informações de publicação do ano de 2015 do site BBC, uma revisão de estudos científicos anteriores identificou que quem bebe vinho ou cerveja não tende a engordar em curto prazo. 

No entanto, os autores do trabalho notaram que a pesquisa analisada mais longa teve a duração de somente 10 semanas. Com isso, a BBC alerta que esses estudos podem ter deixado passar pequenos ganhos de peso que poderiam se acumular em longo prazo.

A página exemplifica que mesmo o ganho de somente 1 kg poderia se acumular e provocar um aumento de peso de 25 kg caso o acúmulo continuasse a acontecer.

A BBC lembra ainda que, além do fato do próprio álcool já ser rico em calorias, as bebidas podem receber a adição de açúcar com o objetivo de que elas se tornem mais saborosas, e o excesso do consumo de açúcar está associado ao armazenamento de gordura e ao aumento do apetite. 

De olho nos acompanhamentos

Como se não bastasse as calorias que o vinho ou cerveja já carrega, não podemos esquecer que o consumo dessas bebidas pode vir acompanhado de comidas que não são exatamente saudáveis. A nutricionista Rosana Perin explicou que os responsáveis pela famosa barriguinha de chope são os petiscos que costumam vir junto da bebida. 

Isso sem contar que não é incomum encontrar alguém que tome vinho enquanto saboreia diversos tipos de queijos, um pratão de massa com molho ou uma pizza.

A dica da nutricionista é deixar de lado os petiscos fritos e as carnes vermelhas e dar preferência aos aperitivos feitos à base de vegetais e optar por carnes mais magras – sem se esquecer de que, se for beber vinho ou cerveja, isso deve ser feito com moderação.

Caso contrário, as calorias que foram economizadas na substituição dos petiscos por aperitivos mais leves poderá ser recuperada por meio do abuso do álcool que, como se não bastasse, oferece uma série de riscos à saúde.

Tática para beber sem sair da linha na dieta

Quando falamos em engordar, precisamos entender que não é somente o fato de incluir ou retirar o vinho ou cerveja da dieta que destrói ou salva a mesma. Sim, é bem verdade que se você exagerar e encher a cara com qualquer um dos dois, consumirá muitas calorias, estimulando o aumento de peso, além de colocar o seu organismo em uma série de outros riscos em decorrência do abuso do álcool.

Entretanto, para quem deseja emagrecer, simplesmente deixar de beber vinho ou cerveja não resolverá o problema. Além de fazer isso, é fundamental seguir toda uma dieta que seja saudável, controlada, equilibrada e nutritiva com foco na perda de peso.

Até porque, sem fazer isso, você pode consumir as calorias que seriam provenientes das bebidas por meio de guloseimas ou fast food, não é mesmo?

E para quem não consegue ficar sem o vinho ou cerveja, além da dica de beber com moderação sempre, existe outra que pode ajudar quem está de dieta para perder peso e não deseja sair da linha. 

Funciona da seguinte maneira: quando for beber o seu copinho de cerveja ou a sua taça de vinho, corte o carboidrato da refeição que acompanha a bebida. O truque é optar por legumes, carnes, aves, peixes com verduras ou frutas, para que o prejuízo causado à dieta seja menor. 

E mesmo bebendo com moderação, nada de consumir o vinho, a cerveja ou qualquer outro tipo de bebida alcoólica de estômago vazio. Isso porque beber de estômago vazio faz com que você fique alterado de maneira mais rápida.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você tem mais costume de beber vinho ou cerveja? Consome estas bebidas em moderação? Imagina que qual deles é o que engorda mais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 3,75 de 5)
Loading...

Deixe um comentário