Hipertireoidismo

Hipertireoidismo Engorda ou Emagrece?

10% das mulheres acima de 40 anos e 20% das mulheres com mais de 60 anos de idade manifestam algum tipo de problema na tireoide. A informação é da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). E segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 15% da população é atingida por complicações na tireoide.

Publicidade

O hipertireoidismo

O hipertireoidismo é uma condição causada pela liberação de hormônios em excesso por parte da tireoide e a doença é mais comum em mulheres. Além disso, o excesso da ingestão de alimentos ricos em iodo como ostras, moluscos, mariscos, peixes de água salgada e algas pode desenvolver a doença em pessoas com predisposição ao hipertireoidismo.

De acordo com informações da SBEM, o hipertireoidismo apresenta sintomas como dificuldades para dormir, aceleração dos batimentos cardíacos, intestino solto, agitação, muita energia, queda de cabelos, calor e suor exagerado e menstruação irregular em mulheres.

Outros sinais apresentados pela condição são tremores nas mãos, intolerância ao calor, aumento do tamanho da tireoide, fadiga, fraqueza muscular, contração dos músculos, acne, oleosidade na pele, ansiedade, dificuldade de concentração, inquietude e irritabilidade.

O hipertireoidismo engorda?

Ao pensar se o hipertireoidismo engorda ou não, é importante não confundir a doença com outra condição associada ao mau funcionamento da tireoide, o hipotireoidismo, caracterizado pela liberação de quantidades insuficientes de hormônios por parte da tireoide, e que é mais comum que o hipertireoidismo.

Isso porque, de acordo com a SBEM, o ganho de peso é um dos sintomas do hipotireoidismo e não do hipertireoidismo. O hipotireoidismo ainda vem acompanhado do cansaço excessivo e de dores musculares, dois fatores que podem reduzir a frequência e regularidade de execução de atividades físicas e, assim, diminuir a quantidade de calorias queimadas ao longo do dia, contribuindo indiretamente para o aumento de peso.

É importante tomar cuidado para não fazer tal confusão porque os sintomas do hipertireoidismo em relação ao peso costumam vir justamente no sentido contrário do hipotireoidismo. Ou seja, por este sentido é um equívoco pensar que o hipertireoidismo engorda, já que ele tem como alguns de seus sinais, além dos que foram mencionados no tópico acima, a perda de peso acentuada sem intenção, a diminuição da taxa de massa muscular, mesmo que a doença também venha acompanhada de um aumento no apetite.

Isso quer dizer então que o hipertireoidismo emagrece, além de que outro sintoma da condição é a aceleração do metabolismo. Quando o metabolismo funciona de maneira rápida, o processo de queima de gorduras e calorias torna-se mais eficiente. Assim é possível que aqueles que sofrem com a doença eliminem peso mesmo que não façam dieta ou exercícios e comam mais que o normal, motivados pelo crescimento de seus apetites.

Por outro lado

No entanto, por mais que não seja comum, não é impossível que o hipertireoidismo também apresente o ganho de peso como um de seus sintomas.

Ainda precisamos considerar que sinais como fadiga e dificuldade para dormir podem tornar bastante difícil que a pessoa diagnosticada com hipertireoidismo seja ativa e pratique exercícios físicos com frequência, gastando um número menor de calorias, o que pode trazer um efeito indireto em relação ao aumento de peso.

Por outro lado, a condição também pode causar um crescimento na energia do indivíduo, o que pode trazer um efeito contrário no que se refere ao nível de prática de atividades.

Assim, em relação aos sintomas da doença, podemos afirmar que o aumento de peso é pouco provável, porém, não impossível. Portanto, podemos entender que são muito raros casos em que o hipertireoidismo engorda.

O diagnóstico do hipertireoidismo 

Os sintomas podem indicar a presença da doença, porém, para ter certeza do diagnóstico e dar início ao tratamento é fundamental consultar-se com um médico de confiança, que investigará o histórico do paciente e solicitará a realização de exames.

Tratamento para hipertireoidismo 

O médico responsável pelo tratamento poderá indicar o uso de remédios para diminuir a quantidade de hormônios produzidos pela glândula tireoide. Eles controlam o hipertireoidismo, entretanto, não trazem a cura para a condição.

Também pode ser indicado o uso de drogas betabloqueadoras, que não diminuem os níveis dos hormônios da tireoide, no entanto, controlam sintomas graves da doença como frequência cardíaca acelerada, tremores e ansiedade.

Outra possibilidade é a terapia com iodo radioativo, que cura o problema, porém, destrói a tireoide e exige o uso de medicamentos pelo resto da vida para manter os níveis hormonais do organismo normalizados. Além disso, mulheres grávidas não podem submeter-se a esse tipo de tratamento.

Existe ainda a possibilidade de cirurgia para remoção da tireoide, que pode ser recomendada pelo médico quando a prescrição de medicamentos ou a terapia com iodo radioativo não são apropriados. Entretanto, o procedimento não é o preferido por trazer riscos de danos às glândulas para tireoides que controlam os níveis de cálcio no organismo e de prejuízos aos nervos da laringe.

O tratamento do hipertireoidismo engorda?

De acordo com a médica Susan Braithwaite, que também é professora da Universidade de Illinois em Chicago, nos Estados Unidos, é possível que o aumento de peso seja experimentado depois do início do tratamento do hipertireoidismo.

O tratamento pode desacelerar o metabolismo, diminuindo a quantidade de gorduras e calorias queimadas pelo corpo. Segundo a professora Braithwaite, a quantia de peso que será ganha depende de quantos quilos foram perdidos antes de começar o tratamento e se o paciente possui ou não uma tendência para engordar.

Conforme o que ela explicou, algumas pessoas não somente recuperam o peso que foi perdido em decorrência da doença, como engordam ainda mais. Entretanto, a informação não pode servir de estímulo para não tratar a condição, já que não buscar lidar com o problema pode trazer sintomas graves à saúde.

Para quem não deseja engordar ao se tratar contra o hipertireoidismo, a melhor saída é conversar com o médico, pedindo orientações para que o aumento de peso não seja alto, seguir uma dieta saudável, controlada e equilibrada e inserir a prática de atividades físicas na rotina, como maneira de promover o gasto calórico. Obviamente, sempre com o acompanhamento do profissional de saúde.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você já imaginava que é difícil afirma que o hipertireoidismo engorda, certo? Conhece alguém com a doença que teve este sintoma? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*