11 Benefícios do Kamut – O Que é, Propriedades e Receitas

Especialista:
atualizado em 25/12/2019

Você já ouviu falar em Kamut? Também conhecido como trigo Khorasan, o Kamut é um tipo de grão de trigo que pode ser muito benéfico para a sua alimentação e saúde em geral.

Esse alimento apresenta um sabor similar ao de nozes e seu perfil nutricional oferece os mais diversos micronutrientes e minerais, além de grandes quantidades de macronutrientes como proteínas e fibras.

Vamos conferir os principais benefícios do Kamut e conhecer suas propriedades interessantes para a saúde, além de sugestões de receitas para que você possa testar e experimentar em casa.

Kamut – O que é?

Kamut é o nome comercial dado ao trigo Khorasan. Nada mais é que um trigo cultivado organicamente e protegido de qualquer tipo de modificação genética ou hibridização.

Essa espécie de trigo é excelente pois produz trigo de alta qualidade sem a necessidade da adição de fertilizantes artificiais ou pesticidas. O Kamut é extremamente tolerante a diversas condições da terra e pragas, sendo possível o cultivo orgânico com alto rendimento sem perder a qualidade. Além disso, ele apresenta grãos com o dobro de tamanho do trigo comum.

Devido ao cultivo estritamente orgânico, diferente dos trigos comuns, que são submetidos a várias técnicas modernas de cultivo e de modificação, o trigo Kamut apresenta mais proteínas, aminoácidos, lipídios, vitaminas e minerais do que o trigo comumente encontrado nas prateleiras dos supermercados.

História do Kamut

A origem desse trigo é duvidosa, já que por ser muito antigo, é difícil saber quando e onde exatamente ele surgiu. Cientistas de vários países acreditam que esse grão pode ser primo do trigo duro, já que ambas espécies pertencem à família da planta Triticum turgidum.

O trigo Khorasan parece ter sua origem na Mesopotâmia e existem várias histórias de que era consumido por egípcios na antiguidade. Porém, não existem evidências reais de que isso realmente ocorreu. Os agricultores da Turquia chamavam esse trigo de “dente de camelo” ou “trigo do profeta”, já que havia uma lenda de que Noé havia trazido esse grão com ele em sua arca.

Independentemente de sua real origem, Kamut é o nome da marca responsável por voltar a cultivar esse trigo, mantendo as características e qualidade da época em que foi descoberto.

Propriedades

Esse trigo tem propriedades nutritivas e antioxidantes excelentes que ajudam a proteger o corpo de diversas doenças, além de fortalecer o sistema imunológico, favorecer vários processos metabólicos e proteger as células de danos causados pelo estresse oxidativo e pela presença de radicais livres no organismo. Mais abaixo, veremos em detalhes esses e outros benefícios do Kamut para a saúde.

Informações nutricionais

O Kamut apresenta até 40% de proteína a mais do que outras versões de trigo. Além disso, ele é mais rico em minerais como zinco, magnésio e selênio e contem também boas quantidades de polifenóis e ácidos graxos saudáveis.

Devido ao seu alto teor de lipídios, o Kamut é um grão que fornece mais energia do que carboidratos refinados. Ele é rico em nutrientes como magnésio, vitamina B1 (tiamina), vitamina B3 (niacina), selênio, cobre, manganês e molibdênio. Tais nutrientes contribuem para a manutenção da função cognitiva, de processos metabólicos, da pressão arterial e atuam protegendo o organismo do estresse oxidativo.

Rico também em carotenoides e compostos fenólicos antioxidantes, o Kamut ajuda a proteger o corpo contra doenças crônicas e degenerativas.

Por ser um ótimo nutriente e ser bem digerido pelo organismo, o Kamut é adequado para atletas de alto nível e para pessoas comuns que buscam ter uma boa nutrição.

Assim como outros tipos de trigo, o Kamut contém glúten e, desta forma, não é indicado para pessoas com doença celíaca.

– Fonte de fibras e proteínas

O Kamut é uma ótima fonte de fibras, alguns carboidratos e proteínas. A proteína é importante pois desempenha funções essenciais para manter os tecidos fortes e saudáveis, além de participar de diversos outros processos metabólicos importantes, como no transporte de oxigênio e no sistema imunológico.

Já a fibra é importante para ajudar a combater o colesterol alto, a lutar contra a diabetes tipo 2 e, claro, manter uma boa saúde digestiva.

– Selênio e manganês

O Kamut é uma ótima fonte de minerais essenciais como selênio e manganês. Ambos atuam como compostos antioxidantes que trazem benefícios do Kamut para proteger o corpo de danos celulares causados por radicais livres. Eles também ajudam a manter o equilíbrio hormonal, já que o manganês auxilia na síntese de hormônios sexuais, enquanto que o selênio ajuda na produção dos hormônios da tireoide.

O manganês, em especial, é importante para manter a saúde do sistema nervoso, para atuar no metabolismo energético além de ser usado para regular os níveis de glicose no sangue e potencializar a absorção de cálcio. Assim, ele também é essencial para a saúde dos ossos e evita o desenvolvimento de doenças como a osteoporose a artrite reumatoide.

– Magnésio e zinco

A presença de magnésio promove uma melhor saúde dental e óssea. Além disso, o magnésio participa da ativação de algumas enzimas e regula os níveis de vitaminas e minerais como o zinco, o potássio, o cobre e a vitamina D.

A deficiência de magnésio no organismo pode aumentar o risco de desenvolvimento de condições como diabetes, pressão arterial elevada, osteoporose, insuficiência cardíaca e depressão.

Já o conteúdo de zinco encontrado no Kamut beneficia o sistema imunológico e garante a função adequada da tireoide.

– Niacina

Conhecida também como vitamina B3, a niacina é a vitamina do complexo B presente em maior proporção no Kamut. Ela é importante para o metabolismo adequado de macronutrientes como gorduras, proteínas e carboidratos, além disso, o consumo de alimentos ricos em niacina ajuda na prevenção de doenças como a diabetes, a osteoartrite, a aterosclerose, o colesterol alto e outros problemas cardiovasculares.

Tabela nutricional

Uma xícara de Kamut cozido apresenta aproximadamente:

  • 251 calorias;
  • 11 gramas de proteína (17% da ingestão diária recomendada para uma pessoa com 70 kg);
  • 2 gramas de gordura;
  • 52 gramas de carboidratos;
  • 7 gramas de fibras dietéticas (28% da ingestão diária recomendada de fibra para mulheres e 19% da quantidade recomendada para os homens);
  • 0 gramas de açúcar;
  • 10 miligramas de sódio;
  • 4,7 miligramas de niacina ou vitamina B3 (24% da ingestão diária recomendada);
  • 0,2 miligramas de tiamina ou vitamina B1(14% da ingestão diária recomendada);
  • 0,14 miligramas de piridoxina ou vitamina B6 (7% da ingestão diária recomendada);
  • 20 microgramas de folato ou vitamina B9 (5% da ingestão diária recomendada);
  • 0,05 miligramas de riboflavina ou vitamina B2 (3% da ingestão diária recomendada);
  • 2 miligramas de manganês (100% da ingestão diária recomendada);
  • 304 miligramas de fósforo (30% da ingestão diária recomendada);
  • 96 miligramas de magnésio (24% da ingestão diária recomendada);
  • 0,4 miligramas de cobre (21% da ingestão diária recomendada);
  • 3 miligramas de zinco (20% da ingestão diária recomendada);
  • 3 miligramas de ferro (19% da ingestão diária recomendada);
  • 17 miligramas de cálcio (2% da ingestão diária recomendada).

Benefícios do Kamut

1. Saúde óssea

O manganês presente no Kamut atua fortalecendo o tecido ósseo, porque ele ajuda a reduzir a perda óssea principalmente em mulheres mais velhas e suscetíveis a ossos mais fracos a à possibilidade de fraturas. Além disso, o manganês participa da regulação hormonal e da ativação de enzimas importantes para o metabolismo das nossas células, incluindo o metabolismo ósseo.

Segundo o Medical Center da Universidade de Maryland nos EUA, um estudo mostrou que ingerir uma combinação de minerais como cálcio, zinco, cobre e manganês ajuda na redução da perda óssea da coluna vertebral de mulheres que estão em fase de pós-menopausa.

Com o passar dos anos, é normal que ocorra deficiência nutricional de minerais. É estimado que até metade da população de mulheres e cerca de um quarto dos homens com mais de 50 anos tendem a fraturar ossos com mais facilidade devido a essa deficiência que desencadeia condições como a osteoporose.

Assim, consumir alimentos com alto teor de minerais, principalmente o manganês, é importante para manter os ossos fortes e saudáveis e até para ajudar no tratamento de danos ósseos ou osteoporose.

2. Sistema digestivo

Por ser um alimento rico em fibras, há benefícios do Kamut para a função digestiva. Sua ingestão permite a eliminação de toxinas e bactérias ao mesmo tempo em que melhora a absorção de nutrientes pelo organismo.

A fibra dietética ajuda a manter o intestino regulado e a evitar problemas gastrointestinais como indigestão, constipação ou diarreia.

3. Desintoxicante

O Kamut pode promover a desintoxicação do organismo, o que ajuda a remover toxinas e resíduos presentes no fígado e no trato digestivo. O acúmulo de toxinas e substâncias indesejadas no organismo pode resultar em problemas de saúde, inchaço, problemas na pele e até mau hálito e dores de cabeça.

Assim, um dos benefícios do Kamut é ajudar a eliminar essas substâncias e deixar o organismo mais saudável.

4. Fonte de proteínas

Como já mencionado, o trigo Kamut é uma ótima fonte de proteínas. Esses macronutrientes são indispensáveis para a manutenção dos músculos, dos tecidos de outros órgãos, para a síntese e regulação hormonal e para a boa saúde das células.

Além disso, manter uma dieta rica em boas fontes de proteína reduz o risco de desenvolver problemas cardiovasculares e possibilita o ganho de massa magra e a redução do acúmulo de gordura no organismo.

5. Saúde do sistema imunológico

Manter o sistema imunológico saudável e forte é indispensável para manter o corpo livre de doenças. O zinco encontrado no Kamut, por exemplo, ajuda a fortalecer o sistema imune e atuar no combate ao resfriado e à gripe, por exemplo, e também auxilia na prevenção de doenças crônicas.

A presença de alguns compostos antioxidantes também ajuda a proteger as células de estresse oxidativo, evitando o surgimento de doenças.

6. Saúde do cérebro

Além de minerais essenciais para a manutenção do sistema nervoso, o consumo frequente de Kamut fornece antioxidantes importantes para preservar a saúde das células neurais.

Tudo isso melhora as funções cognitivas como a concentração e a memória, além de evitar danos nos neurônios que podem prejudicar funções importantes e causar doenças como o Alzheimer e a demência.

7. Equilíbrio hormonal

A presença de minerais como o manganês e o zinco ajuda a promover o equilíbrio hormonal, já que essas substâncias participam da ativação de várias enzimas metabólicas.

Qualquer desequilíbrio hormonal no organismo pode afetar de modo negativo a saúde mental, a fertilidade e outras funções no corpo. O zinco, por exemplo, participa da função da testosterona e também tem relação com a liberação de óvulos pelos ovários, sendo assim indispensável para a saúde reprodutiva.

Desta forma, o consumo de Kamut e de altas quantidade de zinco e manganês podem ajudar a manter os níveis hormonais em equilíbrio.

8. Saúde do coração e redução do colesterol

O alto teor de fibras dietéticas no Kamut é responsável por diminuir os níveis de colesterol do tipo LDL (colesterol ruim), que se não controlado pode desencadear doenças cardíacas e o risco de acidente vascular cerebral e ataque cardíaco.

Além disso, o baixo teor de gordura e o conteúdo proteico do Kamut ajuda a manter o coração saudável e a controlar os níveis de colesterol além do uso de medicamentos.

9. Efeito antioxidante

Alimentos que contêm antioxidantes são sempre benéficos para a saúde em geral. Eles ajudam a combater os radicais livres que são compostos instáveis no organismo que podem causar danos celulares e resultar em doenças.

O consumo de Kamut ajuda a proteger o corpo de doenças crônicas e de doenças degenerativas desencadeadas pelo estresse oxidativo.

10. Regulação dos níveis de açúcar

De acordo com pesquisas científicas, o magnésio também é responsável por benefícios do Kamut para ajudar na prevenção contra a diabetes.

Isso porque o magnésio dá suporte a outros nutrientes envolvidos com a regulação dos níveis de glicose no sangue. Desta maneira, o consumo de Kamut pode ser interessante para aqueles que querem evitar o desenvolvimento da doença e também para aqueles que já sofrem com diabetes e precisam manter os níveis de açúcar sanguíneo sob controle.

11. Auxílio no emagrecimento

A grande quantidade de fibras no Kamut ajuda a aumentar a sensação de saciedade após as refeições. Isso traz benefícios do Kamut imprescindíveis para qualquer pessoa que esteja tentando emagrecer.

Além disso, o Kamut tem uma composição de macronutrientes ideal para quem precisa perder peso, já que é rico em fibras dietéticas e proteínas e apresenta pouca quantidade de gordura por porção.

Como preparar 

O Kamut deve ser fervido até ficar macio. Ele pode ser usado em saladas, além de combinar com vários tipos de alimentos como nozes torradas, damascos secos, fatias de laranja, vinagrete, cranberry, mistura de pimentão vermelho assado, couve, cebola verde e limão.

Grãos crus podem ser processados em um liquidificador ou processador de alimentos para preparar uma farinha de Kamut que pode ser usada no preparo de pães, por exemplo. 

Receitas

Separamos algumas ideias de receitas que podem ser preparadas a partir dos grãos ou da farinha de Kamut.

1. Receita de pão de Kamut

Para preparar um pão de Kamut é preciso substituir a farinha de trigo pela farinha de Kamut. Você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de fermento biológico seco;
  • 2 e ½ xícaras de água morna;
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • 2 colheres de chá de sal;
  • 7 xícaras de farinha de Kamut.

Modo de preparo:

Coloque a água em um recipiente pequeno e polvilhe todo o fermento sobre a água. Mexa até dissolver e deixe descansando por cerca de 10 minutos até a mistura ficar com um aspecto espumoso.

Em seguida, misture o óleo, o sal e a farinha de Kamut até a massa ficar uniforme. Depois disso, sove a massa em uma superfície polvilhada com farinha por cerca de 20 minutos. Bata de vez em quando para ajudar a desenvolver o glúten na massa.

Por fim, divida a massa em tamanhos de sua preferência e deixe descansar por pelo menos 5 minutos para crescer.

Por fim, asse os pães em uma forma untada em um forno pré-aquecido a 220ºC. Após 10 minutos, reduza a temperatura para 180ºC e deixe assar por cerca de 45 a 50 minutos.

2. Receita de sopa de Kamut

Existem diversas maneiras de preparar uma sopa com grãos de Kamut cozido. Uma delas consiste em misturar os seguintes ingredientes:

  • 1 cubo de caldo de galinha ou sabor de sua preferência;
  • Alguns tomates;
  • 250 gramas de feijão vermelho cozido;
  • 250 gramas de Kamut;
  • 1 cebola picada em cubos pequenos;
  • ½ repolho ralado em pedaços grandes.

Modo de preparo:

Deixe o feijão vermelho e os grãos de Kamut previamente cozidos, se preferir, e depois adicione todos os ingredientes, tempere com sal a gosto e cozinhe por cerca de uma hora em fogo médio se o feijão e o Kamut estiverem crus ou por 20 minutos se estiverem pré-cozidos.

3. Receita de massa de macarrão com Kamut

É possível preparar sua própria massa de macarrão com farinha de Kamut. Para isso, você vai precisar de:

  • 2 xícaras de farinha de Kamut;
  • 2 ovos grandes.

Modo de preparo:

Comece colocando a farinha em uma tigela e fazendo um buraco no meio para colocar os ovos. Em seguida, bata os ovos com um garfo e vá misturando de modo delicado a farinha ao redor. Misture até que a massa fique homogênea.

Quando estiver bem misturado, comece a amassar a massa do macarrão em uma superfície polvilhada com farinha usando a palma da mão.

Ao perceber que a massa está muito seca ou quebradiça, pulverize um pouco de água morna nela até atingir a textura desejada. Em seguida, faça uma bola grande com a massa e deixe descansar em um recipiente tampado para evitar o ressecamento da massa.

Usando uma máquina de macarrão ou manualmente, abra a massa até obter a espessura desejada e deixe descansar por mais 10 minutos. Depois disso, corte a massa e cozinhe o macarrão normalmente em água por cerca de 2 a 5 minutos.

Prepare o molho de sua preferência e seu macarrão caseiro está pronto.

4. Receita de salada com Kamut

As possibilidades de saladas com grãos de Kamut é imensa. Aqui daremos apenas um exemplo de salada que pode ser preparada.

Ingredientes:

  • 1 caldo de legumes ou de frango;
  • ½ xícara de grãos Kamut;
  • 1 xícara de cogumelos frescos picados;
  • ¾ de xícara de aipo picado;
  • ½ xícara de castanhas picadas;
  • ½ xícara de pimentão verde picado;
  • ½ xícara de cenoura desfiada;
  • ¼ xícara de cebola verde picada;
  • 1 dente de alho picado;
  • ½ colher de chá de manjericão seco;
  • ½ colher de chá de sal;
  • ¼ xícara de vinagre de vinho tinto ou de molho de salada.

Modo de preparo:

Em uma panela, coloque o caldo em um pouco de água para ferver. Em seguida, adicione o Kamut e reduza o fogo. Tampe a panela e deixe cozinhar por 45 minutos até amolecer.

Enquanto espera o grão cozinhar, pique e misture todos os outros ingredientes em um recipiente. Por fim, adicione os grãos de Kamut e o molho da salada de sua preferência. Essa salada pode ser servida quente ou fria.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia todos esses benefícios do Kamut para a saúde? Pretende incluir em sua dieta esse tipo de trigo? O que achou das receitas? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário