15 Benefícios da Erva Doce – Para Que Serve e Propriedades

Especialista:
atualizado em 18/12/2019

A planta da erva doce é geralmente valorizada pelo seu sabor, conhecida muito por fazer chás e para diversos remédios naturais usadas desde os tempos antigos. É fácil de se tê-la pois ela pode ser cultivada em qualquer lugar e contribui com um ótimo sabor para os alimentos.

Como pode-se usar toda a parte da planta, aproveite para adicioná-la o máximo possível em suas receitas aproveitando todos os benefícios da erva doce. Confira quais são eles mais abaixo e entenda para que serve e quais propriedades se destacam.

1. Saúde dos ossos

Por conter ferro, fósforo, cálcio, magnésio, manganês, zinco e vitamina K presentes em seus valores nutricionais, a erva doce pode ajudar a construir e manter a estrutura e a força óssea.

Vale lembrar que o fosfato e o cálcio são importantes para os ossos, mas deve se ter cuidado no equilíbrio dos dois minerais, pois o consumo demasiado do fósforo com a ingestão de pouco cálcio pode resultar em osteoporose.

2. Pressão Sanguínea

Como muitos sabem, uma baixa ingestão de sódio é essencial para a redução da pressão arterial, mas o aumento da ingestão de potássio pode ser muito importante para seus efeitos vasodilatadores. Além disso, a ingestão de potássio, cálcio e magnésio (todos presentes na erva-doce) foram relacionadas à diminuição da pressão sanguínea naturalmente.

O potássio também tem a qualidade de vasodilatador, que significa que relaxa a tensão dos vasos sanguíneos reduzindo assim a pressão sanguínea. Vale lembrar que a pressão arterial elevada é ligada com diversos problemas de saúde, entre eles, ataque cardíaco, derrame e aterosclerose.

3. Função cerebral

O potássio é um eletrólito, ou seja, facilita o aumento de condução elétrica ao longo do corpo. Isso inclui conexões dentro do cérebro e também pode ajudar a aumentar as funções do cérebro e habilidades cognitivas através dessa qualidade. Por ser uma planta vasodilatadora, mais oxigênio alcança o cérebro e um dos benefícios da erva doce é o fato da atividade neural ter sua funcionalidade otimizada.

4. Coração saudável

As fibras, potássio, ácido fólico, vitamina C, Vitamina B6 e os fitonutrientes são responsáveis pelos benefícios da erva doce à saúde do coração.

A erva doce é uma planta que contém quantidade significativa de fibras, que ajudam a manter os níveis de colesterol na corrente sanguínea, diminuindo assim os riscos de doenças cardíacas.

A Vitamina B6 e folato também evitam o acúmulo de um composto orgânico chamado de homocisteína, no qual quando encontrado em excesso no corpo, podem danificar vasos sanguíneos e levar a problemas cardíacos.

5. Ajuda na prevenção do câncer

O selênio é um mineral difícil de ser encontrado em frutas e legumes, mas está presente na erva doce.

Esse mineral desempenha um papel essencial na função da enzima do fígado, ajudando a desintoxicar alguns compostos que causam câncer, nas inflamações e na diminuição de crescimentos de tumores.

Como visto anteriormente, a erva doce possui folato, que também desempenha um papel de sintetizar e reparar o DNA, impedindo assim a formação de células cancerígenas a partir de mutações do DNA.

6. Menos inflamações

A vitamina colina é um nutriente presente na erva-doce muito importante que fornece ajuda num sono melhor, nos movimentos dos músculos, na aprendizagem e na memória.

Esse nutriente também ajuda a manter a estrutura de membranas celulares, a transmissão dos impulsos nervosos, a absorção de gorduras e redução de inflamações crônicas.

7. Metabolismo trabalhando melhor

A vitamina B6 é responsável pelos benefícios da erva doce na energia do metabolismo, quebrando carboidratos e proteínas em glicose e aminoácidos. Esses compostos menores são facilmente utilizados para a energia usada dentro do corpo.

8. Digestão e saúde intestinal

Por possui alta quantidade de fibras, há benefícios da erva doce para a prevenção de constipação e para a regularidade para um sistema digestivo saudável.

Alguns dos componentes presentes na planta ainda estimulam a secreção digestiva e sucos gástricos, enquanto reduzam inflamação do estômago e intestino, facilitando assim a absorção de nutrientes vindas de comidas.

Outro ponto positivo é que alguns componentes da erva doce são antibacterianos, lutando assim contra diarreia.

9. Controle de peso e saciedade

Dietas ricas em fibras são geralmente reconhecidas como um fator importante no controle e perda de peso por estas funcionarem como “agentes dilatadores” no sistema digestivo. Esses componentes aumentam a saciedade e reduzem o apetite, fazendo com que você se sinta mais satisfeito por mais tempo e consequentemente, diminuindo a ingestão de calorias. Portanto, o controle do peso é mais um dos benefícios da erva doce.

10. Prevenção de anemia

A deficiência do ferro é uma das deficiências nutricionais mais comuns e a principal causa da anemia. Alimentos ricos em vitamina C, como a erva doce, ajudam a maximizar a capacidade do organismo na absorção de ferro.

Além disso, o aminoácido histidina, também presente na erva doce, também é útil no tratamento da anemia pois enquanto o ferro é o principal constituinte da hemoglobina, a histidina estimula a produção da hemoglobina, ajudando também na formação de vários outros componentes do sangue.

11. Melhora na regulação do ciclo reprodutivo e cólicas

O estrogênio encontrando na erva-doce auxilia na regulação do ciclo reprodutivo feminino e também pode auxiliar na fertilidade.

Além disso, a planta auxilia a regular adequadamente a ação hormonal no corpo, sendo usada em diversos produtos para reduzir os efeitos da TPM, como analgésico suave e agente relaxante para mulheres na menopausa.

Outro ponto dos benefícios da erva doce para as mulheres é que a planta possui qualidades antiespasmódicass, que ajudam a relaxar músculos lisos e reduzir os desconfortos de cólicas menstruais.

12. Olhos saudáveis

Graças a alguns componentes, a erva doce ajuda na redução das doenças relacionadas ao envelhecimento prematuro e degeneração macular.

Uma boa dica para reduzir a irritação e fadiga ocular é fazer o suco de folhas da erva doce e aplicar externamente sobre os olhos.

13. Uma pele mais jovem

Como sabemos, a erva doce é uma excelente fonte de vitamina C, e o colágeno, que é o sistema de sustentação da pele, é baseado em vitamina C. Esse nutriente é essencial e funciona como um antioxidante que ajuda na prevenção de danos causados pelo sol, poluição e fumaça. Essa vitamina também promove a capacidade do colágeno a suavizar rugas e melhorar a textura da pele.

14. Desconfortos causado por flatulências

A planta é bem popular como um agente antiflatulento por possuir propriedades carminativas, ou seja, como um remédio que reduz gases intestinais, e pode ser usada para todas idades.

É muito comum, inclusive, encontrá-la em medicamentos para reduzir flatulências em lactantes e crianças pequenas.

15. Os benefícios da erva doce na perda de peso

Existem diversos métodos que auxiliam na perda de peso, e um deles conta com a água feita de sementes da erva doce. Veja abaixo alguns de seus benefícios que inclusive já foram listados acima:

  • Acelera o metabolismo;
  • Controla a fome;
  • Desintoxicante;
  • Incentiva a produção de melatonina: A melatonina é o hormônio responsável pelo ciclo do sono. A água garante que os níveis de melatonina trabalhem corretamente, evitando assim a insônia.

Propriedades da erva doce

Confira abaixo a tabela referente a uma colher de sopa picada de erva doce:

Tabela nutricional 
Valor Energético1,7 calorias
Carboidratos0,43g
Proteínas0,9g
Gorduras Totais0g
Gorduras Saturadas0g
Fibra alimentar0,17g
Sódio3mg

Como utilizar a erva doce com mais frequência no seu dia-a-dia

Por poder ser utilizada por inteiro, a planta pode entrar em muitas receitas.

A erva doce pode ser armazenada na geladeira por 4 dias e é aconselhado comer logo após que comprar, pois perde o sabor ao longo do tempo.

Já as sementes secas de erva doce podem durar cerca de seis meses se forem estocadas em recipientes e locais secos. Outro ponto curioso é que no continente indiano é comum o hábito de mastigar sementes de erva doce após as refeições para facilitar a digestão e eliminar o mau hálito.

Outras formas de utilizar mais a planta são em formato de semente, pó e chá. Atente para qual objetivo você quer utilizá-la e escolha o melhor formato.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você já imaginava todos esses benefícios da erva doce para a saúde e boa forma? Consome com frequência esta erva, de que maneira? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (61 votos, média: 4,30 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

38 comentários em “15 Benefícios da Erva Doce – Para Que Serve e Propriedades”

  1. Eu comecei a tomar o chá de erva doce para gripe , mas eu tenho psoríase a anos e sempre lutei com remédios e pomadas e só amenizava , e do dia para noite comecei a tomar o chá de erva doce e comecei a melhorar da psoríase e não sabia o porquê eu estava melhorando e fui percebendo que era do chá de erva doce, todos as pessoas que mi conhece ficou admirada e até hoje tomo o chá toda noite , quando deixo de tomar percebo que a psoríase quer voltar então retorno para o chá e some e incrível.

  2. Para as pessoa que tem dor de estomago e gastrite, rala batatinha e com aquela massa faz um suco e toma e ótimo para o estomago minha mae sarou com esse suco

    E eu adoro ervas doce tambem e otimo

    • Eu costumo esmagar 2 colheres sopa de sementes de erva doce e coloco para ferver juntamente com colheres de sopa de carqueja 3 copos de água. Este chá me ajudou na dor de estômago e na digestão, e melhorou o problema de refluxo. .. Costumo por erva doce em muito chás no lugar do açúcar, pois quebra o amargo principalmente da carqueja ….

  3. Boa tarde,

    Tenho tomado chá de erva doce todas as noites com mel, para o meu problema de Refluxo foi nota mil, nunca mais tive problemas, porém ele não tem me ajudado no sono, pois continuo com insônia, muito, só consigo dormir às 3h da manhã. Será, que estou tomando muito em cima da hora de dormir? É melhor tomar puro sem mel? e infelizmente não melhorou uma gripe e uma tosse, que não para. Também fazia o preparo de maneira errada, pois fervia a erva e vi, que tem que colocar na água quente e abafar por 5 minutos é isso?. Só de ter melhorado o meu problema de estômago já fico feliz. Tem algum problema tomar todos os dias?

    • O refluxo da minha mãe curei com 2 folhinhas de Bálsamo batido no liquidificador com 200 ml de água antes de
      dormir. Para a tosse que não parava por nada depois de ter gastado horrores com médicos e remédios curei com chá de picão do mato.