6 Benefícios do Wasabi – O Que é, Para Que Serve, Como Fazer e Dicas

Especialista:
atualizado em 23/03/2020

Saiba quais são os benefícios do wasabi, o que é, para que serve, como fazer, dicas e muito mais sobre esta raiz que proporciona mais do que apenas picância para o seu sushi.

Conhecido pelo seu sabor forte e picante e sua cor verde brilhante, o wasabi é um condimento básico nos restaurantes japoneses.

Ele é considerado um dos motivos do porque a dieta japonesa faz as pessoas viverem mais pois o wasabi traz muitos benefícios para saúde e boa forma.

Isso tudo porque alguns dos seus compostos, incluindo o isotiocianato (ITCs) que é responsável pelo seu sabor picante pode fornecer vários benefícios à saúde.

Além disso, o wasabi é considerado um dos melhores laxantes naturais.

O que é Wasabi

Wasabi é uma planta intimamente relacionada ao rábano e a couve e é membro da família Brassicaceae em sua classificação taxonômica.

Popularmente conhecida como raiz forte japonesa, embora seja diferente da raiz forte propriamente dita, ele tem um sabor forte e a picância do rábano, que também é a razão pela qual os dois são frequentemente usados como alternativas.

Sua picância é diferente da capsaicina, produto químico encontrado nas pimentas responsável pela picância.  As pimentas também oferecem benefícios pra a saúde. Entretanto, a capsaicina dá a sensação de “queimação” na língua, ele afeta o sentido olfativo, liberando vapores químicos que afetam a passagem nasal.

O sabor potente do wasabi é semelhante ao da mostarda picante e é usado com maior frequência como condimento no sashimi e sushi além de outros pratos da culinária japonesa.

Ao contrário das pimentas, o seu sabor único não é à base de óleo e a sensação forte e desconfortável de comer wasabi não dura muito. Algumas pessoas o consideram revigorante e agradável.

O seu cheiro forte é derivado de uma parte específica da composição química da planta, os altos níveis de isotiocianato de alilo.

Esses produtos químicos funcionam como um mecanismo de defesa contra predadores que tentam consumir a planta, mas isso não funcionou muito bem com as pessoas!

Esses produtos químicos isotiocianatos também têm um forte impacto nos benefícios do wasabi para a saúde.

A planta inteira também é usada para vários propósitos, e as pessoas podem comprar como raiz, pasta ou como pó, que é um pouco mais fácil de usar.

Para que serve?

Além de ser ótimo como um ingrediente da culinária japonesa, o wasabi também é uma das ervas mais antigas e usada na medicina tradicional japonesa. Há registros históricos que indicam que essa planta é cultivada no Japão há mais de 1000 anos.

Muito utilizado na medicina Kampo – medicina tradicional japonesa, também é usado na medicina chinesa antiga.

Ele tem sido usado como tratamento tópico contra reumatismo e neuralgia, além de limpar os pulmões e o estômago, promovendo o apetite e age para aliviar a dor da artrite.

O Wasabi também é generosamente dotado de compostos que contêm enxofre, como isotiocianatos e sulforafano, e o Dr. Hideki Masuda, Ph.D., diretos dos Laboratórios de Pesquisa e Desenvolvimento de Materiais da Ogawa & Co., Ltd, no Japão, relata que este fitoquímico presente nesta planta impede a cárie dentária.

Sabe-se também que os isotiocianatos presentes no wasabi possuem propriedades anti-sépticas e bactericidas. O Dr. Masuda levantou a hipótese e demonstrou que os isotiocianatos inibiram o crescimento de Sreptococcus mutans, a bactéria que causa cárie.

Na culinária, além do sushi e sashimi, ele também pode ser usado com carnes e outros pratos com frutos do mar, vegetais, molhos, doces, lanches, salgadinhos, para fazer maionese, etc.

Benefícios do Wasabi

Conheça agora os principais benefícios do Wasabi.

1. Propriedades anti-inflamatórias

O Wasabi pode ter potentes propriedades anti-inflamatórias.

A inflamação é a resposta do sistema imunológico a infecções, ferimentos e toxinas, como ar poluído ou fumaça de cigarro, na tentativa de proteger e curar o corpo.

Quando a inflamação se torna descontrolada e crônica, ela pode contribuir para várias condições inflamatórias, incluindo doenças cardíacas, câncer e diabetes.

Estudos realizados em tubos de ensaio envolvendo células animais indicam que os ITCs presentes no wasabi suprimem as células e enzimas que promovem a inflamação, incluindo a ciclooxigenase-2 (COX-2) e citocinas inflamatórias como interleucinas e fator de necrose tumoral.

Dado que faltam estudos em humanos, ainda não está claro se os efeitos anti-inflamatórios do wasabi se aplicam às pessoas.

2. Pode ter propriedades anticâncer

Os ITCs que ocorrem naturalmente no wasabi foram estudados por suas propriedades anticâncer.

Um estudo descobriu que os ITCs extraídos da raiz de wasabi inibiram a formação de acrilamida em 90% durante uma reação de Maillard – reação química entre proteínas e açúcar na presença de calor.

A acrilamida é um produto químico que pode se formar em alguns alimentos, principalmente em batatas fritas e café durante o processo de cozimento em alta temperatura, como fritar e grelhar.

Alguns estudos associaram a ingestão alimentar de acrilamida com certos tipos de câncer, como nos rins, endometrial e ovário, mas os resultados são variados.

Além do que, estudos em tubo de ensaio indicam que os ITCs e compostos similares isolados de wasabi matam ou inibem o crescimento de células humanas do câncer colorretal, de mama e pancreático.

Embora promissor, não está claro se esses resultados se aplicam a seres humanos.

Ainda assim, alguns estudos observacionais notaram que uma maior ingestão de vegetais crucíferos, como é o caso do wasabi, pode diminuir o risco de vários tipos de câncer, como de pulmão, próstata, bexiga e mama.

Outros vegetais crucíferos benéficos incluem brócolis, couve de Bruxelas, rúcula, couve, couve-flor e rutabaga.

3. Saúde do cérebro

Os ITCs podem ter efeitos neuroprotetores, pois estudos em camundongos demonstraram que eles aumentam a ativação de sistemas antioxidantes no cérebro que reduzem a inflamação.

Esses achados sugerem que os ITCs podem ajudar a prevenir ou retardar distúrbios neurodegenerativos causados pela inflamação como por exemplo, a doença de Parkinson.

4. Efeitos antibactericida

Os isotiocianatos (ITCs) são a principal classe de compostos do Wasabi e os responsáveis pela maioria dos seus benefícios para a saúde, incluindo seus efeitos bactericidas.

Pode ter efeitos antibactericidas contra H. pylori

H.pylori é uma bactéria que infecta o estômago e o intestino delgado.

Essa bactéria é a principal causa de úlceras pépticas e pode causar câncer de estômago e inflamação do revestimento do estômago.

Embora 50% da população mundial esteja infectada, a maioria não desenvolve esses problemas.

Não está claro como o H. pylori se espalha, embora os pesquisadores acreditem que o contato com alimentos e água contaminada com fezes tenha um papel importante.

Os tratamentos para úlceras pépticas causadas por H. pylori geralmente envolvem antibióticos e inibidores de bombas de prótons, que são medicamento que reduzem a produção de ácido estomacal.

Estudos preliminares realizados em tubos de ensaio e em animais sugerem que o wasabi também pode ajudar a tratar úlceras pépticas causadas por H. pylori.

Porém são necessárias mais pesquisas em humanos antes que se possa tirar conclusões sobre o seu efeito no H. pylori.

Doenças transmitidas por alimentos

A intoxicação alimentar ou doenças transmitidas por alimentos é uma infecção ou irritação do sistema digestivo causada por alimentos ou bebidas que contêm patógenos – vírus, parasitas ou bactérias.

A melhor maneira de prevenir a intoxicação alimentar é armazenar, manusear, limpar e cozinhar os alimentos de maneira adequada.

Certas ervas e especiarias como o sal podem reduzir o crescimento de patógenos que causam intoxicação alimentar.

Foi demonstrado que o extrato de wasabi possui efeitos antibacterianos contra Escherichia coli e Staphykiciccys aureus, duas das bactérias mais comuns que causam intoxicação alimentar.

Essas descobertas sugerem que o extrato de wasabi pode ajudar a prevenir ou reduzir o risco de doenças transmitidas por alimentos, mas são necessárias mais pesquisas para confirmar tal fato.

5. Saúde óssea

O wassabi pode desempenhar um papel na saúde óssea, já que foi sugerido em estudos com animais que um dos seus compostos, chamado p-hidroxicinâmico (HCA) pode aumentar a formação óssea e diminuir a quebra dos ossos.

Os pesquisadores especularam se o HCA poderia ajudar a tratar a osteoporose, uma doença que faz com que seus ossos se tornem fracos e quebradiços.

No entanto, são necessárias mais pesquisas em seres humanos para confirmar esse benefício em potencial.

6. Pode promover a perda de gordura

Algumas pesquisas sugerem que as folhas comestíveis desta planta contem compostos que podem suprimir o crescimento e a formação de células adiposas.

Em um estudo realizado em camundongos, um composto chamado éster metílico do ácido 5-hidroxiferúlico (éster 5-HFA) isolado dessas folhas inibiu o crescimento e a formação de células adiposas, desativando um gene envolvido na formação de gordura.

Da mesma forma, em outro estudo de 6 semanas em ratos, a ingestão diária de 4 gramas de extrato de folhas de wasabi por quilo de peso corporal inibiu o crescimento de células adiposas.

Além disso, um estudo descobriu que o extrato dessas folhas impedia o ganho de peso em camundongos que mantinham uma dieta rica em calorias e gorduras, impedindo o crescimento e a produção de células adiposas.

Embora promissores, esses resultados foram obtidos através de estudos realizados em animais e tubos de ensaio, por isso, mais pesquisas são necessárias para determinar os efeitos do extrato de folha de wasabi nos seres humanos.

Informações nutricionais

Além de todos os benefícios do wasabi, ele também pode ser uma adição poderosa à sua dieta.

Uma porção de 100 gramas contém cerca de 109 calorias e apenas 1 grama de gordura saturada. Ele também é uma rica fonte de fibra e proteína.


Em termos de minerais, contém ferro, fósforo, cálcio, magnésio, potássio, zinco e sódio que são elementos naturais e necessários em uma dieta equilibrada.

Também é rico em vitamina C, riboflavina, tiamina, folato, niacina, vitamina A e vitamina B6. Essa planta também possui altos níveis de certos antioxidantes, como isotiocianatos e contém zero colesterol.

No geral, quando integrado com certa frequência em uma dieta, ele poderá aumentar a sua ingestão necessária de nutrientes e afetar positivamente sua saúde geral de uma maneira surpreendente.

Cada 100 gramas de wasabi contém:

Água [g]: 69,11

Energia [kcal]: 109

Proteína [g]: 4,8

Magnésio, mg [mg]: 69

Lípido total (gordura) [g]: 0,63

Carboidratos, por diferença [g]: 23,54

Folato, DFE [µg]: 18

Fósforo, P [mg]: 80

Fibra alimentar total [g]: 7,8

Sódio, Na [mg]: 17

Cálcio, Ca [mg]: 128

Ferro, Fe [mg]: 1,03

Niacina [mg]: 0,74

Potássio, K [mg]: 568

Zinco, Zn [mg]: 1,62

Tiamina [mg]: 0,13

Riboflavina [mg]: 0,11

Vitamina C, ácido ascórbico total [mg]: 41.9

Vitamina B-12 [µg]: 0

Vitamina B-6 [mg]: 0,27

Vitamina A, UI [UI]: 35

Vitamina A, RAE [µg]: 2

Ácidos graxos, trans totais [g]: 0

Colesterol [mg]: 0

Como fazer pasta de wasabi

Veja como fazer a tradicional pasta de wasabi que normalmente é servida nos restaurantes japoneses e pode ser servida com os mais variados tipos de pratos.

Ingredientes:

  • 15 colheres de chá de pó de wasabi
  • 3 colheres de chá de água

Modo de preparo

Adicione 15 colheres de chá de pó de wasabi em uma tigela e as três colheres de chá de água.

Mexa bem e vire a tigela de cabeça para baixo sem que a pasta desgrude do fundo e a deixe nessa posição por 1 minutos.

O pó de wasabi tem uma vida útil de mais de 2 anos, e você pode usá-lo para substituir mostarda em pó ou rábano.

Como adicioná-lo à sua dieta

A maioria dos pós e pastas de wasabi são feitos de uma mistura de rábano-forte, mostarda, amido de milho e corante verde em vez de usar o wasabi verdadeiro.

Inclusive alguns podem não conter wasabi ou apenas hastes de baixa qualidade.

Os estudos estimaram que o rábano picante ou raiz forte e o wasabi contêm quantidades semelhantes de ITCs.

O wasabi verdadeiro é difícil de cultivar e por isso é caro, sendo um dos motivos principais do porque o rábano é mais utilizado.

Quando for comprar, certifique-se de ler a descrição cuidadosamente para garantir que o produto seja autêntico.


Você poderá apreciar o sabor único servindo como tempero, condimento ou erva.

Você pode servir com molho de soja junto com sushis e sashimis, adicionar às sopas de macarrão, como condimento para carnes e legumes grelhas.

Também pode ser usado em molhos para saladas, molhos e marinadas. Use-o para dar sabor a legumes assados.

Agora que você já conhece os principais benefícios do Wasabi, o que é, para que serve, como fazer além de outras dicas como por exemplo como usar, é hora de incorporá-lo em sua dieta.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia os 6 benefícios do wasabi? Pretende usar com mais frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário