Home » Dieta » Alimentos Para Dieta » 9 Alimentos Ruins para os Rins

9 Alimentos Ruins para os Rins

Alimentos ruins para os rins

A importâncias dos rins pode ser frequentemente ignorada. Eles são uma grande potência que mantém todo o seu corpo saudável, filtrando toxinas e fluidos extras no sangue, além de produzirem hormônios que mantêm seus ossos fortes e seu sangue saudável. Se eles começarem a falhar, resíduos nocivos irão se acumular em seu sistema e levarão ao desaparecimento de outros órgãos.

  Continua Depois da Publicidade  

“Os danos aos rins são muitas vezes irreversíveis, por isso as pessoas que não cuidam deles podem enfrentar riscos significativos para a saúde, que resultam em diálise ou até mesmo em um transplante renal”, disse Sally Brozek, nutricionista da Piedmont.

Para evitar essas mudanças extremas, confira alguns alimentos ruins para os rins, que são realmente prejudiciais a esse órgão vital e devem ser evitados ou até mesmo removidos da sua dieta.

1. Carnes processadas

Carnes processadas como mortadela e presunto, por exemplo, devem ser cortadas da sua dieta pois podem ser fontes significativas de sódio e também nitratos, que além de serem alimentos ruins para os rins têm sido associados ao câncer.

Opte por carnes mais magras como peru fresco assado ou frango e escolha sempre as carnes com baixo teor de nitrato e baixo teor de sódio.

  Continua Depois da Publicidade  

2. Açúcar

Não é preciso comer um doce para ingerir açúcar, pois ele está presente na maioria dos alimentos, tanto naturais como processados, e por isso é importante estar ciente do fato de que ele está à espreita presente em suas refeições.

As frutas são uma fonte natural de açúcar que oferecem muitas vitaminas e minerais que o corpo humano precisa.

No entanto, são os alimentos com açúcares adicionados que tendem a ser baixos na escala de valor nutricional. Pode ser que você se surpreenda ao saber que pães, condimentos e outros salgadinhos também contêm açúcar adicionado.

3. Refrigerante

Os refrigerantes não fornecem nenhum benefício nutricional e estão repletos de açúcares – seja natural ou quimicamente fabricado, o que resulta em calorias extras em sua dieta e pode resultar em ganho de peso indesejado.

340ml de refrigerante de cola têm 152 calorias, e em alguns restaurantes isso é considerado uma pequena porção de refrigerante. Nos Estados Unidos, por exemplo, existem restaurantes Fast Food que vendem porções de 1,5 litros.

Estudos associam refrigerantes a condições como osteoporose, doença renal, síndrome metabólica e problemas dentários.

  Continua Depois da Publicidade  

Os refrigerantes diet podem ter menos calorias, mas ainda assim não fornecem valor nutricional e muitas vezes contêm aditivos como adoçantes artificiais.

Deixe os refrigerantes de lado e opte pela água. Se você não gosta do sabor da água, adicione uma ou duas fatias de frutas frescas para dar sabor.

4. Cafeína

A cafeína, que está presente no café, chá, refrigerantes entre outros alimentos, também pode sobrecarregar os rins. Trata-se de um estimulante que pode causar o aumento do fluxo sanguíneo, pressão arterial e estresse nos rins. O consumo excessivo de cafeína também tem sido associado a cálculos renais, as famosas pedras nos rins.

  Continua Depois da Publicidade  

5. Maionese

Uma colher de sopa de maionese contém 103 calorias. Esse alimento não é apenas rico em calorias como também contém altos níveis de gordura saturada. Já as maioneses com poucas calorias e sem gordura frequentemente contêm mais sódio e açúcar, além de poder conter outros aditivos.

Uma troca mais saudável envolve a substituição de maionese por iogurte grego sem gordura, que é rico em proteínas e é ótimo para temperar saladas.

6. Organismos Geneticamente Modificados (OGM)

Uma grande porcentagem dos alimentos processados contém organismos geneticamente modificados (OGM). Infelizmente, devido à falta de estudos, os efeitos a longo prazo dos OGM relacionados à saúde das pessoas permanecem desconhecidos. No entanto, estudos realizados em animais indicam que graves efeitos estão relacionados aos OGM, como por exemplo mudanças nos principais órgãos como os rins.

7. Refeições congeladas

Estudos mostraram que os alimentos processados são alimentos ruins para os rins e que podem contribuir para o desenvolvimento de diabetes tipo 2. Refeições congeladas ou pré-preparadas, como pizza congelada e refeições para micro-ondas, são muito processadas.

Alimentos muito processados podem significar açúcar, gordura e sódio escondido, porém, nem todas as refeições congeladas são iguais.

A melhor opção é preparar alimentos frescos e integrais sempre que puder, mas se às vezes a praticidade é necessária e há a necessidade de optar por refeições congeladas, leia atentamente os rótulos. Procure aquelas que são “baixas em sódio” ou “sem sódio adicionado” e evite as refeições congeladas com adição de açúcar ou quaisquer outros aditivos. Equilibre a refeição adicionando frutas e legumes.

8. Manteiga

A manteiga é feita a partir de gordura animal e contém colesterol, calorias e altos níveis de gordura saturada. A margarina é feita a partir de óleo vegetal, porém pode não ser uma melhor escolha, pois geralmente contém gorduras trans.

9. Sal

A sobrecarga de sódio leva ao aumento da pressão sanguínea, o que coloca uma pressão sobre os seus rins, e de acordo com o Centro para Controle e Prevenção de Doenças nos Estados Unidos, 75% do consumo de sódio é devido aos alimentos processados e refeições feitas em restaurantes.

Pesquisa aponta como junk food pode danificar os seus rins

Embora consumir junk food de vez em quando não seja um grande problema, o consumo diário desses alimentos nocivos pode colocar qualquer pessoa sob o risco de diabetes tipo 2, doenças cardíacas, provocar problemas digestivos e causar fadiga, fraqueza, depressão e flutuações nos níveis de açúcar no sangue, afinal ela possui vários dos alimentos ruins para os rins citados acima.

Um novo estudo alertou que uma dieta que depende principalmente de junk food ou alimentos processados pode causar danos aos rins a longo prazo, além de provocar diabetes. Na diabetes tipo 2, o organismo não produz insulina suficiente ou não reage, causando um acúmulo de açúcar (glicose) no sangue, que pode ter consequências graves a longo prazo para os órgãos, como os rins, e pode levar à doença do rim diabético.

“A dieta ocidental tem cada vez mais e mais junk food e gordura e há uma ligação bem estabelecida entre o consumo excessivo deste tipo de alimento e os recentes aumentos na prevalência de obesidade e diabetes tipo 2”, disse Havivi Chichger, da Universidade Anglia Ruskin, da Grã-Bretanha, e principal autor do estudo sobre como as Junk Foods são alimentos rins para os rins.

“Em nosso estudo, diabetes tipo 1 e 2 induzem alterações no transporte de glicose no rim, e junk food ou uma dieta rica em gordura provoca mudanças muito semelhantes às encontradas no diabetes tipo 2”, acrescentou Chichger em seu artigo publicado na revista Experimental Physiology.

A equipe usou modelos animais com diabetes e obesidade que foram induzidos através da dieta para analisar como a resistência à insulina e o excesso de açúcar ou gordura afetam os transportadores de glicose aos rins.

Os ratos foram alimentados com junk food como queijo, barras de chocolate, biscoitos e marshmallows durante oito semanas ou comeram alto teor de gordura (60%) durante cinco semanas e então, testaram o efeito dessas dietas nos níveis de açúcar no sangue e nos diferentes transportadores de glicose nos rins. O efeito das dietas nesses transportadores foi comparado com a mudança também observada em modelos de ratos com diabetes tipo 1 e 2.

Os resultados revelaram que certos tipos de transportadores de glicose, bem como as proteínas reguladoras, estavam presentes em maior número em ratos com diabetes tipo 2, porém, uma dieta rica em gordura e de junk food causou um aumento semelhantes nesses receptores.

“Encontrar uma maneira de bloquear a reabsorção de glicose nos rins poderia oferecer um tratamento potencial para reduzir os níveis de açúcar no sangue”, afirmam os autores da pesquisa.

O Dr. Anshul Jai Bharat, nutricionista de Delhi, concorda: “As junk foods possuem muito açúcar processado, então quando vão para o sistema, levam a um desequilíbrio hormonal e também mudam o perfil do sangue. O alto consumo dessas calorias vazias pode causar obesidade e diabetes – doenças que afetam diretamente o funcionamento dos seus rins. Você pode se deliciar com a sua sobremesa favorita ou um hambúrguer de fast food, desde que esses alimentos não substituam a sua dieta diária balanceada”.

Referências adicionais:

Você consome alguns destes alimentos ruins para os rins com frequência? Pretende diminuir a ingestão agora que sabe o mal que fazem aos seus órgãos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 4,40 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite
  Continua Depois da Publicidade  


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*