Açúcar Demerara Engorda? Benefícios, O que é, Calorias e Mais

Especialista:
atualizado em 21/08/2020

Muitas pessoas se perguntam se o açúcar demerara engorda ou emagrece, pois, em uma análise simples, podemos dizer que ele é um tipo de açúcar que passa por um leve processo de refinamento, diferente do açúcar comum que é totalmente refinado. Por isso, ele tem a cor marrom claro, grãos maiores e não perde tantos nutrientes. Uma de suas vantagens é que não recebe aditivos químicos como os outros tipos de açúcar. Abaixo você aprenderá mais sobre o açúcar demerara, o que é, suas calorias e muito mais.

Sabemos que existem alternativas em relação à tradicional versão branca de mesa do ingrediente, como açúcar demerara ou mascavo, que apresentam diferenças em relação ao gosto, composição nutricional e coloração. Veja abaixo e conheça mais sobre a diferença entre os açúcares mascavo e demerara. 

O açúcar refinado não contém proteínas, gorduras, fibras, vitaminas nem minerais. Ele interfere no equilíbrio hormonal do organismo relacionado com a regulação da fome e da saciedade, favorecendo o ganho de peso. Ele também prejudica o metabolismo como um todo, levando ao aumento da produção de insulina e ao acúmulo de gordura. Você gostará de saber mais sobre como substituir o açúcar por alternativas naturais.

Dietas ricas em açúcar ou alimentos açucarados representam um grande risco para nossa saúde. Além de ser uma fonte de calorias praticamente vazias sem nenhum valor nutricional agregado, o açúcar refinado em excesso pode causar problemas de saúde como a diabetes do tipo 2 e a obesidade. As empresas do ramo alimentício vêm tentando substituir o açúcar pelos adoçantes. Mas será que eles são saudáveis para a nossa saúde? Leia abaixo sobre qual é o melhor para o nosso organismo, açúcar ou adoçantes?

Enquanto o açúcar mascavo, o açúcar bruto que é extraído depois do cozimento do caldo de cana, não passa por nenhum processo de refinamento, o açúcar demerara é submetido a um refinamento leve e recebe pouco ou nenhum aditivo químico em sua composição.

Assim, com seus grãos de coloração marrom-claro, ele mantém valores nutricionais altos e parecidos com o do açúcar bruto, ao mesmo tempo em que pode ser utilizado no preparo de doces.

O açúcar demerara engorda?

Trata-se de um açúcar bem próximo de sua versão bruta, ou seja, com bastante nutrientes e pouco refinado. Agora que já entendemos o que é o ingrediente, vamos finalmente procurar entender se o açúcar demerara engorda ou não por meio de uma análise mais detalhada sobre seu teor calórico e nutricional.

As calorias do açúcar demerara

Vamos começar a nossa análise dando uma conferida nas calorias que o açúcar demerara apresenta. Pois bem, uma porção de 10 g do produto traz 40 calorias.

Trata-se da mesma quantidade calórica encontrada no açúcar orgânico, no açúcar cristal e no açúcar refinado. Porém, é uma quantia um pouco maior do que a presente no açúcar mascavo, que tem 37,7 calorias a cada 10 g.

As informações acima indicam que a partir exclusivamente do ponto de vista calórico, não é possível afirmar que o açúcar demerara engorda mais do que os outros açúcares, com exceção do mascavo, se estivermos falando de porções da mesma quantidade.

Por outro lado, é importante saber que o demerara tem um poder adoçante menor que o açúcar branco, o que talvez faça com que seja necessário adicionar uma quantidade um pouco maior do ingrediente. Na regra das substituições entre os produtos, para cada colher de chá normal de açúcar branco, coloca-se uma colher de chá bem cheia de demerara.

Ainda que isso pareça pouco, se a substituição for feita em porções maiores, haverá um aumento expressivo no que se refere às calorias e a quantidade de açúcar utilizado, fatores que favorecem o aumento de peso.

Em relação ao açúcar mascavo, a diferença é pequena na porção de 10 g, porém, pode se tornar mais significativa se estivermos falando de quantidades mais elevadas de açúcar – por exemplo, se a medida fosse de 100 g, o teor calórico ficaria de 400 calorias do demerara contra 377 do mascavo.

Entretanto, é preciso levar em consideração que o açúcar mascavo nem sempre pode ser aproveitado nas receitas por conta de seu gosto similar ao do caldo de cana, que não agrada a todos os paladares. Além do mais, há outras coisas a considerar e não só as calorias.

O índice glicêmico 

De acordo com a Mayo Clinic, o índice glicêmico é um sistema que atribui um número de 1 a 100 para alimentos que contêm carboidratos. Quanto maior o índice glicêmico de um alimento, mais rápido o nível de açúcar no sangue aumenta depois de consumi-lo.

Trata-se, portanto, de uma medida que indica a velocidade pela qual o açúcar presente nos alimentos demora para atingir a corrente sanguínea. O índice glicêmico do açúcar demerara (assim como boa parte dos outros tipos de açúcar) é de 65.

Isso coloca o ingrediente na categoria dos alimentos com índice glicêmico médio, que fica entre os valores 56 e 69. É importante saber que quanto mais alto é o índice glicêmico de um alimento, mais rápido ele aumenta os níveis de açúcar no sangue. A elevação rápida das taxas de glicose, nos chamados picos, está associada ao aumento do apetite.

Entretanto, precisamos levar em consideração o fato de que certamente a pessoa não comerá o açúcar demerara puro. Assim, para saber qual será seu impacto em relação ao aumento dos níveis de açúcar no sangue e ao apetite, cujo controle influencia no ganho de peso, é preciso levar em conta os outros ingredientes que acompanham o produto.

Além de aumentar o apetite, o aumento rápido da glicose sanguínea pode promover o ganho de peso e ser muito perigoso para pessoas diabéticas que precisam manter a glicemia sob controle.

A questão da quantidade 

Ainda que seja uma versão próxima do açúcar bruto, o demerara ainda é açúcar e o fato dele não engordar mais que a maioria dos outros tipos de açúcar não significa que podemos falar que é mentira que o açúcar demerara engorda.

De acordo com a nutricionista Tânia Rodrigues, para que o açúcar não prejudique a saúde é necessário que a sua ingestão não ultrapasse 10% do consumo calórico diário requerido pelo organismo.

Isso significa 200 calorias, 50 g ou 3 colheres de sopa de açúcar diariamente em uma dieta de 2 mil calorias. E na conta não entra apenas o açúcar branco de mesa ou o demerara – os açúcares encontrados nos alimentos doces e salgados, com destaque para os industrializados, que costumam ser abundantes no ingrediente, também devem entrar na conta. Essa informação pode ser confirmada em publicações como a de 2017 da revista Nutrition Reviews que também alerta que as organizações de saúde recomendam limitar a ingestão de açúcares a no máximo 10% do seu consumo calórico diário, mas ressalta que quanto menos açúcar você consumir, melhor será para a sua saúde.

Os carboidratos em geral são necessários para o organismo, já que o corpo queima a substância para fornecer energia. Entretanto, quando encontrado em excesso, o fígado tem a sua capacidade de armazenamento de açúcar excedida.

E uma vez que ele se encontra cheio, o excedente de açúcar é convertido em ácidos graxos e retorna à corrente sanguínea. De lá, ele é enviado a outras partes do corpo e armazenado em forma de gordura. Essas regiões do corpo podem incluir a barriga, as mamas, os quadris e o bumbum.

E quando essas regiões já estão cheias de tecidos de gordura, os ácidos são enviados a órgãos do corpo como coração, fígado e rins. Além de tornar o metabolismo mais lento, o que faz com que a queima de calorias e gorduras seja menos eficiente, isso diminui a habilidade dos órgãos, aumenta a pressão arterial e enfraquece o sistema imunológico.

Já que falamos nos outros problemas que o excesso de açúcar traz, vale a pena saber que, segundo a dermatologista Marcella Delcour, o excesso da substância também favorece o aparecimento de rugas.

E conforme o que a nutricionista Catarina Stocco explicou, muito açúcar também está associado ao estímulo da inflamação, o que favorece o desenvolvimento de tumores.

Em outras palavras, se você consumir muito açúcar, seja ele demerara ou não, provavelmente engordará e ainda colocará o seu organismo em risco de sofrer com diversos problemas.

Outras questões importantes sobre o açúcar demerara

Já que falamos nos outros problemas que o excesso de açúcar traz, vale a pena saber que, segundo a dermatologista Marcella Delcour, o excesso da substância também favorece o aparecimento de rugas. O excesso de açúcar na dieta, independentemente do tipo, também pode elevar o risco de inflamações e espinhas na pele.

E conforme o que a nutricionista Catarina Stocco explicou, muito açúcar também está associado ao estímulo da inflamação, o que favorece o desenvolvimento de tumores.
Em outras palavras, se você consumir muito açúcar, seja ele demerara ou não, provavelmente engordará e ainda colocará o seu organismo em risco de sofrer com diversos problemas.

Mesmo contendo alguns minerais e antioxidantes em sua composição, a quantidade é praticamente insignificante. Por isso, O USDA (United States Department of Agriculture) indica que o consumo de açúcar de qualquer tipo seja limitado. Isso evita todos os problemas elencados anteriormente e dá espaço para que você ingira alimentos mais densos em nutrientes e mais saudáveis.

Assim, apesar de o açúcar demerara ser uma melhor opção em relação ao açúcar branco refinado, não é para esbanjar. Use apenas o necessário para adoçar sua bebida ou para incluir na sua receita e inclua mais alimentos saudáveis no seu dia a dia.

Os benefícios do açúcar demerara

Por outro lado, se for utilizado em quantidades adequadas, dentro do limite diário de ingestão recomendado, no lugar do açúcar branco e não como uma fonte extra de açúcar, é possível obter benefícios a partir do açúcar demerara.

Um dos fatores para isso é que ele tem um valor nutricional parecido com o açúcar bruto, diferente dos açúcares que passam por processos de refinamento mais profundos, sendo fonte de nutrientes como cálcio, ferro, potássio, vitaminas do complexo B, cobre, magnésio e fósforo.

Existem cerca de 85 mg de cálcio, 42 mg de ferro, 346 mg de potássio, 0,01 mg de vitamina B1, 0,01 mg de vitamina B2, 0,03 mg de vitamina B3, 0,3 mg de cobre, 29 mg de magnésio e 22 mg de fósforo em uma porção de 100 g de açúcar demerara.

Lembre-se que esses mesmos nutrientes podem ser encontrados em alimentos como frutas, vegetais e leguminosas em quantidades muito mais expressivas do que no açúcar demerara. Sendo assim, use-o no lugar de versões mais refinadas de açúcar quando for necessário, mas sempre com moderação e apenas para realçar o sabor de suas receitas e não como uma fonte de nutrição para o seu corpo.

Vídeo: Qual é o Melhor Açúcar?

Gostou das dicas!?

Você já imaginava que o consumo do açúcar demerara engorda, mesmo que menos que o do refinado? Tem o costume de utilizar que açúcar no seu dia a dia? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (89 votos, média: 3,94 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

16 comentários em “Açúcar Demerara Engorda? Benefícios, O que é, Calorias e Mais”

  1. Fiquei triste mudei para demerara pensando q fosse saudável. Então é melhor não consumir açúcar nenhum.

  2. O açúcar mascavo é produzido através de um grau menor de processamento químico, por isso o custo de produção dele é menor, certo?

    Então lá vai a pergunta: Por que então o demerara é mais caro que o açúcar refinado e mais caro do que o açúcar de confeiteiro?

    Isso é ilógico!!!

    • Para que menos pessoas comprem e mais pessoas adoeçam consumindo o mais barato, porém mais prejudicial. Assim a indústria farmacêutica venderá mais e mais remédios às custas das doenças derivadas do consumo excessivo do açúcar.

    • Boa tarde! A questão do mascavo e do demerara serem mais caros é que além de se tratarem de produto bruto(inacabado) ou seja, com a adição dos produtos químicos, como polímeros, clarificastes, corantes, etc o volume pode ser aumentado em 3x ou mais – 1kg açúcar mascavo = + de 3 kg açúcar cristal, e a formação dos cristal de açúcar é bem mais complexa do que o açúcar cristal o que torna o açúcar mascavo e demerara uma iguaria! Elevando assim se valor comercial!

    • Aqui em casa temos uma alimentação balançeadae usamos o açucar demerara com moderação. Geralmente substituindo nas receitas que levam o açucsr refinado.

  3. Consumo o açúcar demerara há mais de três anos, recomendado pela minha nutricionista. E a diferença é enorme.