Artrose na coluna: o que é, sintomas, causas e tratamentos

Especialista da área:
atualizado em 08/04/2022

A artrose na coluna é uma doença degenerativa, que afeta as articulações da coluna, desde a região do pescoço, que é a coluna cervical, até a parte inferior das costas, a coluna lombar.

Apesar de ser uma doença mais frequente em pessoas mais velhas, acima de 45 anos de idade, também pode afetar os mais jovens, devido a uma predisposição genética ou lesões na coluna.

  Continua Depois da Publicidade  

Por ser uma condição crônica, os tratamentos são direcionados para o controle da inflamação, resolução da dor e fortalecimento da coluna com fisioterapia. Em casos mais complicados de tratar, a cirurgia é considerada como uma possibilidade de tratamento. 

Veja, com mais detalhes, o que é artrose na coluna, os sintomas, as principais causas e os tratamentos disponíveis. 

Artrose na coluna: o que é?

A coluna vertebral é composta por vários ossos sobrepostos chamados de vértebras. Entre cada vértebra, existe um disco intervertebral composto de um tecido cartilaginoso, que serve para proteger a superfície dos ossos e permitir um deslizamento sem atrito. 

O desgaste ou a degeneração dessa estrutura gelatinosa causa a artrose na coluna, que pode afetar qualquer altura da estrutura, desde a região cervical, onde fica o pescoço, até a parte final das costas, a região lombar. 

Como consequência, a artrose na coluna provoca inchaço, dor e pode resultar na formação de esporões ósseos, mais conhecidos como bicos de papagaio, que comprimem o nervo da coluna, resultando em dormência e formigamento nos braços ou nas pernas. Além de causar muita dor, principalmente quando comprime o nervo ciático

  Continua Depois da Publicidade  

A compressão dos discos intervertebrais também pode resultar na formação de hérnias de disco, que é quando eles saem de sua posição original e saltam para fora da vértebra. Com isso, o disco pode comprimir algum nervo próximo à região, provocando os sintomas de dormência e formigamento nos membros. 

Sintomas da artrose na coluna

Dor na coluna
A dor na coluna é o principal sintoma da artrose

Como a artrose na coluna é uma degeneração da cartilagem, ela pode não provocar sintomas no início, tendo uma progressão silenciosa que pode, facilmente, passar despercebida durante anos. 

Mas, ao perceber os primeiros sinais, como rigidez e dor no pescoço ou nas costas, é importante procurar um especialista, para iniciar o tratamento.

Os sintomas da artrose na coluna variam de pessoa para pessoa, assim como a gravidade, que pode ser leve, moderada ou intensa. 

Os sintomas mais comuns de artrose na coluna são: 

  • Dor no pescoço, ombros, coluna, glúteos e quadril.
  • Sensação de formigamento ou de dormência nas pernas, se for artrose lombar.
  • Sensação de formigamento no pescoço ou nos braços, se for artrose cervical.
  • Dificuldade para movimentar a coluna.
  • Estalos na articulação.

Normalmente, a dor nas articulações se agrava com os movimentos e alivia durante o repouso. 

  Continua Depois da Publicidade  

Durante o repouso, o ideal é que você se deite de lado, com um travesseiro na cabeça, alinhando-a com o restante da coluna. Procure evitar se deitar de barriga para cima, pois essa posição pode agravar ainda mais a dor.

Como a artrose na coluna pode gerar muita dor e desconforto, uma pessoa acometida por essa doença pode enfrentar dificuldades significativas para realizar trabalhos ou atividades diárias, o que pode causar constrangimento e afetar seu estado emocional. 

E, por conta dessa dificuldade, essa doença pode resultar no afastamento do trabalho ou aposentadoria precoce. Esses casos são incomuns, pois quando o tratamento é feito de maneira correta, os sinais e sintomas tendem a ser controlados e amenizados. 

Diagnóstico da artrose na coluna

Coluna
Um ortopedista é o profissional indicado para fazer o diagnóstico

O diagnóstico da artrose na coluna é realizado por um ortopedista que, primeiramente, faz um exame físico, que fornece informações a respeito da intensidade da dor e da sensibilidade na coluna, e verifica se há perda de movimento na região cervical ou lombar.

A partir daí, podem ser solicitados exames que ajudam no diagnóstico, como exame de sangue, raio-X e ressonância magnética. 

O exame de sangue serve para descartar outras doenças com sintomas semelhantes, como doenças reumatológicas ou vasculares. 

  Continua Depois da Publicidade  

O raio-X é um exame de imagem não invasivo, usado para identificar alterações na estrutura óssea, como os bicos de papagaio.

Outro exame que o especialista pode solicitar é a ressonância magnética, que permite obter imagens de alta definição, que oferecem mais detalhes da articulação afetada e das alterações associadas, como a hérnia de disco. 

Causas da artrose na coluna

Existem várias causas que podem resultar no problema de artrose na coluna e a mais comum é o envelhecimento, que ocasiona a inflamação e o desgaste natural das articulações. 

Mas, pessoas mais jovens também podem desenvolver esses desgastes nas articulações da coluna, por causa lesões ou traumas sofridos em acidentes e quedas, por exemplo. 

Esse grupo de pessoas também podem desenvolver artrose na coluna pela prática de exercícios físicos com a postura incorreta ou com carga excessiva, além do que sua condição física suporta. 

Atividades físicas ou de trabalho que envolvam movimentos muito repetitivos com a coluna também podem acarretar no desgaste da cartilagem. 

Além disso, o sobrepeso corporal entra como um fator de risco para o desenvolvimento de artrose na coluna, devido à sobrecarga nas articulações, para sustentação do corpo. 

Tratamento da artrose na coluna

A primeira linha de tratamento da artrose na coluna é feita com medicamentos, que podem ser usados por um breve período de tempo, necessário para controlar a inflamação e reduzir a dor, quando os sintomas são leves e não impactam de maneira muito significativa nas atividades do dia a dia da pessoa. 

Medicações

Existem várias opções de analgésicos e anti-inflamatórios, cuja escolha é responsabilidade do médico, que levará em conta a gravidade dos sintomas e outros tratamentos que a pessoa esteja fazendo, para avaliar possíveis interações medicamentosas. 

A duração do tratamento varia de caso para caso, considerando que o uso excessivo e descontrolado de anti-inflamatórios pode prejudicar o estômago. 

Quando a dor é moderada ou intensa, são prescritas medicações analgésicas mais potentes e, em alguns casos, os analgésicos e os corticoides são injetados diretamente na articulação acometida pela inflamação. Essa forma de administração medicamentosa é conhecida como infiltração.

Os suplementos alimentares desenvolvidos para nutrir e hidratar as cartilagens também podem ser indicados e, geralmente, são compostos de colágeno hidrolisado, bem como glucosamina e condroitina

Tratamentos não medicamentosos, como massagem e acupuntura podem ajudar, consulte seu médico para saber quais são os mais indicados para o seu caso.

Por se tratar de uma doença crônica, as pessoas com artrose na coluna podem passar por períodos de manifestação dos sintomas, momentos em que o tratamento é aplicado, e períodos de remissão, quando não há dor ou desconforto. 

Mas, alguns casos demandam o uso contínuo de medicamentos, para que a doença fique controlada e não gere grandes impactos negativos na vida das pessoas. 

Fisioterapia

Fisioterapia na coluna
A fisioterapia é parte importante do tratamento da artrose na coluna

Quando há um desgaste na coluna, a sustentação do corpo fica prejudicada e o nosso organismo começa a promover alterações nos ossos, como uma forma de aumentar a sustentação da coluna. Daí que surgem as alterações ósseas, que podem ser bem problemáticas. 

Para evitar esse problema, a fisioterapia trabalha com exercícios de força, que visam tonificar e fortalecer a musculatura próxima à articulação afetada, para que a sustentação proceda dos músculos e não dos ossos, que já estão desgastados. 

O fortalecimento muscular ajuda a diminuir o esforço da coluna e, assim, reduzir a inflamação e os sintomas associados. Os melhores exercícios são aqueles desenvolvidos na água, como a hidroginástica, pois conseguem estimular a musculatura, sem causar impacto nas articulações. 

Cirurgia

A coluna é um local bastante delicado, pois dentro das vértebras passam nervos que levam informações das extremidades do corpo para o cérebro, e do cérebro para o corpo, comandando todos os movimentos que fazemos. 

Por isso, as cirurgias nessa região só são consideradas quando todos os outros tratamentos não tenham sido suficientes para amenizar os sintomas. 

Então, a cirurgia é indicada somente quando há limitações de movimento e a pessoa não consegue mais andar ou apresenta disfunção da bexiga ou do intestino. 

Fontes e referências adicionais

Você tem dor na coluna? Se você tem artrose na coluna, sabe qual foi a causa que provocou esse desgaste? Qual tratamento você já fez ou faz? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

Deixe um comentário