Banana Prende ou Solta o Intestino?

Especialista:
atualizado em 24/12/2019

Antes de entrarmos propriamente na questão se a banana prende ou solta o intestino, vale a pena sabermos algumas informações a respeito do alimento.

Com 105 calorias a cada unidade de tamanho médio, além de saborosa, a banana também pode ser considerada um ingrediente versátil, já que além de pura, pode ser consumida com aveia ou iogurte, acompanhada de outras frutas em uma salada de frutas ou em receitas como bolos, tortas, vitaminas, mousses e doces.

Isso sem contar que a fruta é um alimento nutritivo, tendo em vista que serve como fonte de uma série de componentes importantes e necessários para o nosso organismo funcionar corretamente como: carboidratos, fibras, potássio, vitamina B6, vitamina C e antioxidantes.

Mas será que a banana prende ou solta o intestino? 

E quanto aos efeitos do alimento em relação ao funcionamento do nosso intestino? Será que podemos dizer que a banana prende o intestino ou que a banana solta o intestino?

Pois bem, a banana é considerada um alimento rico em fibras – existem aproximadamente 3,1 g do nutriente em uma unidade média da fruta. Há tempo tem se dito que as fibras podem contribuir com a prevenção e o alívio da prisão de ventre, que também é conhecida como o intestino preso.

Acredita-se que as fibras absorvam a água, fazendo com que as fezes fiquem maiores e mais moles, o que auxilia a melhorar a movimentação dessas fezes por meio do trato digestivo. Dessa forma, a banana ajuda as pessoas a ter uma movimentação intestinal normal.

No entanto, estudos mostram que para grande parte das pessoas, a banana tem um efeito de prender o intestino. Tanto é que muitos profissionais recomendam o consumo de banana em determinados casos de fezes moles.

Controvérsia

Enquanto alguns estudos mostraram que as fibras solúveis podem contribuir em relação à prisão de ventre, outras pesquisas indicaram que a diminuição da ingestão da fibra alimentar pode ajudar em alguns casos. Conforme informações do Healthy Eating SFGate, as bananas não são consideradas ricas em fibras solúveis, mas são classificadas como uma boa fonte desse tipo de fibras.

Além disso, a Universidade de Columbia, nos Estados Unidos afirma que as bananas podem provocar prisão de ventre em crianças pequenas.

Por sua vez, o Healthline também afirmou que as evidências sugerem que as bananas tendem mais a aliviar o intestino preso do que causá-lo e relembrou que o organismo de cada pessoa é diferente e que um alimento que alivia a prisão de ventre em uma pessoa pode trazer o efeito contrário em outra pessoa. 

Há quem acredite que a banana prende o intestino

Ainda que estudos não tenham confirmado que a banana provoca a prisão de ventre, algumas pessoas acreditam que o alimento pode trazer esse efeito.

Pesquisadores alemães investigaram a percepção a respeito dos efeitos provocados por uma série de alimentos em relação à consistência das fezes. Durante o estudo, eles entrevistaram 766 participantes com a síndrome do intestino irritável, que tinham o intestino preso como um dos sintomas principais, 122 pacientes que sofriam com o intestino preso e 200 pessoas saudáveis.

Quando os integrantes dos três grupos foram questionados a respeito de quais comidas ou bebidas causavam a prisão de ventre, as bananas foram mencionadas por 29% a 48% dos entrevistados. Somente o chocolate e o pão branco foram citados mais vezes do que a fruta.

Entretanto, vale lembrar que isso não que dizer necessariamente que a banana prende o intestino, somente que boa parte das pessoas que foram entrevistadas pelos pesquisadores acreditam que o alimento pode causar esse problema.

O excesso de fibras

Quando analisamos se a banana prende ou solta o intestino, também precisamos abordar a questão do consumo excessivo de fibras na dieta.

A lista a seguir, feita com informações da Academia Nacional de Medicina dos Estados Unidos, replicadas pelo Instituto Linus Pauling da Universidade Estadual de Oregon, nos informa qual a quantidade diária de fibras que diferentes grupos e perfis de pessoas devem ingerir diariamente:

  • Crianças (meninas e meninos) de um a três anos de idade: 19 g por dia;
  • Crianças (meninas e meninos) de quatro a oito anos de idade: 25 g por dia;
  • Meninas de nove a 13 anos de idade: 26 g por dia;
  • Meninos de nove a 13 anos de idade: 31 g por dia;
  • Meninas de 14 a 18 anos de idade: 26 g por dia;
  • Meninos de 14 a 18 anos de idade: 38 g por dia;
  • Mulheres de 19 a 50 anos de idade: 25 g por dia;
  • Homens de 19 a 50 anos de idade: 38 g por dia;
  • Mulheres com mais de 51 anos de idade: 21 g por dia;
  • Homens com mais de 51 anos de idade: 30 g por dia;
  • Grávidas de todas as idades: 28 g por dia;
  • Mulheres que estejam amamentando de todas as idades: 29 g por dia.

Quando as fibras alimentares são ingeridas de maneira excessiva, elas podem provocar fezes moles, movimentos intestinais frequentes e inclusive a diarreia. Isso acontece por conta da necessidade que o corpo tem de puxar água para passar a fibra para fora do corpo, o que resulta na diarreia, condição que também pode vir acompanhada de uma desidratação.

O Livestrong também alertou que consumir uma quantidade de fibras mais elevada do que a recomendada por dia em um curto espaço de tempo também pode causar o intestino preso, além de outros problemas como inchaço, gases, cólica e o prejuízo à absorção de minerais como ferro, zinco, magnésio e cálcio.

Por mais que pareça difícil ultrapassar o limite da ingestão de fibras comendo uma única banana, se a pessoa comer várias unidades da fruta, aumenta as suas chances de extrapolar os valores. Até porque a fruta não é o único alimento presente na dieta que serve como fonte do nutriente.

A importância de ingerir as fibras acompanhadas de água

É fundamental certificar-se de que consome uma boa quantidade de água ao longo do dia para acompanhar a ingestão de alimentos que servem como fonte de fibras.

A fibra necessita de água para passar pelo sistema digestivo e formar as fezes e quando uma pessoa consome mais fibra, porém, não ingere uma quantidade suficiente de água, pode ocorrer o agravamento de um quadro de intestino preso e ela ainda pode sofrer com dor abdominal.

Além disso, a ingestão de fibras sem a presença da água pode resultar no ressecamento do intestino.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você acreditava que a banana prende ou solta o intestino? Tem costume de comer essa fruta com frequência? O que ela provoca no seu intestino? comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (27 votos, média: 4,11 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

3 comentários em “Banana Prende ou Solta o Intestino?”

  1. Na verdade é o contrário, a banana nanica, também conhecida como banana caturra é a única que solta o intestino. As outras espécies prendem.

  2. Eu me alimentava toda manha com uma banana nanica com mel.

    Meu intestino era rececado (preso).

    Passei a consumir banana prata com mel e meu intestino melhorou.

    Sera que a banana prata e menos agreciva para o intestino.