Batata doce e inglesa

Batata Doce ou Batata Inglesa Para Emagrecer e Massa Muscular?

Enquanto algumas pessoas decidem modificar a sua dieta com o objetivo de emagrecer, outras mudam a sua alimentação com o objetivo de construir massa muscular. E, obviamente, cada uma dessas metas exige um tipo diferente de dieta.

A mesma lógica cabe quando falamos de um tipo de alimento em particular como a batata: a maneira que ela é utilizada em cada um desses objetivos também é diferente.

Vamos falar a respeito de diferentes aspectos para entender como você pode utilizar a batata doce ou batata inglesa na dieta tanto para emagrecer quanto para ganhar massa muscular.

Batata doce ou batata inglesa – as calorias

Este fator pode ser mais relevante quando falamos de uma dieta para emagrecer focada na diminuição ou no controle da ingestão de calorias.

Entretanto, conhecer o teor calórico dos alimentos também tem a sua utilidade para quem está focado no ganho de massa muscular, visto que a pessoa precisa fornecer certo nível de energia para o corpo conseguir aguentar sessões de treinamentos que também são necessárias para a construção dos músculos.

Sem mais delongas, vamos conhecer na lista a seguir os teores calóricos que podemos encontrar em diferentes versões de batata doce ou batata inglesa: 

  • Batata inglesa cozida: 77 calorias a cada porção de 100 g;
  • Batata inglesa assada com casca: 94 calorias a cada porção de 100 g
  • Batata inglesa frita (caseira): 185 calorias a cada porção de 100 g;
  • Batata doce cozida: 112 calorias a cada porção de 100 g;
  • Batata doce de forno (assada): 90 calorias a cada porção de 100 g;
  • Batata doce frita: 168 calorias a cada porção de 100 g.

Dependendo da espécie e marca escolhida da batata, é possível que sejam encontradas diferenças nos valores, por isso, cheque sempre a tabela nutricional dos produtos que comprar.

De acordo com os dados da lista acima, a partir de um ponto de vista calórico, a batata inglesa cozida mostra-se mais vantajosa ente todos os tipos de batatas apresentados. Entretanto, se checarmos cada tipo de batata, é só no quesito “cozida” que a inglesa mostra-se menos calórica, já que tanto a batata doce assada quanto a batata doce frita foram descritas como menos calóricas do que a batata inglesa assada e a batata inglesa frita, respectivamente.

O teor de fibras

Nossa análise ficaria pobre e incompleta se checássemos somente o teor de fibras das batatas. Portanto, para escolher a batata doce ou batata inglesa para a dieta, também precisamos conhecer a composição dos dois alimentos para descobrir qual é mais adequado para emagrecer ou ganhar massa muscular.

Começando pelo teor de fibras, a batata doce possui uma quantidade que é 50% mais alta do que a batata comum, ou inglesa.

Além de auxiliar o funcionamento do sistema digestivo e poder ajudar a diminuir os níveis de colesterol, as fibras também são conhecidas por promoverem a saciedade no organismo.

O papel do nutriente em relação à saciedade já demonstra a sua importância para quem deseja emagrecer, não é mesmo? No entanto, ela também é importante para a dieta de quem deseja construir massa muscular.

As fibras também trabalham para que os subprodutos de resíduos da produção muscular sejam levados para fora do corpo. Caso esses resíduos sejam acumulados no corpo, o resultado pode ser um aumento na massa de gordura e o prejuízo da saúde de maneira geral.

Os resíduos removidos com o auxílio da alta ingestão de fibras dentro de um programa para ganhar músculos têm a capacidade de exercer um estresse bioquímico no corpo. Esse estresse diminui os níveis de hormônios associados ao crescimento muscular, como a testosterona e o hormônio do crescimento.

O índice glicêmico

A batata inglesa é um alimento de índice glicêmico alto. Por sua vez, a batata doce é classificada como um vegetal de índice glicêmico baixo.

O índice glicêmico indica a velocidade pela qual os carboidratos de um alimento são convertidos pelo organismo em glicose. Quanto menor for esse índice, mais baixo é o impacto que o alimento em questão tem em relação aos níveis sanguíneos de glicose.

O fato da batata inglesa possuir um índice glicêmico elevado indica que ela provoca o pico dos níveis de glicose e insulina no sangue. Quando a insulina é encontrada em excesso, ela estimula o armazenamento de gorduras, principalmente na região abdominal. O que não é interessante nem para quem deseja emagrecer e nem para quem deseja cultivar massa muscular, não é mesmo?

Quando o organismo não tem um controle normal das taxas de glicose no sangue, a pessoa pode experimentar ataques de fome repentinos.

Por outro lado, alimentos com níveis mais baixos de índice glicêmico, como é o caso da batata doce, tendem a sustentar os níveis energéticos do organismo graças ao fato de serem digeridos mais lentamente.

A batata doce é uma escolha mais apropriada (do que a batata inglesa) de ingrediente para a refeição pré-treino para ajudar a dar o reforço necessário que o praticante de exercícios físicos necessita para executar uma sessão pesada de treinamentos. 

O teor de potássio 

O mineral potássio exerce um papel importante no controle muscular e na função nervosa. O serviço de extensão da Universidade de Colorado, nos Estados Unidos, alerta que atletas e outras pessoas que praticam treinos intensos precisam de mais potássio do que uma pessoa sedentária necessita, em média.

Uma batata doce grande possui 694 mg de potássio. Já uma batata inglesa grande é composta por 1626 mg de potássio.

Considerações – Afinal, escolher batata doce ou batata inglesa?

Não se esqueça de que os dados inseridos aqui servem somente como informação. Para encontrar uma dieta eficiente e segura para alcançar os seus objetivos e saber como utilizar a batata doce ou batata inglesa para emagrecer ou construir massa muscular, você precisa contar com o acompanhamento de um bom nutricionista.

As duas batatas podem ser usadas em regimes de emagrecimento e ganho de massa muscular. No entanto, por conta do índice glicêmico, a batata doce é mais interessante e menos arriscada para emagrecer. Para ganhar massa muscular, ambas podem ser usadas, embora alguns profissionais afirmem que, se possível, é melhor optar pela batata doce também.

Você costuma consumir batata doce ou batata inglesa em sua dieta para emagrecer ou ganhar massa muscular? Qual é sua preferida? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 3,20 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*