Benefícios da couve de bruxelas – Dicas e receitas

Especialista da área:
atualizado em 04/02/2021

Você provavelmente já deve ter ouvido falar da couve de bruxelas, mas conhece os benefícios que ela pode trazer para a saúde?

  Continua Depois da Publicidade  

Ela é da mesma família do repolho, e pode ser preparada de várias formas, como assada, refogada ou cozida no vapor, desde que não exageradamente.

Então, vamos agora conhecer os benefícios que o consumo de couve de bruxelas pode trazer, além de aprender formas de preparar esse vegetal tão incomum.

Couve de bruxelas
Couve de bruxelas

Benefícios da couve de bruxelas

Apesar de pouco consumida no Brasil, a couve de bruxelas é um vegetal crucífero rico em nutrientes, que pode contribuir para a prevenção e o tratamento de vários problemas de saúde.

Veja abaixo a composição de macronutrientes por porção de 100 g de couve de bruxelas cozida, sem óleo e sem sal.

ComponenteValor por 100 g
Calorias37 kcal
Carboidratos7,1 g
Proteína2,55 g
Gorduras0,5 g
Fibra alimentar2,6 g

Os demais nutrientes estão em uma tabela mais detalhada, ao final do artigo.

1. Ajuda a prevenir a anemia

A couve de bruxelas contém boas quantidades de ferro, um mineral essencial para a formação das células do sangue.

Além disso, esse vegetal também é rico em vitamina C, que aumenta a capacidade do organismo de absorver o ferro durante o processo de digestão.

Assim, incluí-la no cardápio ajuda a prevenir e mesmo a tratar a anemia.

2. Mantém a saúde do sistema imunológico

Os compostos antioxidantes, assim como a vitamina C, presentes na couve de bruxelas ajudam a regular o funcionamento do sistema imunológico.

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso, ela contribui para a prevenção de problemas como:

  • Doenças autoimunes e inflamatórias;
  • Alergias;
  • Certos tipos de câncer.

Mas é importante lembrar que o consumo deste vegetal não exclui a necessidade da adoção de hábitos de vida saudáveis, como uma dieta equilibrada e a prática de exercícios.

3. Ajuda a manter a saúde dos ossos

A couve de bruxelas possui grandes quantidades de vitamina K, um nutriente essencial para a formação e manutenção da saúde dos ossos.

Assim, o seu consumo ajuda a manter a densidade dos ossos, diminuindo assim a ocorrência de fraturas e contribuindo para a prevenção da osteoporose.

4. É rica em fibras alimentares

Outro benefício das couves-de-bruxelas é a sua quantidade de fibras alimentares, que ajudam a manter a saúde intestinal e a evitar problemas como a constipação.

Além disso, as fibras diminuem a absorção de carboidratos, gorduras e colesterol, contribuindo para a redução dos níveis sanguíneos de açúcar, colesterol e triglicérides.

5. Ajuda a manter a saúde da pele

Por ser rica em vitamina C, a couve de bruxelas pode ser uma ótima aliada da saúde da pele, uma vez que ela age diretamente na produção de colágeno.

Assim, uma alimentação rica nesta vitamina contribui para uma pele mais saudável e com aparência mais jovem.

  Continua Depois da Publicidade  

Couve de bruxelas e anticoagulantes

A vitamina K tem um papel importante na coagulação sanguínea, e está presente em grandes quantidades na couve de bruxelas e outros vegetais verde-escuros.

Assim, pessoas que utilizam varfarina, um medicamento anticoagulante, devem evitar o consumo desses alimentos, e sempre buscar a orientação de um nutricionista antes de fazer modificações na dieta.

Como preparar couve de bruxelas

Agora que já conhecemos os principais benefícios da couve de bruxelas, vamos aprender algumas receitas:

1. Receita de couve de bruxelas assada no forno

couve de bruxelas assada no forno
Receita utilizando a couve de bruxelas assada no forno

Ingredientes:

  • 450 g de couve de bruxelas;
  • 3 dentes de alho amassados;
  • 1 xícara de chá de manteiga derretida;
  • 1 xícara de chá de pão italiano ralado;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo:

  • Remova as folhas mais escuras da couve de bruxelas;
  • Então, corte as couves-de-bruxelas ao meio e tempere com sal, pimenta-do-reino o alho a gosto;
  • Depois, passe as couves-de-bruxelas na manteiga derretida e misture o pão italiano ralado;
  • Por fim, transfira as couves-de-bruxelas para uma assadeira, cubra com papel manteiga e leve ao forno para assar a 200° C durante aproximadamente 20 minutos.

2. Receita de couve de bruxelas refogada

Couve de bruxelas refogada
Couve de bruxelas refogada

Ingredientes:

  • 300 g de couve de bruxelas;
  • Manteiga a gosto;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta a gosto.

Modo de preparo:

  • Lave as couves-de-bruxelas e remova as folhinhas que estiverem mais amassadas ou estragadas;
  • Em seguida, derreta a manteiga em uma panela e adicione as couves-de-bruxelas quando ela estiver quente;
  • Mexa bem e tempere com sal e pimenta a gosto;
  • Lembre-se de sempre mexer as couves-de-bruxelas, para evitar que queimem, deixando-as apenas ligeiramente douradas.

Nessa receita é preciso tomar bastante cuidado para não errar o ponto, fazendo com que as couves-de-bruxelas percam a sua textura crocante e fiquem pastosas.

Tabela nutricional

Porção de 100 g de couve de bruxelas cozida, sem óleo e sem sal.

ComponenteValor por 100 g
Calorias37 kcal
Carboidratos7,1 g
Proteína2,55 g
Gorduras0,5 g
Fibra alimentar2,6 g
Gorduras saturadas0,01 g
Gorduras monoinsaturadas0,04 g
Gorduras poli-insaturadas0,26 g
Cálcio36 mg
Ferro1,2 mg
Sódio21 mg
Magnésio20 mg
Fósforo56 mg
Potássio317 mg
Zinco0,33 mg
Cobre0,08 mg
Selênio1,5 mcg
Vitamina A (RAE)39 mcg
Alfa-tocoferol (Vitamina E)0,43 mg
Tiamina0,11 mg
Riboflavina0,08 mg
Niacina0,61 mg
Vitamina B60,18 mg
Vitamina C62 mg
Equivalente de folato60 mcg
Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO)
Fontes e referências adicionais

Você já conhecia os benefícios da couve de bruxelas? Se não, pretende experimentar esse vegetal agora para aproveitá-los? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário