Especialista da Área:

Berinjela Dá Gases?

Confira se é verdade que comer berinjela dá gases ou se esse não é um efeito que esse vegetal nutritivo e saboroso provoca em nosso organismo.

Não é à toa que quando pensamos em alimentos saudáveis, a berinjela costuma aparecer como um dos principais itens da lista – afinal, ela contém fibras, potássio, cálcio, zinco, ferro, magnésio, fósforo, vitamina B6, vitamina B9, vitamina C e vitamina K. Por isso mesmo existem inúmeros benefícios da berinjela para a saúde e boa forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas será que a contribuição com o fornecimento desses valiosos nutrientes não traz a flatulência como um dos efeitos?

Você já ouviu falar que a berinjela dá gases?

Será que isso tem algum fundamento? Bem, de acordo com informações do documento “Dicas úteis para controlar os gases”, da Universidade de Michigan nos Estados Unidos, a berinjela faz parte do grupo de alimentos que provoca uma quantidade moderada de gases.

No mesmo sentido, um artigo a respeito dos vegetais que não causam gases durante a amamentação classificou a berinjela como um alimento que tende a resultar em teores moderados de gases.

Conforme a publicação, dependendo da maneira pela qual o organismo reage, pode ser necessário limitar ou evitar o consumo do vegetal na dieta. Entretanto, essa é uma decisão que deve ser tomada sob a orientação do médico e do nutricionista.

Existe a alternativa de dar preferência à berinjela grelhada ou assada no lugar dos pratos gordurosos que levam o alimento, como é o caso da berinjela com queijo parmesão, por exemplo, para reduzir os gases, já que pratos gordurosos podem atrasar o esvaziamento do estômago, aumentando assim o inchaço e o desconforto associados aos gases.

A berinjela pode ser uma aliada contra os gases?

Por outro lado, o alimento apresenta uma quantidade baixa de carboidratos fermentáveis, o que contribui para que o organismo produza menos gases. 

Legumes cozidos como a abóbora e a berinjela estão associados a uma menor produção gasosa e, por conta disso, podem fazer parte das refeições de quem deseja manter a flatulência controlada.

Por outro lado, um artigo destacou que algumas pessoas podem reagir mal a berinjela quando o assunto é flatulência.

Além disso, a berinjela possui a leptina, uma substância que pode provocar desconforto gastrointestinal, o que inclui gases, inchaços, cólicas, inflamações e alterações intestinais.

Entretanto, não exclua o vegetal de vez da dieta sem a orientação do seu médico ou nutricionista. O acompanhamento profissional é importante para saber qual alimento pode substituí-lo, de modo que o seu organismo não saia perdendo no quesito fornecimento de nutrientes.

  Continua Depois da Publicidade  

Atenção

Por mais que seja possível dizer que a berinjela dá gases para algumas pessoas, não podemos assumir que o consumo do alimento vai resultar na mesma quantidade de flatulência em qualquer um.

Até porque, de acordo com informações do documento “Dicas úteis para controlar os gases”, da Universidade de Michigan, um alimento que produz gases em um indivíduo pode não provocar gases em outro.

Não podemos jogar a culpa somente na alimentação

Mais do que saber se a berinjela dá gases, é importante que a gente conheça quais outros fatores – não apenas aquilo que comemos e bebemos durante as nossas refeições – podem interferir na produção de gases no organismo.

O PhD e professor clínico associado de nutrição da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, Charles Mueller explicou que os gases que soltamos não são produzidos somente pelos alimentos que consumimos, mas também pelo ar que engolimos, que acaba passando pelo trato gastrointestinal.

No mesmo sentido, o gastroenterologista, professor clínico associado de medicina da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, e PhD David Poppers esclareceu que os gases são uma combinação entre dois fatores: o ar que engolimos, ao comermos muito rapidamente, e o alimento que consumimos.

A nutricionista Abby Langer explicou ainda que doenças gastrointestinais sérias também podem ser a principal causa dos gases. Eles ainda podem estar relacionados ao uso de alguns medicamentos e a problemas na flora intestinal, completou a especialista. Confira também como recuperar a flora intestinal.

Para aqueles que não têm um problema de fundo (para provocar os gases, como as doenças gastrointestinais), a quantidade de gases que nós temos está diretamente relacionada com a quantia de alimento e/ou ar não digerido no nosso cólon. Se estamos comendo coisas que o nosso corpo não está decompondo, nós vamos ter gases.

Ainda que seja constrangedora, a flatulência é uma função normal do corpo, completou o PhD Charles Mueller. Ele alertou ainda que devemos nos preocupar mais quando não estivermos soltando gases do que quando a flatulência aparecer.

Mueller orientou também a procurar o auxílio médico quando ocorrerem mudanças nos hábitos intestinais que não se resolvem sozinhas como cólicas, inchaço, prisão de ventre, diarreia, não ter flatulência alguma ou o aparecimento de muitos gases.

Referências Adicionais:

Você já percebeu que comer berinjela dá gases para você? Consome como frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dr. Marcos Marinho

Dr. Marcos Marinho formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio (Unigranrio) e é pós-graduado em Gastroenterologia pelo IPEMED. Realizou cursos de ultrassonografia geral e intervencionista pela Unisom, ultrassonografia musculoesquelética e Doppler pelo CETRUS. Atualmente, é pós-graduando de Endoscopia Digestiva pela Faculdade Suprema de Juiz de Fora-MG. No momento, atua em vários municípios do estado do Rio de Janeiro como na capital, Niterói, Magé e Araruama. Dr. Marcos Marinho tem experiência em setores variados de sua especialização e continua em constante aprendizado e evolução para ser uma referência da área. Para mais informações, entre em contato através de seu Instagram oficial @drmarcosmarinho

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário