Chá de Canela Aborta Mesmo?

Especialista:
atualizado em 20/02/2020

Desde os tempos de nossas avós, se ouve falar que o chá de canela aborta mesmo. Os motivos para se acreditar nisso envolvem os riscos de sangramento que podem ser aumentos por ela.

Abaixo você verá os benefícios da canela para o controle da glicose, os riscos de sangramento, como é a interação da canela com outros medicamentos, os perigos para quem é alérgico e muito mais.

Quando uma mulher descobre que está grávida, ela provavelmente sabe que sua vida sofrerá grandes mudanças. Uma dessas mudanças refere-se à alimentação que a futura mamãe precisa passar a seguir.

Não é só a canela que tem essa má fama. Muitos alimentos podem causar alargamento do colo do útero e contrações internas colocando sua gravidez em risco. Para piorar a situação, são alimentos muito consumidos no dia a dia como a salsinha, por exemplo, que contém miristicina, que estimula os músculos do útero. Você precisa conhecer 20 alimentos abortivos para tomar cuidado.

Muitos alimentos são prejudiciais não apenas para o feto ou pelo risco de aborto, mas também para a mãe. As carnes processadas, por exemplo, contêm uma grande quantidade de nitrato que são utilizadas para a conserva. Quando ingeridas podem potencializar as chances de desenvolvimento de câncer nas mães e anormalidades no bebê. Por isso, é importante que se evite alimentos como bacon, presunto, salame, salsichas e linguiça calabresa. Além dos alimentos processados, existem mais 17 tipos de alimentos perigosos para as grávidas. Não deixe de conferir.

Para quem está grávida, a dieta deve ser levada à risca e a necessidade de vitaminas, proteínas e minerais são aumentadas. Um dos alimentos que mais pode fornecer proteína aos corpo é o ovo, mas muitas pessoas dizem que comer ovo durante a gravidez faz mal. Descubra se grávida pode comer ovo sem afetar a sua saúde e a do seu feto. A resposta pode te surpreender.

Isso não está relacionado somente aos alimentos que ela precisa incluir em sua dieta para garantir que o seu bebê cresça e se desenvolva corretamente. Essas mudanças estão relacionadas também aos alimentos e bebidas que devem ser eliminados das refeições por fazerem mal ao neném.

E quando dizemos fazer mal, não falamos somente de um pequeno prejuízo, mas de problemas graves, tendo em vista que alguns produtos podem ser até abortivos.

É verdade que o chá de canela aborta? 

Mas será que o chá feito com a canela entre nessa lista de alimentos e bebidas que devem cair fora da dieta da gestante por poderem provocar o aborto?

Algumas pessoas acreditam que o chá de canela aborta quando é consumido em grandes quantidades por mulheres que estejam grávidas. No entanto, não existem estudos que comprovem ou neguem essa possibilidade.

Ainda assim, alguns médicos aconselham que as suas pacientes gestantes evitem o consumo do chá de canela em qualquer período da gravidez.

De acordo com informações do Cure Joy, a canela é um bom ingrediente para ser incluído na dieta da mulher que deseja melhorar a sua saúde e nutrição antes de engravidar (a não ser que ela tenha alguma condição ou faça uso de algum medicamento que restrinja o uso do ingrediente, obviamente).

Já quando falamos de uma gestação já iniciada, a publicação relatou que realmente existem preocupações em relação à ideia de que a canela é abortiva. Acredita-se que a especiaria estimula o fluxo menstrual e, por conta disso, é considerada como possivelmente perigosa por alguns especialistas quando utilizada em grandes quantidades.

Entretanto, o Cure Joy também informou que especialistas como a Food And Drug Administration (FDA, Administração de Alimentos e Drogas, tradução livre), agência reguladora de medicamentos e alimentos dos Estados Unidos, concordam que a ingestão alimentar normal de canela durante a gestação não deve causar problemas.

Existem poucas pesquisas que possam esclarecer a respeitos dos potenciais riscos que a canela pode causar em mulheres grávidas. No mesmo sentido, o Livestrong relatou que os riscos da especiaria em relação à gestação são teóricos justamente pela falta de estudos que avaliem a sua segurança durante o período.

Ainda assim, a página ressaltou que, na teoria, a canela pode danificar o desenvolvimento dos órgãos de um feto ou contribuir para a formação de malformações congênitas. Mas como isso não foi estudado, não podemos afirmar que o efeito ocorra com certeza.

O Livestrong esclareceu ainda que os efeitos da canela em relação ao útero foram pouco pesquisados, portanto, não se sabe se o chá de canela aborta realmente ao causar contrações ou estimular o parto prematuro.

A canela e o controle da glicose no sangue

Segundo um estudo publicado em 2010 no Journal of Diabetes Science and Technology, a canela pode diminuir a resistência à insulina, diminuindo assim os níveis de açúcar no sangue. Essa é uma boa notícia, pois significa que a canela pode ajudar a regular os níveis de açúcar, em casos de diabetes gestacional, por exemplo.

Porém, se os níveis de glicose ficarem muito baixos, a mulher pode sofrer sintomas de hipoglicemia como tontura, cansaço e até desmaios. 

O uso de doses excessivas da canela é preocupante não só devido ao risco de hipoglicemia como também por conta de seu impacto em relação às taxas sanguíneas de glicose – a especiaria provoca a diminuição desses níveis, o que pode causar problemas em relação ao controle da glicose no sangue durante e depois da realização de uma cirurgia.

Isso pode significar problemas para a mulher que for ter o seu bebê por meio de uma cesariana, porém, mesmo nos casos do parto natural, o médico pode ter preocupações em relação à ingestão da canela por conta das chances da gestante ter algum tipo de complicação no parto que exija uma intervenção cirúrgica.

O aumento do risco de sangramento

Vale salientar ainda que a canela pode aumentar o risco de sangramento durante procedimentos como a cesariana ou qualquer tipo de cirurgia de emergência que a futura mamãe precise fazer durante a sua gestação.

Os médicos costumam recomendar que seus pacientes parem de consumir a especiaria duas semanas antes da data marcada de qualquer tipo de procedimento cirúrgico.

O uso de qualquer tipo de anticoagulante e canela ao mesmo tempo também deve ser evitado, pois isso pode deixar o sangue muito fino e inibir a coagulação do sangue em casos de hemorragia. Mesmo se o parto for normal, o risco de sangramento ainda existe e, assim, é melhor evitar altas doses de canela nas semanas próximas ao nascimento do bebê.

Interação com medicamentos

A canela pode interagir negativamente com medicamentos utilizados para controlar os níveis de açúcar no sangue (como vimos, ela provoca a queda de glicose) e com remédios diluidores do sangue, elevando o risco de sangramento. Tomar muita canela também parece causar interações indesejadas – como potencialização do efeito terapêutico ou aumento dos efeitos colaterais – com medicamentos usados no tratamento de doenças cardíacas ou de problemas hepáticos.

Portanto, a gestante que utilizar esses medicamentos deve evitar o consumo da canela. No caso do uso de qualquer outro tipo de remédio, a futura mãe deve consultar o seu médico a respeito do consumo da especiaria.

Em pequenas quantidades, a canela ainda pode ser usada com a maioria dos medicamentos. Mas é melhor prevenir do que remediar.

O perigo das reações alérgicas 

Outro alerta passado é que a mulher deve ter cuidado ao começar a utilizar a canela durante a sua gestação porque o ingrediente pode provocar reações alérgicas em algumas pessoas.

A especiaria pode desencadear uma inflamação e uma sensação de queimação na boca em pessoas que são alérgicas a ela e a alergia ao ingrediente também pode gerar lesões bucais.

Isso sem contar que, de acordo com o que alertou o Livestrong, suplementos com canela podem provocar reações alérgicas.

A gestação em si já é um período que pode trazer incômodos para a mulher, logo certamente ela não vai querer adicionar uma reação alérgica e essa equação, não é mesmo? Assim, para quem não sabe se tem alergia à canela ou não, o ideal pode ser deixar para começar a utilizar a especiaria depois que passar o período da gravidez e do aleitamento.

Recomendações finais

Tendo em vista que os riscos são teóricos, porém, ainda não é comprovado que o chá de canela aborta por conta da falta de pesquisas, é essencial que a futura mamãe aja com segurança e converse com o seu médico a respeito do consumo da canela por meio de alimentos, bebidas ou suplementos ao longo de toda a sua gestação.

Como vimos, os riscos são associados ao consumo exagerado da especiaria, portanto, também é aconselhável que, se o médico liberar a ingestão da canela, a gestante consuma o ingrediente em quantidades bem pequenas – o que provavelmente exclui a possibilidade de utilizar suplementos com a especiaria.

Além de questionar seu médico se a canela é abortiva, é importante que assim que descobrir a sua gravidez, a mulher converse com ele a respeito de como toda a sua dieta deve ser a partir de agora para que ela esclareça todas as suas dúvidas e saiba direitinho quais itens deve excluir e quais devem incluir em sua alimentação.

Considerações sobre o chá de canela

O chá de canela é realmente bom para a saúde e agradável para o paladar e para o olfato. As propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e reguladores dos níveis de açúcar no sangue só aumentam a vontade de tomar esse chá delicioso.

A grande questão é se a canela pode ser usada com segurança por grávidas. E a resposta é sim. A canela pode ser usada na gravidez, desde que limitada como um agente aromatizante ou como tempero. Ou seja, em pequenas quantidades, está tudo bem usar canela. No entanto, se você usar a canela para preparar um chá muito concentrado ou usar a especiaria na forma de suplemento, é possível que você cause um aborto.

Se a sua gravidez é saudável, você pode ingerir quantidades moderadas de canela como sempre fez, mas é bom evitar o preparo de chás com grandes quantidades de canela. Prefira preparar outro tipo de chá e adicionar apenas um pouquinho de canela para dar um toque final.

Mas se a sua gestação for de risco, como precaução, é melhor evitar o uso de canela em qualquer forma e conversar com seu médico sobre os riscos de usar essa e outras especiarias durante a gravidez. 

Fontes consultadas:

Você já tinha ouvido falar que o chá de canela aborta? Tem receio de tomar esse chá e consumir a canela de outras formas por conta disso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (26 votos, média: 4,12 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

6 comentários em “Chá de Canela Aborta Mesmo?”

  1. Eu tive aborto espontaneo por comer torta com acúcar e canela, além de chiclete de canela. Nao sabia mas comecei a ter reacoes alergicas no terceiro mes e a placenta rasgou, tive hemorragia e aborto.