Chimarrão Faz Mal à Saúde?

Especialista:
atualizado em 18/12/2019

Bebida típica e bastante popular no Brasil entre os moradores do Rio Grande do Sul, além de ser característico da cultura da América do Sul e também apreciado nos estados de Santa Catarina e Paraná, o famoso chimarrão é preparado com erva mate verde e água quente dentro de uma cuia.

Acredita-se que o chimarrão seja herança da cultura dos povos guarani, quíchua e aimará. Por exemplo, os índios da tribo guarany que viviam no Paraguai tinham o costume de tomar a bebida em copos feitos de taquara, que continham furos embaixo.

Conta-se ainda que os desbravadores e os soldados espanhóis que chegaram ao continente americano por volta de 1500 também incorporaram o chimarrão da época aos seus hábitos. A bebida servia para eles como um forma de curar a ressaca.

Tantos anos depois, o costume de tomar o chimarrão continua vivo, visto que é comum encontrar pessoas apreciando a bebida típica em dupla ou grupos na chamada roda de mate. Geralmente, as pessoas tomam a bebida pela manhã e no fim do dia ou início da noite, mas existem os mais fanáticos que bebem o chimarrão durante todo o dia.

Costume comunitário, não é difícil encontrar a presença do chimarrão em reuniões de família e/ou encontros de amigos lá pelas bandas do sul.

Chimarrão faz mal à saúde? 

Já entendemos que a bebida é popular e sabemos um pouco a respeito de sua origem. Mas será que podemos dizer que é verdadeira a afirmação que diz que o chimarrão faz mal à saúde?

Bem, você certamente já teve ter ouvido falar ou lido em algum lugar que tudo em excesso faz mal, não é mesmo? Então, isso é totalmente aplicável quando nos referimos à bebida típica do sul do país.

O chimarrão faz mal à saúde quando consumido de forma exagerada. Por exemplo, tomá-lo em excesso pode causar diminuição nos níveis de glicose no sangue. Quando as taxas de açúcar no sangue são muito baixas, surge a chamada hipoglicemia, que traz consigo sintomas como confusão mental, comportamento anormal e dificuldade para realizar atividades simples e rotineiras.

Ainda é possível que a condição traga outros sinais, ainda que raros, como convulsão, perda de consciência e coma. É importante saber que o organismo humano necessita de uma determinada quantidade de glicose para funcionar direitinho.

É preciso ainda ter cuidado com a temperatura da água, que deve apresentar, no máximo, 70º C. Uma temperatura mais alta do que isso pode provocar lesões na parte interna da boca e da garganta, o que é fator de risco para o desenvolvimento de tumores no esôfago e causar lesões nas papilas gustativas da língua, algo que traz consigo a perda parcial do paladar.

Além disso, é importante ter em mente que apesar de ser feito com água, a bebida não hidrata e não substitui a água. Logo, se a pessoa tomar muito chimarrão e achar que assim está se hidratando, corre riscos de sofrer uma desidratação.

Estudos já mostraram uma associação entre o consumo do chimarrão e aumento do risco de aparecimento de câncer. Entretanto, acredita-se que a principal culpada não seja a erva em sim, mas fatores como o uso do mate acompanhado do tabagismo e a secagem industrial da erva feita por meio de defumação, um processo que não tem sido tão utilizado atualmente.

Uma pesquisa realizada com ratos de laboratório pela Universidade de Passo Fundo (UPF) concluiu que o chimarrão pode causar danos à memória, porém, não gera ansiedade. No entanto, segundo a professora que coordenou o projeto, Andrea Michel Sobottka, os dados obtidos servem como parâmetro, porém, não dá para saber se os resultados são os mesmos para seres humanos.

A bebida deve ser evitada por pessoas que sofrem com hipertensão e que possuem sensibilidade a algum dos componentes presentes na erva utilizada. Além disso, quem sofre com sintomas de ansiedade, enxaqueca ou refluxo gastroesofágico corre o risco de passar mal ao tomar o chimarrão devido ao fato de se tratar de uma bebida cafeinada.

Isso tudo significa que o chimarrão faz mal à saúde mesmo e eu devo parar de tomá-lo imediatamente? Não, a não ser que você se enquadre nos grupos citados acima. O que precisa ser feito é o consumo comedido, com moderação. Assim, fica mais fácil evitar os problemas e ter que parar de vez de tomar o chimarrão. Segundo estudos, a ingestão de um a dois litros por dia da bebida não causa problemas.

Benefícios do chimarrão

Apesar de exigir cuidados e fazer mal se consumida e excesso, a bebida também apresenta alguns benefícios.

Ela é fonte de nutrientes como vitamina B1, vitamina B6, vitamina C, vitamina D, vitamina E, ferro, fósforo, potássio e manganês. O chimarrão ainda é um estimulante mental e muscular e possui a cafeína, podendo ajudar a eliminar o cansaço mental e físico e a fadiga.

Segundo o diretor da ONG Escola do Chimarrão, Pedro José Schwengber, o chimarrão ainda é digestivo, diurético – estimula a eliminação de líquido retido no corpo por meio da urina – e contém flavonoides, substâncias que combatem os radicais livres causadores de doenças.

O chimarrão ainda tem potencial para reduzir os níveis de colesterol, o que ajuda na prevenção de doenças cardíacas e vasculares. Ele ainda possui ação antioxidante, anti-inflamatória e antimutagênica, ou seja, que colabora com a prevenção do envelhecimento celular. 

Curiosidades sobre o chimarrão

O chimarrão também é conhecido por diversos outros nomes como: erveira, congonha, erva, erva-verdadeira, erva-congonha, chá-mate, chá-do-paraguai, chá-dos-jesuítas, chá-das-missões, mate-do-paraguai, chá-argentino, chá-do-brasil, congonha-das-missões, congonheira, mate-legítimo, mate-verdadeiro, entre outros.

Existe uma lenda que conta que os jesuítas acreditavam que o mate era afrodisíaco e, por conta disso, não queriam que os índios passassem boa parte do dia consumindo a erva. Então, inventaram o mito que dizia que Anhagá Pitã, uma figura considerada diabólica pelos índios, estava presente no mate.

Entretanto, a lorota não colou e os índios continuaram a consumir a erva e criaram o hábito de que toda vez que um índio fosse tomar o mate com os outros, ele bebia primeiro como forma de mostrar que a indesejada figura diabólica não estava ali presente.

Um dos segredos do preparo da bebida é não utilizar a água fervendo. O motivo? Isso pode queimar a erva e fazer com que o gosto seja modificado, além do fato de que a temperatura alta do chimarrão faz mal à saúde, como vimos anteriormente.

Outra curiosidade refere-se à tradição das rodas de mate. Fala-se que ao sentir vontade de dar um trago no chimarrão, você nunca deve pedir, mas demonstrar com sutileza a sua vontade e esperar até que alguém lhe ofereça a bebida.

Você acreditava que o chimarrão faz mal à saúde? Tem o costume de consumir esta bebida com frequência diariamente? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (17 votos, média: 3,88 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

6 comentários em “Chimarrão Faz Mal à Saúde?”

  1. creio que devido ao fato de urinar muito Pode sim mesmo com uso equilibrado Ao decorrer dos anos causar problema na visão e até mesmo de memória mesmo para quem faz o uso contínuo da sua mente pelo simples fato de que está sendo eliminada através da urina alguma substância importante tanto para visão quanto para o cérebro e não está sendo reposta. Isso significa também que para quem não faz uso contínuo da memória ou do cérebro, melhor dizendo, pode ter problemas mais cedo e mais rápido dependendo da forma que utiliza. No demais tomo chimarrão quase 50 anos e me sinto bem.

  2. Tomo chimarrão minha vida toda quase 50 anos e a única dúvida que tenho hoje sobre malefícios seria se pode estar afetando minha visão pelo fato de urinar demais, pois no demais sinto que só me fez bem sendo que utilizo da forma descrita como equilibrada, quando não tomo por 2 dias sinto dor de cabeça. Mas gosto muito de chimarrão, gosto de líquidos quentes e não me adaptou com chá para uso contínuo como o chimarrão por causa do açúcar, sou seguidora do açúcar mas não nesses casos.

  3. Eu tomo terere e as vezes chimarrao, mas eu sinto que faz mal, já tem tempo que estou querendo largarafifa, eu acho que cada caso um caso.

  4. como eu devo tomar chimarrao, eu tomo chimarrao a bem anos, porem o meu cardiologista passou remedio pra pressao, eu gosto muito de chimarra como faço?

    • Continue tomando o Chimarão… E mande o medico procurar o que fazer. O que importa é ser feliz mesmo q algo te mate aos poucos viva a vida…
      Pra que viver muito??? Quando se pode tomar Chimarão e viver pouco e melhor…