Comer Gelo Faz Mal?

Especialista:
atualizado em 23/12/2019

Quando está fazendo aquele solzão escaldante, é necessário tomar alguma coisa para se refrescar, não é mesmo? E melhor que a bebida em questão esteja muito gelada, certo? Para isso, nada melhor do que adicionar algumas pedrinhas de gelo ao seu suco natural, ao copo de água ou seja qual for a bebida.

Mas e quando a bebida acaba, o que você faz com aqueles cubinhos de gelo que sobraram no copo? Simplesmente derruba na pia, espera que as pedrinhas derretam antes de lavar o copo ou come o gelo?

Verdade, por mais estranho que isso pareça, algumas pessoas têm o costume de comer e morder pedras de gelo.

Comer gelo faz mal?

Mas será que essa mania não pode trazer prejuízos? De acordo com informações do Doctor Health Press, comer gelo faz mal porque pode causar prejuízos para a saúde dos dentes e da gengiva.

A explicação é que o hábito coloca uma pressão nos dentes e traz o risco de desgastar o esmalte dentário. O resultado disso pode ser o craqueamento (quebra) ou raspagem (lasca) dos dentes. Mas não para por aí: os dentes ainda podem tornar-se fracos e sensíveis.

E quanto maior for a quantidade de gelo que uma pessoa ingerir e mastigar, maior será o dano que ela causará em seus dentes. E o pior de tudo é que esses danos podem ser permanentes.

Em relação às gengivas, o perigo reside na possibilidade de que um pedaço especialmente pontiagudo de uma pedra de gelo acabe perfurando as gengivas.

Além disso tudo, para quem come gelo como maneira de diminuir o apetite em uma dieta para emagrecer e deixa de fornecer a quantidade de alimentos necessária ao seu organismo, existe o grave risco de não adquirir os nutrientes que o corpo precisa para funcionar corretamente. Com isso, ele fica malnutrido e pode vir a ficar doente.

Como se não bastasse, é possível dizer que comer gelo faz mal também para a sua vida social. Isso porque o barulho chato de mastigar as pedras de gelo pode irritar quem convive com pessoas que têm esse hábito e prejudicar o seu relacionamento interpessoal, fazendo até mesmo com que as pessoas não queriam ficar por perto de quem tem a mania.

Por que as pessoas comem gelo?

O hábito de comer gelo pode ser simplesmente uma mania ou costume que uma pessoa exerce quando está entediada ou simplesmente quer mastigar alguma coisa. Eventualmente, isso pode tornar uma obsessão quando a pessoa não deseja fazer outra coisa a não ser mastigar gelo.

Além disso, o fato de uma pessoa comer gelo poder ser sinal de que existe um problema mais grave em sua saúde, como a deficiência do mineral ferro ou uma condição denominada pica.

A condição pode ser observada em pessoas com distúrbios de desenvolvimento, mas também pode acometer principalmente crianças e, em alguns casos, adultos.

Uma de suas características é o desejo por itens não alimentares como o gelo, além de objetos como tinta, sujeira, argila, giz, sabão em barra e areia. Isso é perigoso porque esses objetos – com exceção do gelo, que é basicamente água – podem causar toxicidade ao organismo.

A vontade de comer gelo em si recebe a denominação de pagofagia, conforme informou o Doctor Health Press.

O desejo por comer gelo e o quadro da condição pica podem estar associados ainda à deficiência de ferro no organismo. Um estudo de caso publicado no ano de 2010 no Journal of Medical Case Reports (Jornal de Relatos de Casos Médicos, tradução livre) identificou que os sintomas da doença, o que inclui o desejo por gelo, foram reduzidos quando os níveis de ferro no organismo foram elevados a um patamar de nível saudável.

Um dos motivos para isso é que a textura do gelo pode contribuir com a diminuição da inflamação na língua, que é justamente um dos sintomas da deficiência de ferro no organismo.

É importante ficar de olho e procurar a ajuda de um médico caso você ou alguém que você conheça tenha desejo por comer gelo ou algum dos outros objetos associados ao quadro dessa condição. Se isso estiver relacionado à deficiência de ferro, existe o perigo de desenvolver uma anemia pela falta do mineral, em que o organismo não possui quantidade suficiente de glóbulos vermelhos.

Pesquisas já mostraram que quando os suplementos à base de ferro são utilizados dentro do tratamento da anemia por deficiência do mineral, a pagofagia desaparece e a chances de sua recorrência são pequenas.

Há ainda as pessoas que ingerem as pedrinhas de gelo como uma estratégia para emagrecer, comendo o gelo entre as refeições com o objetivo de diminuir o apetite, ainda que não existam evidências de que a prática realmente traga o efeito desejado.

Além disso, o Doctor Health Press destacou que pessoas que sofrem com náusea podem mastigar o gelo como forma de aliviar o problema. O gelo pode amenizar a náusea que surge em decorrência da intoxicação alimentar, do enjoo matinal, da gripe ou de uma gestação.

Entretanto, para aliviar a náusea com o gelo, em vez de mastigar as pedrinhas, recomenda-se deixar que elas derretam sozinhas na boca. Assim, evita-se os danos que a mastigação do gelo pode causar aos dentes e às gengivas.

Como parar de comer gelo?

É importante investigar a causa do desejo ou compulsão pelo ato de mastigar o gelo. Como adiantamos acima, vale a pena buscar ajuda médica para saber se isso não está associado à deficiência de ferro no organismo.

Se for esse o caso, o tratamento para repor os níveis do mineral do corpo provavelmente também resolverá a vontade de comer gelo.

No entanto, se não for esse o caso, você pode tentar trocar o hábito de comer gelo pelo consumo de bebidas geladas ou picolés, por exemplo. Se isso não resolver e a mania persistir, a saída pode ser buscar a ajuda de um terapeuta para saber como lidar com a obsessão.

E, além disso tudo, para quem mastiga gelo é fundamental consultar-se com um dentista para verificar quais prejuízos o hábito já pode ter causado à saúde bucal e tratá-los.

Você já imaginava que comer gelo faz mal para os dentes e gengivas, certo? E quanto à possível relação com a deficiência de ferro? Você tem essa mania? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (24 votos, média: 3,88 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

52 comentários em “Comer Gelo Faz Mal?”

  1. Olá, tb tenho um sério vício de comer gelos.
    Tenho anemia, e quando eu faço o tratamento eu consigo diminuir o hábito. Mas ultimamente com essa pandemia não pode ir no hospital fazer exames, então contínuo no desespero de mastigar gelos. Eu sou muito ansiosa e Parece que me sinto mais calma quando mastigo varios cubos de gelo. De hora em hora tenho essa necessidade. Estou ficando preocupada já com esse meu vicio. Oq fazer ?

  2. Sim,como muito gelo e bebo pouca água.fico desesperada se não comer como até um saquinho de 1g de gelo por dia.

  3. Eu gostava muito de mastigar gelo. Agora não faço mais isso. Tenho tomado suplemento de ferro e pode ter ajudado.
    Vocês tbm vão conseguir.
    Se cuidem neste momento de pandemia.
    Abraços

  4. Minha esposa tem este hábito de comer gelo e não gosta de ir ao hospital consultar um especialista da saúde. O que fazer.?

  5. Eu praticamente como gelo quase o dia todo, esta cada dia pior, eu como os cubos de gelo,coloco minha garrafa no freezer p gelar, boto p quebrar e ficar comendo o dia todo, tem vez q eu não como nada de tarde além de gelo,tem vez q eu como mais de 3 forminhas de gelo,fora as outras aguas congeladas!

  6. Eu não sei o porquê mais eu me sinto como se meus problemas tivessem ido embora com gelo desde toda minha vida passei dez anos sem comer gelo e agora voltei a comer com mais vontade quero parar acho que não só os dentes e gengivas acho que deve prejudicar mais aguma coisa como as cordas vocais não canto como gostaria presiso de ajuda tá difícil

  7. Também amo comer gelo , faz parte do meu dia a dia. Já quebrei dentes mas foram consertados. Mas continuo comendo o gelo.

  8. Bom pra mim não é vicio eu acho é falta do que fazer porque não sei hoje comi 1 cartela cheia com mais de 10 só por comer mesmo vou parar enquanto tenho tempo para não virar hábito

  9. Estou com manias estranhas estava cheirando alcool colocava num algodao e cheirava gracas a deus parei pq eu tava era ficando magra,agora eu como gelo.3 formas de 6 cubos por dia..Vou procurar um medico..

  10. Olá, não consigo parar de mastigar gelo. Sou viciada, como se fosse uma droga, eu choro. Mais atacou os meus rins , pq não ligava pra tomar água. Sinto fortes dores nos rins.

  11. Tenho anemia e como gelo todos os dias, já virouma vício não sei mais o que fazer. As vezes levanto no meio da noite para comer, minhas filhas brigam comigo mas eu não consigo deixar esse vício.

  12. Eu como todos os dias,e quero parar ,mas já se tornou um vício em minha vida,sinto um frescor,me acalma,me dá uma sensação de tranquilidade e tudo mais. Enfim, vou parar tenho fé em Jeová Deus. Bjs e abraços a todos boa noite

  13. Acho que estou grávida pois na minha outra gravidez tive a mesma vontade incontrolável por comer gelo. 🤰

    • Eu tenho essa compossividade por gelo desde da minha gravidez não consego parar os meus dentes já estão sensível de tanto comer gelo mesmo assim não consigo parar

  14. Faz um mês que fiquei boa da minha anemia,aí o vício de comer gelo passou, graça a Deus,eu já tava preocupada com isso.

  15. Tenho anemia e por isso, chupo, aliás mastigo em torno de 5 formas de gelo por dia, não sei explicar, é uma sensação de prazer, quanto mais mastigo, mais quero… mas em contra partida, meus lábios vivem queimados, o canto de minha boca ferida, minha língua tbm e de o pior que comecei a sentir falta de ar constantemente. Faço pesquisas e não vejo nada associado ao risco de adquirir pneumonia ou outras doenças pulmonares, mas comecei a ficar receosa e pretendo manter o controle sobre essa necessidade.