Cúrcuma

A Cúrcuma Alivia o Estresse e Reduz a Gordura do Fígado

A cúrcuma, aquele tempero de cor amarelo brilhante que é comum na culinária indiana e asiática no geral, é uma erva poderosa e curativa. Embora tenha sido promovida como um remédio natural para muitos tipos diferentes de doenças, é especialmente valiosa para aqueles que são vulneráveis ao estresse e à gordura no fígado.

Cúrcuma / Curcumina

Possivelmente uma das especiarias mais saudáveis do mundo, a cúrcuma é obtida através da fervura e secagem das raízes e rizomas da planta açafrão-da-terra. A curcumina é a sua principal substância e é responsável pelas propriedades que promovem a saúde.

Ao considerar a suplementação, os especialistas aconselham a que contém 95% de curcumina, porque este é o conteúdo de curcumina mais alto disponível.

Fígado gorduroso

A doença hepática gordurosa é uma condição cada vez mais comum em que a gordura excessiva se acumula nas células do fígado. Um fígado gordo é assumido quando as células de gordura representam entre 5% e 10% do peso total deste órgão.

Muitos fatores contribuem para a doença hepática gordurosa, a conhecia gordura no fígado; No entanto, abuso de álcool, resistência à insulina, diabetes, níveis elevados de colesterol no sangue e obesidade aumentam significativamente o risco. Na fase inicial, a doença hepática gordurosa é reversível com a mudança de dieta e exercício. Para aqueles que precisam de ajuda extra, ervas como a cúrcuma oferecem suporte adicional.

Cúrcuma e saúde do fígado

De acordo com um estudo publicado na edição de abril de 2011 do Journal of Food Science, a suplementação de cúrcuma ajuda a prevenir níveis elevados de colesterol no sangue e reduz o risco de doença hepática gordurosa, regulando as enzimas responsáveis pelo metabolismo do colesterol.

Os especialistas sugerem vários mecanismos que explicam o impacto favorável da cúrcuma no fígado:

  • Provavelmente devido à sua atividade antioxidante e anti-inflamatória, a curcumina diminui as quantidades de moléculas que promovem danos ao fígado e fibrose. Essas moléculas incluem bilirrubina, transpeptidase, fatores de crescimento transformadores e aspartato aminotransferase.
  • A curcumina ativa a apoptose (morte celular programada) nas células do fígado que causam fibrose hepática.
  • A curcumina reduz o estresse oxidativo aumentando as quantidades de glutationa nas células. A glutationa é um composto que combate espécies reativas de oxigênio nos tecidos, impedindo-os de causar danos. Um fígado comprometido tem dificuldade em criar glutationa por conta própria. A N-Acetil L-Cisteína (NAC) pode aumentar os níveis de glutationa e é crucial para pessoas com complicações no fígado.
  • A curcumina estimula a produção e fluxo de bile, ajudando a metabolizar e a eliminar a gordura.

O estresse e o fígado

A mente e o corpo são interligados entre si. Infelizmente, o estresse provoca alterações fisiológicas que afetam a saúde do fígado. Durante o estresse, as células assassinas naturais (NKTs) são expandidas no fígado e contribuem para a morte de células hepáticas e o agravamento da doença hepática.

Além disso, o estresse pode prejudicar o fluxo sanguíneo para o fígado e exacerbar a inflamação do fígado. Assim, qualquer pessoa com um fígado gorduroso está em risco de maiores danos no fígado quando sob estresse substancial e implacável.

Estresse e cúrcuma

Em um estudo publicado na edição de dezembro de 2015 dos Archives of Animal Nutrition, os pesquisadores examinaram o efeito da cúrcuma no fígado de vacas.

Detalhes sobre o estudo :

  • Uma vez que muitos lotes de alimentação convencionais estão lotados e sujos, as vacas estão sob muito estresse.
  • Um hormônio do estresse importante no fígado foi significativamente reduzido no grupo de vacas alimentadas com uma mistura de cúrcuma.
  • Os pesquisadores também descobriram que as vacas alimentadas com cúrcuma apresentaram redução nos marcadores de irritação que reduziram o risco de doença do fígado gorduroso.

Bem-estar emocional

Além de promover a saúde do fígado, a curcumina parece afetar o bem-estar emocional. Os pesquisadores determinaram que a curcumina melhora os produtos químicos cerebrais, como a noradrenalina e a serotonina, e aumenta a produção de dopamina. Esses produtos químicos normais em nosso corpo são conhecidos elevadores de humor.

Em um estudo de 2006, os padrões de comportamento e níveis elevados de cortisol em ratos com estresse crônico foram revertidos pela administração crônica de curcumina. A redução de cortisol também ajuda a reduzir a acumulação de gordura abdominal, um indicador de doença hepática gordurosa.

Suplementos de cúrcuma

Escolher uma entrada temperada com cúrcuma para o jantar é uma maneira de maximizar o potencial de cura da cúrcuma para um fígado gorduroso e estresse, mas existem opções mais fortes disponíveis. Fornecer seu corpo com uma dose constante e alta de curcumina é a melhor maneira de lucrar com o valor dessa erva para o fígado.

Os que estão em risco ou que já sofrem de doença hepática gordurosa precisam de soluções para ajudar o fígado a evitar danos e se recuperar. Infelizmente, o estresse irá agravar o dano que a gordura no fígado apresenta.

Suplementando sua dieta com a cúrcuma (de preferência curcumina padronizada a 95%), você pode ter um fígado mais saudável (e mais feliz) através deste remédio totalmente natural e efetivo.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você já sofreu com problemas de gordura no fígado? Tem costume de consumir a cúrcuma? Pretende incluí-la em sua dieta ou suplementação agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (28 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

6 comentários

  1. Paulo Sandro de Souza

    Uso o açafrão da terra ou cúrcuma..à uns 3 anos, maravilhoso não bebo refrigerantes e nem.bebida alcoólicas, tomo açafrão com mel ou com água.. muito bom nem.resfriado pego mais, melhora tudo sistema do organismo.. recomendo … é um verdadeiro Sant remédio!!!

  2. Interessante a matéria, Brenno, e parabéns pela abordagem !! Olha eu sou a favor da inclusão SiMMMMMMMM !! Agora sou contra a suplementação de testosterona que vejo algumas pessoas, incluindo homens, fazendo pra treinar jiu/cross/muay e o diabo a quatrokkkkkk Vale salientar que existem mulheres que tem Síndrome do Ovário Policístico e produzem mais testosterona que homens ( eu , por exemplo, tive que fazer pulsoterapia para controle das supra renais que teimavam em exagerar na produção de testo em mim). Ou seja, o problema não está no gênero e sim, no histórico hormonal do indivíduo. Ps: Sou muito feminina + sou bem forte para o meu tamanho. Oss

  3. Curcuma e açafrão são coisas diferentes! Atenção!!

  4. Luciana Ferreira Franca

    Estou com meu triglicerídeos muito alto o que posso tomar para baixa—lo qual o melhor chá devo tomar.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*